Primeiras Impressões de The Carrie Diaries


"Estou na cidade e aqui é meu lugar. Manhattan é minha."

The Carrie Diaries, foi uma serie que estava ansiosa pela estreia, por ser uma série que conta da adolescente Carrie, já conhecida por todos em Sex And The City, onde apresentava ela e suas três amiga. Confesso que nunca assisti a série, mas assisti aos dois filmes e conheci a diva que é Carrie Bradshaw( interpretada por Sarah Jessica Parker).

Bom a série SATC, foi transmitida pela HBO, mas quem está transmitindo The Carrie Diaries, é a emissora CW, que é conhecida pela series teen The Vampires Diaries, 90210 e as já ‘finadas’ Smallville e Gossip Girl, o que tem tudo a ver, porque essa traz Carrie aos 16 anos na sua cidade em Connecticut onde mora sua familia e seus amigos da escola, a geek Mouse ( Ellen Wong), nervosinha Maggie( Katie Findlay) e o indeciso (Brendan Dooling), e na escola entra o bonitão  Sebastian (Austin Butler), com que Carrie deu o primeiro beijo e  que também é alvo do olhares da popular Dona Ladona (Chloe Bridges).Mas Carrie tem um amor mesmo é por Manhattan, a cidade com que ela sonha todas as noites.

E a história se desenvolve nesse ritmo, Carrie é uma menina órfã de mãe, que morreu há 4 anos devido ao câncer, e mora com seu pai Tom Bradshaw ( Matt Leitscher) e sua irmã revoltada Dorrit (Stefania Qwen). E a série traz alguns contrastes, enquanto em casa ela tem que ser madura, porque já que o pai não aceitou é ela que se comporta como uma mãe, na escola ela se encontra a ingenuo da turma, já que enquanto estava de luto por sua mãe, suas amigas aproveitaram as férias e perderam a virgindade.

Até que seu pai, como um ‘consolo’ pela morte de sua mãe, arranja um estágio na firma de um amigo dele em Manhattan, a cidade tão sonhada da nossa mocinha. E lá, em meio a suspiro conhecemos uma outra Carrie, boazinha também, mas não é relutante a infringir as regras o primeiro dia de emprego, como também a ajudar uma ‘amiga’ recém conhecida, Larissa (Freema Agyeman) a roubar uma roupa e ainda a desrespeitar os horários de chegada do seu pai.


Basicamente, são esse arcos que acontece no pilot da série, mas eles ocorrem numa leveza, num encantamento, que faz você querer ver e rever. O encantamento de Carrie por NY, é tão mágico que faz você querer descobrir junto com ela o que a cidade pode oferecer, e ver quais coisas ela está disposta a fazer na cidade.

Vale ressaltar também, que a série é baseada no livro de mesmo nome da autora, Candace Bushnell, onde a história se passa em 1984, e eles quiseram manter o ano e não fazer nos dias atuais. O que é uma coisa, diferente e boa, que nós enche com a beleza dos anos 80, os look, as musica...

Para mim, a série está Aprovadissima, principalmente, para você:
  • Que curte série teen, a série é um clichê que vale a pena;
  • Que curte anos 80, a série terminando com “Girl Just want have fun”, nos faz querer ver logo o próximo episódio;
  • Que curte moda, ver os look da diva mirim Carrie;
  • Fã de Sex and the city, mas vale falar que Samanta e as outras amigas, não aparecem na série.
  • Fãs incoformados da cancelada Jane by design.
  • Fãs da recém terminada Gossip Girl

Bom, deixem nos comentários o que acharam da série. E como disse, não assisti Sex and the city, se você é fã, e souber de alguma menção que a série fez, deixem também.

E hoje dia 22 de janeiro, passa o segundo episódio nos EUA. Vamos dar uma olhadinha na promo do episódio 1x02:

Tecnologia do Blogger.