Castle 5x13: Recoil


Entre o dever e a justiça.

Eu estou literalmente sem palavras para descrever o episódio dessa semana de Castle. Depois de semanas de casos ruins os roteiristas finalmente largaram a preguiça de lado e entregaram um episódio que pode apenas ser descrito como perfeito. Não existe outra palavra que faça justiça a esses incríveis 40 minutos que deixaram meus nervos a flor da pele e me fizeram lembrar o porquê eu sou tão apaixonada por esse show.

Uma série só é realmente boa quando consegue envolver emocionalmente os seus expectadores e foi exatamente isso que Castle conseguiu fazer essa semana, me fez experimentar uma montanha russa de emoções que variaram da extrema indignação ao conformismo e aceitação, tudo isso misturado a uma tensão crescente que culminou em um final emocionante. Isso, meus queridos leitores, só pode ser descrito por mim como perfeição.

Os episódios envolvendo o assassinato de Joanna Beckett são sempre os melhores da série e dessa vez não foi diferente, só que ao invés de caçar o assassino da mãe, Beckett se vê obrigada a proteger o homem responsável pela morte dela. O conflito interno gerado por essa obrigação é o que faz desse o melhor episódio da temporada até agora. O tempo inteiro podemos ver o debate interno da Kate entre fazer o que é certo e salvar a vida do Senador Braker, ou deixar o suspeito escapar e ter sua vingança pelo assassinato da mãe. Stana brilhou mais do nunca nesse episódio e como sempre entregou uma atuação impecável, era impossível não sentir na pele as emoções que passavam pelo rosto da Kate a cada cena.

O caso começou com a investigação do assassinato de Melanie Rogers que foi morta e seu corpo foi carbonizado para dificultar a identificação. Mas o que o assassino não sabia era que Melanie acidentalmente tinha gravado o próprio assassinato e que aquela ligação seria essencial para resolver o caso. O grande twist do episódio além da ligação de Melanie com o Senador Braker foi descobrir que ao invés de ser um suspeito na investigação, Braker era o verdadeiro alvo do assassino. Beckett que finalmente pensou que iria colocar o assassino da mãe atrás das grades se vê na obrigação de protegê-lo.

Todas as cenas da Kate com o Senador foram extremamente tensas e cheias de conversas com significados. Tenho que falar que fiquei esperando a Beckett sacar a arma e dar um tiro naquele homem, porque a petulância com que ele falava com ela me deixava com os nervos à flor da pele, o homem é tão inescrupuloso que teve a coragem de ameaça-la depois de ela ter feito tudo para salvar a vida dele(cena antes da bomba explodir). Atuações maravilhosas das duas partes por sinal.

Nem por um momento eu acreditei que a Beckett iria queimar a carta da ameaça, ou deixar o verdadeiro suspeito escapar, mas essas atitudes foram essenciais para mostrar o conflito interno que a personagem estava passando. A bomba junto com a incriminação do Mcmanus foram ótimos twists no final e a cena da Beckett salvando o Braker foi épica e irônica ao mesmo tempo.

Agora eu quero abrir um parêntese para a forma como os roteiristas vêm lidando com o relacionamento do Castle e da Beckett, sinceramente eles parecem mais irmãos do que namorados para mim. Sério esse é o 3ª episódio seguido em que não temos nenhum tipo de momento entre os dois e além disso achei o Castle um pouco insensível em relação a Beckett e o conflito dela com o Braker, eu esperava mais apoio da parte dele, eu sei que esse foi um episódio focado na Kate, mas em momento nenhum o Castle pareceu mais do que apenas um parceiro comum para ela. Isso tudo em minha opinião é claro.

Mas a grande questão deixada pelo episódio é: Braker futuro presidente? Eu nunca pensei que depois que revelassem o assassino da Joanna ainda teríamos plots tão bons relacionado a esse assunto, agora é só esperar pelo próximo capitulo de Beckett contra Baker.

PS. Continuamos com a tradição do 13º episódio ser relacionado ao caso da mãe da Kate:"Sucker Punch" (2x13); "Knockdown" (3x13) e agora "Recoil" (5x13).


Promo do Próximo Episódio:

              
Tecnologia do Blogger.