Pular para o conteúdo principal

The Carrie Diaries - 1x02 - Lie with Me


"Boas garotas seguem regras
Garotas inteligentes encontram brechas"

"Pinoquio era um boneco que queria ser um menino de verdade. Tudo o que ele precisou foi ser sincero, e seu desejo se realizou. Mas depois disso ele não pode mais mentir. Fazer a coisa certa é difícil. Talvez porque a mentira é mais fácil que a verdade. E às vezes você consegue o que deseja. Mas em alguns pontos como o nariz do Pinoquio, a mentira continua crescendo, até ficar difícil saber o que é verdade e o que não é. Podemos viver nesse mundo, ou enfrentar a verdade e todas as consequências."

Começo com este texto dito por Carrie mais pro final do episódio... Porque é uma mensagem que nos faz refletir? Mentir vale a pena? E é nessa vibe que o episódio se desenrola, mostrando a honestidade ou não de Carrie. Dentre sua relação em Manhattan, seus amigos e irmã ...
E antes de relembrar os acontecimentos do episódio... Quero ressaltar o que foi dito no começo: “Antes do sexo, antes da cidade, havia apenas eu ... Carrie. Carrie Bradshaw.” Então vamos esquecer dos episódio, filmes do Sex and The City, e apenas curtir os anos 80 com Carrie.

Novamente o episódio traz o paralela da little diva entre seus dois mundos: Manhattan e seu deslumbre pela cidade e glamour que ela pode oferecer, trazido por sua recém amiga Larissa editora da Interview Magazine. Para garantir esse glamour ela tem que escolher em mentir para sua chefe, ou perder o que a cidade pode oferecer de melhor. E claro ela escolhe a falta de honestidade e se dá muito bem com isso... Ver a Carrie chegando e dando orgulha a sua chefe, com o almoço certo, documentos e até um presente, me lembrou muito “O Diabo Veste Prada”, quando Andy (Anne Hathaway) corre atrás do manuscrito do HP e consegue dar orgulho para sua chefe Miranda (Meryl Streep).... Outra semelhança que sinto também é com Jane by Design, série cancelada da ABC. E é sempre bom nos fazer relembrar de cenas boas :D


E acho que a série vem fazendo (nesses dois episódios) muito bem isso, o contexto que Carrie vive no colégio, nós conhecemos de cor, série e filmes teen usam do mesmo drama, e aqui faz a gente se envolver que acreditamos que não temos a mínima ideia do que pode ocorrer.  Carrie está de castigo (por causa das suas causas no pilot) e não pode ir numa ‘festa’ à convite do Sebastian lindo, o que foi uma prato cheio para Donna atacar  , em primeira instância suas amigas pedem para ir com calma, mas depois, Mouse, vendo as atitude da rival da Best , manda ela ir com tudo. O que foi Mouse, contando das atitude de Donna,kkkk – Já imaginei eu com ela arquitetando planinhos para acabar com Donna e unir Sebastian<3Carrie.
Com isso, Carrie resolve desobedecer o castigo e se encontrar com Senhor Lindo e Gato na natação, esquecendo que havia combinado há alguns dias que iria nadar com sua irmã, essa que com o castigo se aproximou muito, mostrando que a rebeldia do episódio anterior era tudo devida há uma falta de atenção/carinho da irmã. Para viver sua tarde com seu Love, pede para sua irmã ir embora para deixa-la com Sebastian. Pois bem, quem tem irmã, principalmente mais nova sabe como são terríveis, nunca perde uma oportunidade de dedurar aos pais e aqui não aconteceu ao contrário...
Em Manhattan a mentira deu certo, mas em Connecticut foi descoberta...
Ser descoberta mentindo pro seu pai não é legal, ma o pior é ele proibir seu namoro com o cara mais gato do colégio... Pois bem, isso aconteceu com Carrie.


Mas não foi só ela que se deu mal, perdendo um futuro namorado, uma amiga bem próxima, acabara de perder também, mas no caso, seu atual namorado. Walt sofre com problemas para transar com Maggie, mas em conversa com Carrie, resolve fazer uma surpresa a namorada. Enquanto ele espera ela na frente de sua casa, para terem sua primeira vez, a mocinha está se atracando com um funcionário de seu pai no carro, quando esta chega em casa, encontra seu namorado Walt, que termina com ele, pois descobre que não é apaixonado por ela como namorado e que aquele namoro, já estava mais pra uma acomodação de anos.

A série se desenrolou mais em Connecticut... A trama em Manhattan achei fraca, achei que serviu mais para trazer o tema ‘honestidade’.. Quero ver nós próximos episódios, como vai se desenrolar por lá...
Para ter uma ideia, do que podemos esperar , segue a promo do próximo episódio:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …