Pular para o conteúdo principal

Castle 5x13: Recoil


Entre o dever e a justiça.

Eu estou literalmente sem palavras para descrever o episódio dessa semana de Castle. Depois de semanas de casos ruins os roteiristas finalmente largaram a preguiça de lado e entregaram um episódio que pode apenas ser descrito como perfeito. Não existe outra palavra que faça justiça a esses incríveis 40 minutos que deixaram meus nervos a flor da pele e me fizeram lembrar o porquê eu sou tão apaixonada por esse show.

Uma série só é realmente boa quando consegue envolver emocionalmente os seus expectadores e foi exatamente isso que Castle conseguiu fazer essa semana, me fez experimentar uma montanha russa de emoções que variaram da extrema indignação ao conformismo e aceitação, tudo isso misturado a uma tensão crescente que culminou em um final emocionante. Isso, meus queridos leitores, só pode ser descrito por mim como perfeição.

Os episódios envolvendo o assassinato de Joanna Beckett são sempre os melhores da série e dessa vez não foi diferente, só que ao invés de caçar o assassino da mãe, Beckett se vê obrigada a proteger o homem responsável pela morte dela. O conflito interno gerado por essa obrigação é o que faz desse o melhor episódio da temporada até agora. O tempo inteiro podemos ver o debate interno da Kate entre fazer o que é certo e salvar a vida do Senador Braker, ou deixar o suspeito escapar e ter sua vingança pelo assassinato da mãe. Stana brilhou mais do nunca nesse episódio e como sempre entregou uma atuação impecável, era impossível não sentir na pele as emoções que passavam pelo rosto da Kate a cada cena.

O caso começou com a investigação do assassinato de Melanie Rogers que foi morta e seu corpo foi carbonizado para dificultar a identificação. Mas o que o assassino não sabia era que Melanie acidentalmente tinha gravado o próprio assassinato e que aquela ligação seria essencial para resolver o caso. O grande twist do episódio além da ligação de Melanie com o Senador Braker foi descobrir que ao invés de ser um suspeito na investigação, Braker era o verdadeiro alvo do assassino. Beckett que finalmente pensou que iria colocar o assassino da mãe atrás das grades se vê na obrigação de protegê-lo.

Todas as cenas da Kate com o Senador foram extremamente tensas e cheias de conversas com significados. Tenho que falar que fiquei esperando a Beckett sacar a arma e dar um tiro naquele homem, porque a petulância com que ele falava com ela me deixava com os nervos à flor da pele, o homem é tão inescrupuloso que teve a coragem de ameaça-la depois de ela ter feito tudo para salvar a vida dele(cena antes da bomba explodir). Atuações maravilhosas das duas partes por sinal.

Nem por um momento eu acreditei que a Beckett iria queimar a carta da ameaça, ou deixar o verdadeiro suspeito escapar, mas essas atitudes foram essenciais para mostrar o conflito interno que a personagem estava passando. A bomba junto com a incriminação do Mcmanus foram ótimos twists no final e a cena da Beckett salvando o Braker foi épica e irônica ao mesmo tempo.

Agora eu quero abrir um parêntese para a forma como os roteiristas vêm lidando com o relacionamento do Castle e da Beckett, sinceramente eles parecem mais irmãos do que namorados para mim. Sério esse é o 3ª episódio seguido em que não temos nenhum tipo de momento entre os dois e além disso achei o Castle um pouco insensível em relação a Beckett e o conflito dela com o Braker, eu esperava mais apoio da parte dele, eu sei que esse foi um episódio focado na Kate, mas em momento nenhum o Castle pareceu mais do que apenas um parceiro comum para ela. Isso tudo em minha opinião é claro.

Mas a grande questão deixada pelo episódio é: Braker futuro presidente? Eu nunca pensei que depois que revelassem o assassino da Joanna ainda teríamos plots tão bons relacionado a esse assunto, agora é só esperar pelo próximo capitulo de Beckett contra Baker.

PS. Continuamos com a tradição do 13º episódio ser relacionado ao caso da mãe da Kate:"Sucker Punch" (2x13); "Knockdown" (3x13) e agora "Recoil" (5x13).


Promo do Próximo Episódio:

              

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Vencedores do Emmy Awards 2017

2017 entra pra história do Emmy como o ano que fizeram "tudo certo". 
O Emmy é uma premiação sempre polêmica, inconclusiva e injusta, como convenhamos, toda premiação. Mas por incrível que pareça os vencedores da edição desse ano foram bem recebidos pelo público e crítica. Claro, um ou outra série tem certa preferência de cada telespectador, porém, não se pode negar a qualidade dos premiados.
Game of thrones, o maior vencedor da história do evento, não esteve presente, fato que gerou piada para o apresentador Stephen Colbert. Foi cômico mas foi verdade: os vencedores deveriam agradecer a série por não estar levando todas as estatuetas esse ano.
Muitos ganharam o Emmy pela primeira vez: Donald Glover foi o primeiro negro a ganhar em uma categoria de direção, por "Atlanta". Lena Waithe se tornou a primeira roteirista negra a levar uma estatueta. E Reed Morano foi a primeira mulher a vencer como diretora em 22 anos.
Abaixo você confere a lista dos vencedores,destacado…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…