Girls - S02E03 - Bad Friend


Episódio focado em Marnie e Hannah, com uma das melhores discussões que eu já vi.

Começarei o texto com uma reclamação: No episódio anterior eu já havia sentido falta de Shoshanna e Jessa, e no dessa semana, elas fizeram muita falta. As duas apareceram por menos de um minuto, com uma ou duas falas. EXIJO mais cenas delas nos próximos episódios! Além disso, a trama de Hannah e Adam, a que eu estava esperando com maior ansiedade, foi totalmente esquecida. Espero que seja retomada na semana que vem. Agora, vamos ao episódio.

O episódio foi bom, cheio de momentos hilários, mesmo que não tenha dado muita continuidade à trama. O episódio começa com Hannah sendo entrevistada para trabalhar como freelancer, com direito a clichês de motivação por parte da contratante. As reações da protagonista são tão absurdas que fazem a cena ficar cada vez mais engraçada. Então, Hannah decide se aventurar com Elijah, sob efeito de cocaína, para ter material realmente interessante para escrever.

Depois de descobrir que viciados geralmente ficam perto de caixas de correio (ahn?), Hannah procura Laird (Jon Glaser) para que ele a ajude a conseguir a droga. Entre conversas sobre nomes inteligentes para rede de Wi-fi (ri muito com os nomes) e assinaturas de revista, o esquisitão decide ajudar Hannah a providenciar a droga. Depois disso, começa uma série de situações impagáveis na boate, e posteriormente na farmácia com direito a Laird chorando e comprando meias(na farmacia). Em meio a isso tudo somos novamente forçados e ver os peitinhos de Lena Dunham (quando ela troca de camisa na boate e no decorrer do episódio já que a tal camisa é transparente) e Elijah acaba contando sobre a transa com Marnie.

Decorrente da confissão de Elijah, no fim do episódio temos a discussão com Marnie, que  foi com certeza o melhor momento do episódio, quando Hannah discute com a amiga sobre o quanto se sentiu traída, e que sempre esteve presente na vida da amiga. Em meio a esse drama todo, Hannah faz com que Marnie diga que é a "amiga má", admitindo que falhou como amiga e que também não é perfeita. Essa briga também deve resultar no despejo de Elijah, o que só veremos no próximo episódio.

Durante o episódio, Marnie larga o expediente (o que deve ser o fim desse novo emprego) para acompanhar Booth (Jorma Taccone) até o apartamento dele. As obras de arte dele e as situações que ele a coloca são tão surreiais que chegam a ser engraçadas. Destaque para a cena de sexo, também bizarra, em que Booth pede para que Marnie olhe para uma boneca e descreva-a para ele enquanto transam. MEDO! E pra terminar a noite, a coitada ainda é obrigada discutir com Hannah drogada usando uma camisa com transparência. 

O episódio termina com Hannah dando uns amassos em Laird, avisando que é um lance de uma noite só, e espero que seja assim mesmo. Gostei de Laird, mas, entre ele e Adam, escolho o segundo, com certeza.

Observações:
  • Ri alto com os nomes das redes de Wi-Fi de Hannah.
  • Meta de Hannah: Saber preencher cheques bancários. Adorei ela citar isso pois também não sei como prenchê-los.
  • Laird estava sóbrio? Serio?
Tecnologia do Blogger.