Pular para o conteúdo principal

Spartacus: "Men of Honor" e "Decimation" 3x03 e 3x04


"Cidade tomada. Estamos seguros." - Só inocente pensaria assim.

Se Spartacus pensou que após a tomada de Sinuessa sua vida estaria mais tranquila, se enganou. Na verdade, esse pensamento poderia vir dos telespectadores que assistem a série, pois, nosso guerreiro sabe muito bem que tem que dormir sempre com um olho aberto. O local onde ele acomodaria seu exército foi apenas o primeiro passo para a nova guerra contra Roma, mas antes, "saco vazio não para em pé", pensou. Tinha que abastecer sua tropa.

Para isso, teve que se juntar aos desconhecidos Cilícios. Acordaram em trocar as "riquezas" da cidade por comida. Uma troca justa, mas indefinida. Naquele mundo, nada e ninguém é confiável, ainda mais quando um grupo vem do nada com um barril de vinho nas costas, oferecendo comida. Porém o acordo teria que sair. O Imperador estava contando com a morte por fome de Spartacus e cia e acabou se decepcionando. Inocente, não? Uma primeira impressão enganosa, tal como tivemos quando conhecemos o personagem.

Os "subalternos" de Spartacus querem a todo custo derramar o sangue dos romanos, mas sabiamente, Spartacus com  uma palavra forte e contundente, esfriou os ânimos e se focaram em um bem maior. A troca com os Cilícios teria que acontecer. Em um momento onde a tensão se elevou a um nível absurdo, a troca começou a ser realizada, mas, ambos não contavam com o ataque surpresa comandado pelo Imperadorzinho. Os Cilícios estavam armados até os dentes, mas apenas por precaução, caso o acordo com Spartacus desse errado. Que bom que os Cilícios são precavidos.


Em um momento sensacional, daqueles típicos da série, o caos se estabelece em campo de guerra e ficamos perdidos, temendo que Spartacus e os Cilícios perdessem peças importantes. Aquele grupo seria facilmente domado, caso o reforço escondido cilício não aparecesse. Confesso que o êxtase elevou-se a um nível absurdo quando eles botaram os romanos para correr, deixando mais da metade de sua tropa no chão. O momento mais sensacional da série até o momento, vivido nesse episódio, "Men of Honor.

Enquanto isso, Naevia segue atordoada com a presença dos romanos e pega o amigo de Gannicus pra cristo. Attius não era mesmo de confiança, mas era amigo de Gannicus. Naevia presumiu que Attius estava por trás da "fuga" dos romanos remanescentes e acabou com o ferramenteiro. Seria uma causa justa, caso no episódio posterior a revelação viesse à tona, causando a ira de Gannicus. Naevia está até hoje transtornada e está levando Crixus contra a Spartacus em uma velocidade perigosa. 

A revolta dos guerreiros de Spartacus foi a base do episódio "Decimation", que culminou numa importante divisão da equipe principal aliada à Spartacus. Mais uma vez Naevia acendeu o pavio que fez o barril de Sinuessa explodir, mas tudo isso só aconteceu devido a uma pequena grande ajuda de um invasor. Gaius Julius Caesar ou simplesmente, Júlio César. Um cavalinho de troia inserido na fortaleza de Spartacus que está pondo em ação o plano do Imperador Marcus Crassus. Em pouco tempo fingindo de escravo, César foi preponderante para a desunião do Staff de Spartacus, mesmo sofrendo internamente pela morte de seus irmãos romanos. 

Não dá pra dizer que Naevia está errada. Ela está errada em desobedecer as ordens de Spartcus, mas sua vingança por Roma, pelos romanos, está acima de seu discernimento.


Mas Crixus está cego, compartilhando a cegueira de sua esposa. Acredito que ele mudará de visão e será honrado a Spartacus novamente, se opondo ou convencendo sua mulher a seguir o caminho certo. Gannicus está puto da vida com o Gaulês, mas isso é passageiro. Sua fidelidade à Spartacus permanece firme. Spartacus terá que arrumar a casa primeiro antes de pensar em combater Roma. Já vimos isso anteriormente. Quanto mais guerreiros, mais é complicado de comandar, mas estamos falando de Spartacus. Julio César segue movendo peças internamente, mas dificilmente será descoberto. Dificilmente será morto. Pela menos a história diz isso. 
Julio César foi um patrício, líder militar e político romano. Desempenhou um papel crítico na transformação da República Romana no Império Romano. Tornou-se ditador do império romano e manteve seu governo estável até sua morte, assassinado por um grupo de senadores no ano de 44 a.c., culminando no fim do Império Romano. Não há relatos na história que Julio César tenha lutado em Sinuessa.
"Decimation" foi mais um episódio violentíssimo, eletrizante, recheado de sangue e sexo. Marcus Crassus colocou seu filho no seu devido lugar e também está arrumando a casa primeiro para depois ir à luta. A dizimação imposta por ele foi uma das coisas mais sanguinárias e perversas da série. 


Aquele sentimento saudoso dos personagens que ficaram para trás já não existe mais. A temporada final está chegando à sua metade e tende-se a ser a mais eletrizante de todas, fechando com muito sangue essa excelente série/história. Temos que esperar pelo pior. Uma série assim não tem como terminar bem, mesmo que o bem seja algo irrelevante.  

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…