Grey’s Anatomy – S09E14-15 – The Face of Change/ Hard Bargain


Tempos difíceis e medidas drásticas. Algo grande se aproxima.

9x14

“The Face of Change” mostrou em vários sentidos as causas e consequências de uma mudança drástica. Como a mudança do hospital devido aos problemas financeiros, ou até a mudança relacionada ao casal transexual que afetou a família (PAI) do paciente. Podemos até dizer que Derek se tornou a cara da mudança literalmente, devido a sua foto estampada em cada canto do hospital.

Um destaque deste episódio foi às aventuras de Callie e Webber em outro hospital querendo recolher informações, foi hilário o Sr. e Sra. Plantain. A maneira como nossos médicos burlaram as normas do hospital para salvar o garoto acidentado foi maravilhosa e me lembrou dos velhos tempos quando eles cortaram o fio do aparelho de Danny para conseguir um transplante.

Tenho pena de Hunt, nunca simpatizei muito com o personagem, mas está evidente que ele se mata todo dia para conseguir tirar o hospital do vermelho e às vezes ninguém percebe isso. Enfim, as mudanças drásticas estão começando a aparecer e o plot está se desenrolando para uma coisa muito grande que está por vir, uma coisa que poderá mudar a série.

9x15

“Hard Bargain” veio para nos deixar tensos, um episódio que se tivesse tido mais reviravoltas teria dado uma finale bem tensa. Mais um ótimo episódio, que serviu para nossos personagens pararem para pensar como vão poder interferir na questão da compra do hospital, comprar ou não comprar eis a questão.

Ao fim do episódio já estava claro qual seria o plano para salvar o hospital, eu me lembro de citar em um review anterior uma teoria de que talvez os médicos que ganharam o processo pudessem comprar o hospital, mas não é tão fácil quanto eu pensei, eles vão ter que formar uma empresa, a tentativa de compra vai acontecer em etapas. Fico pensando, e se eles não conseguirem? Também reflito muito sobre o que Arizona disse, sobre ficar sentada em uma mesa de um conselho, ela quer praticar medicina, mas creio que isso não seja um problema tão grande.

O episódio foi inteiramente voltado para os problemas do hospital, é um plot muito perigoso para a série, pois se ele não souber a hora de fechar/terminar e se estender muito, creio que vá afetar o ritmo dos episódios.

Kepner que no episódio passado conseguiu finalmente um interesse amoroso que não seja Avery, agora está tentando ir mais a fundo em um relacionamento. Tenho a impressão de que este relacionamento pode não durar muito, mesmo ela querendo e se guardando pra ele e ele pra ela, acredito que boatos de que ela não seja virgem chegue aos ouvidos do paramédico. Fico feliz por Jackson estar seguindo em frente e agora Kepner, mas o que queria mesmo é que os dois ficassem juntos.

O casamento de Owen e Cristina que não ia nada bem precisou do divorcio para que os dois voltassem a ficar juntos, agora com a demissão dela não sei o que pode acontecer com os dois, espero que ele entenda todos os motivos que levaram a demissão dela e de todos os outros, e o porquê de não contar para ele. 

Fiquei com muita raiva de Hunt, apesar de entender sua posição, em relação ao pedido de Bailey. Mais me revoltou foi ver Bailey assustada daquela maneira, ela parecia estar à beira de uma demissão. E esse foi o pontapé que Arizona precisava para aceitar esse plano maluco. Alex está gostando de Wilson, ela é legal, durona e inteligente, tudo o que ele quer, mas ela parece querer apenas a amizade, mesmo que algumas vezes não pareça, enfim, estou torcendo para o casal.

Os acontecimentos foram muito rápidos, foram de uma forma que eu não imaginava e que vai resultar em uma coisa bem grande que pode mudar muito na série. No próximo episódio vamos ter uma noção melhor do que estamos lidando e da proporção.

OBS: O clima tenso no encontro na van foi hilário, Callie sempre me fazendo rir.
Tecnologia do Blogger.