Arrow: "The Huntress Returns" 1x17


Helena is back!

Já estava sentindo saudade da nossa gata inconsequente. Sua história parecia estar fechada após o episódio "Vendetta", mas felizmente resolveram incrementar um pouco mais os assuntos que envolvem a personagem, dando a gente outro ótimo episódio protagonizado pela flecheira rebelde.

Seu pai nos deixou com uma prisão perpétua nas costas, mas seus segredos fizeram o FBI dar-lhe uma liberdade premiada, com mudança de identidade e tudo mais que tem "direito", fato que revoltou nossa rebelde. Ela voltou, trouxe caos para Arrow, matou muita gente e quase tirou dos braços de nosso herói, o seu "amor atual". Sem contar é claro que quase revelou a identidade de Arrow. Essa foi mais uma passagem meteória de Helena pela série. 

Mas provavelmente a veremos ainda. Estranho vermos seu pai correndo pela floresta, antes do embate dela com Arrow, sem mostrar para onde ele foi. Ela foi atrás de seu pai, é claro. Talvez a veremos logo no próximo episódio, tomara. Helena e Arrow formam uma ótima dupla. Arrow já considera Helena como inimiga: a flechada tinha endereço certo e ela se defendeu, mas dá próxima ela não escapa. Ainda mais que ela quase matou a detetive McKenna. 

Falando em revelação de identidade, cada vez fica mais claro que mais cedo ou mais tarde, a mascara de Oliver irá cair. Bom, isso irá abalar a estrutura da série, mas será um fato positivo. Arrow deverá se entregar mais à causa e finalmente terminar de riscar seu caderninho.


Esse e outros assuntos já são pincelados na série para dar assunto para a próxima temporada. É o caso da possível sobrevida de Sarah. Já começo imaginar Arrow de volta à ilha nos tempos de hoje a procura de Sarah, pagando a dívida com o pai dela. Talvez até ganhe ponto para o provável reatamento de seu namoro com Laurel. Deverá ser por aí mesmo e torço para que tudo isso seja recheio para a reta final da temporada.

Mais uma vez o ponto negativo do episódio refere-se ao núcleo protagonizado por Thea. A irmã de Arrow parece estar perdida na série e os roteiristas estão tentando encaixá-la em algo relevante, mas... não estão conseguindo. Toda vez que Thea aparece é pra matarmos de tédio ou - olhando pelo lado positivo - para ganharmos fôlego devido aos outros eletrizantes núcleos. Para personagens assim só tem uma resolução: a morte. Personagem ruim tem que morrer para melhorar a trama. Ou então, coloque-a bem no fogo dos acontecimentos. Prefiro a primeira opção.

Além de tudo que disse, o episódio teve tempo de nos mostrar o passado da ilha! Sensacional! Vamos descobrir já já como Arrow conseguiu sair de lá e pelos últimos momentos, já sabemos mais ou menos como deverá ser. Não será "apenas" chantagem e claro que muito sangue e muita luta terá que acontecer antes. Ademais, a notícia de que Manu Bennett entrou para o elenco fixo leva-nos a crer que Wilson não morrerá tão cedo. Ainda bem.


Posso dizer que Arrow está entre as melhores séries da TV aberta. A série soube evoluir a trama, incrementando ótimos personagens e vilões, que vem e vão com relevância. Séries de TV aberta tem em torno de 22 episódios e elas precisam alongar a trama principal para dar sustentação à temporada. A diferença de Arrow é que a série enche a temporada com episódios como esse: significativos, relevantes, empolgantes... dando o tom de evolução e não enrolação como acontece na maioria das séries.

Terminamos o episódio com o sentimento de quero mais, quero que a semana passe rápido e que chegue logo quarta-feira. Para aguçar o ânimo de vocês, eis a promo legendada do próximo episódio.

Arrow 1x18 "Salvation" Promo Estendida [HD] Legendado



Tecnologia do Blogger.