Banshee - S01E05 - The Kindred


E os disfarces cada vez mais comprometidos.

O episódio nos mostra que vai ficar cada vez mais difícil para Lucas e Carrie manterem os disfarces. Primeiro temos o agente do FBI, Dean Xavier (Derek Cecil), que se envolve no caso de Proctor e percebe que não é só seu alvo que tem algo a esconder. Ainda temos as desconfianças de Siobhan pra cima de Carrie, motivada pelo jeito que a "dona de casa" age ao ser ameaçada pelo motoqueiro. E também tivemos o promotor observando Carrie e Lucas sentados juntos no fim do episódio, fato que o fará ficar mais atento à esposa. Somando esses eventos aos dos outros episódios, é difícil acreditar que esses dois estejam realmente querendo se passar por pessoas normais. Mas enfim, Banshee peca mais uma vez no roteiro.

Na trama dos motoqueiros tivemos várias cenas de ação de tirar o folego, mesmo que não tenha sido muito coerente. Primeiro tivemos os motoqueiros atacando Carrie no beco em uma ótima e rápida sequência em que Sugar e Siobhan também se destacam. Os dois últimos tiveram bastante espaço, comparando com os outros episódios, e foi muito bom vê-los mais envolvidos na trama. Tudo termina com Carrie sendo socorrida, Siobhan fragilizada por tirar uma vida pela primeira vez e Sugar hospitalizado.

Após saber do ocorrido, Lucas fica enfurecido, como vemos na cena em que ele ataca o saco de pancada, e durante o episódio ele só vai aumenta o sentimento de vingança. Depois de atacarem Carrie e hospitalizarem Sugar, os motoqueiros ainda acabam com o festival da cidade, atacando todos que estavam no local. Além de ser atingido pelos criminosos, Lucas ainda tem que aguentar a humilhação no conselho da cidade quando Proctor oferece sua guarda pessoal para "reforçar" a força policial.

Ainda houve o incêndio na casa de Siobhan, causado pelo vingativos motoqueiros. Depois desse ápice de destruição e com a ajuda de Proctor, o xerife vai atrás dos motoqueiros e derruba todos eles. Com os bandidos apagados, conta com a ajuda de Job para levá-los para Cleveland, onde são procurados. A cena em si foi muito boa e cheia de violência, mas Lucas ter mandado os anéis dos criminosos de presente para Siobhan só faz com que a lista de suspeitas aumente.

No final do episódio vimos que Job invadiu o sistema do local onde guardavam as provas contra Proctor, o que deixa o agente do FBI ainda mais intrigado com a cidade de Banshee. Não entendi muito bem as intenções de Lucas ao fazer isso. Ou ele fez isso para que o agente não tivesse mais motivos de ficar ali, e consequentemente vir a desconfiar dele, ou se fez isso como acordo com Proctor ( ou pelos dois motivos).

Enfim, Banshee nos apresentou mais um ótimo episódio se analisarmos as cenas de ação, mas ainda escorrega no roteiro, com escolhas incoerentes e atitudes impulsivas do protagonista.

Observações:
  • Por que Rebecca tinha uma faca na bota?
  • Adorei as provocações entre Job e Sugar. Sinto que teremos mais ótimas cenas de desentendimento entre os dois.
  • Carrie desmoralizando a "amiga" foi um dos melhores momentos do episódio, assim como as tiradas que Lucas estava distribuindo no conselho da cidade. Ri demais!
Tecnologia do Blogger.