Dallas: "False Confessions" 2x04


Olá leitores! Curtiram o carnaval como bons seriadores? Eu sei que eu curti. Mas já é hora de voltar ao trabalho, e nada melhor do que voltar comentando sobre essa série espetacular que é Dallas, que nos entregou o melhor episódio da temporada até agora.

Às vezes a lealdade pode sair muito mais cara do que nós imaginamos, e os personagens de Dallas sabem muito bem isso. Vamos comentar.

Bobby decidiu assumir a culpa pela tentativa de assassinato de Harris no lugar de Ann, o que já era de se esperar, pois Bobby nunca permitiria que alguém próximo a ele pagasse por algo injustamente, ainda mais por Harris ter merecido aquele tiro. Mas os Ryland não são qualquer inimigo, se você atrapalhar os planos deles espere enfrentar um verdadeiro furacão. Agora é esperar para descobrir qual será o destino de Bobby depois disso, mas mesmo que ele consiga sair livre dessa, sem dúvida nenhuma ele ainda vai passar muita dor de cabeça com Harris e sua mãe possessiva (sou só eu ou mais alguém acha ela completamente louca?). Agora uma coisa não era de se esperar: Harris testemunhar que realmente foi Bobby quem atirou nele. Isso prova que apesar de todas as maldades, ele ainda tem sentimentos por Ann, mesmo que não saiba demonstrar.

Como suspeitamos, Drew tem um passado negro e agora isso está vindo à tona graças à ganância de John Ross, que está cada vez mais obcecado em tomar a parte de Elena na Ewing Energies. A grande questão é: Drew irá negar esse passado e lutar ao lado da irmã para proteger a empresa ou o que estamos vendo é apenas uma fase e ele logo irá voltar para o lado negro da Força? Pelo histórico de personagens que se redimem e depois voltam para o mal em um piscar de olhos, já sabemos o que esperar.

Agora vamos ao grande momento do episódio: a resolução do assassinato de Tommy. Com a intervenção de Frank aliado à JR, parecia que finalmente Pamela iria começar a pagar pelos seus crimes, mas no último minuto, Cliff interferiu na situação e salvou sua filha da prisão, colocando Frank como suspeito principal. Como eu havia dito no início da review, lealdade pode custar muito caro, e para Frank sua lealdade aos Barnes custou sua liberdade e integridade, e consequentemente sua vida, como vimos no fim do episódio ele se matando antes de ser condenado. Foi uma das cenas mais tristes da série até hoje, pois Frank não era mau, tudo que ele havia feito de ruim foi em lealdade à Cliff, e ver ele sucumbir graças a isso foi desconcertante. Agora, livre das acusações, Pamela tem tudo para executar seus planos e chegar ao topo, mas quanto maior a subida, maior a queda, e a dela será muito, mas muito feia.


Ainda bem que Dallas é uma das poucas séries que não entram em hiatus. Imagina ter que esperar mais de uma semana para ver, ainda mais nessa temporada que fica cada vez mais explosiva? Vamos ficar gratos à TNT e não arrancar os cabelos de ansiedade até o próximo episódio. Até a próxima review!
Tecnologia do Blogger.