Pular para o conteúdo principal

Once Upon a Time: "The Outsider" S02E11




Olá, leitores! Como está a semana de vocês? Espero que bem! Como disse anteriormente, essa semana a review sairia antes, afinal, até o prezado momento, as coisas estão mais calmas. Enfim, vamos lá falar desse episódio que teve um final e tanto.


Once Upon a Time nos trouxe mais um ótimo episódio, entretanto, nada se compara aquele final. Agora a insanidade irá começar. Será que pessoas estão começando a ir para Storybrooke? Só descobriremos semana que vem, mas enquanto isso, vamos revisar o que vimos no episódio que se passou domingo passado.

Para começar, descobrimos que Mulan e Belle possuem uma ligação, seus caminhos também se cruzaram em algum ponto, mais especificamente, no ponto em que Belle decide partir em uma aventura de verdade ao invés de ficar somente se aventurando com a mente em seus livros. E é em busca da terrível fera chamada Yaoguai, que vem atormentando o vilarejo de Mulan, que o caminho dessas duas personagens se cruzam.

Ao decorrer das cenas passadas na Floresta Encantada, podemos ver como as duas passaram de “você está me atrapalhando a realizar meu objetivo” para “vamos unir nossas habilidades e encontrar essa fera”. E é devido a essa união que Mulan conheceu o seu grande amigo e também amor platônico, Phillip, afinal, se não fosse por Belle e seu grande conhecimento em outras línguas, a guerreira teria, provavelmente, morrido ou matado a fera, assim, nunca libertando o amado de Aurora de sua maldição.

Bom, esse cruzamento de caminhos, vamos colocar assim, entre esses três personagens foi muito bem construído e colocado em tela. Já disse diversas vezes e repito, adoro essa desconstrução que eles fazem nessas histórias e a forma como unem esses personagens tão, aparentemente, distintos. Arrisco-me a dizer, inclusive, que os roteiristas conseguem nos fazer sentir parte da série mesmo sendo em um mundo diferente, nós, meros mortais, passamos por situações nas quais fulaninho que a gente conhece lá de um lugar bem distante, também conhece aquele amigo que a gente fez na fila do mercado. Se é que vocês conseguiram entender o meu raciocínio.

No presente, ou melhor, em Storybrooke é revelado aos nossos personagens à presença de Hook e Cora na pequena cidade do Maine. Com Belle resgatando Archie, agora Emma, Henry e os “dois idiotas” (essa é para todos aqueles que viram o sneak peek do próximo episódio), sabem que Regina não cometeu nenhum assassinato e melhor, ela estava sendo cem por cento honesta. Porém, como toda boa notícia precisa ser acompanhada de uma ruim, Cora está na cidadezinha e agora sim, sinto que a mulher começará a “tocar o terror” naquele lugar.

Dessa vez, o roteiro foi mais focado no casal mais contraditório da série e um dos meus preferidos. Bom, Rumpelstiltskin conseguiu criar uma poção que permite que a pessoa que cruzar a fronteira da cidade não perca a memória, assim, ele pretende utilizar deste meio para ir atrás da razão de sua enorme vontade de vir para este mundo, seu filho Bae. Entretanto, como nada em Once Upon a Time termina exatamente feliz, mesmo sendo uma história sobre contos de fadas – e outros personagens, Hook resolve dar as caras e se vingar de seu arque inimigo. Depois de diversas tentativas frustradas, até mesmo quando tentou provoca-lo para que ele se descontrolasse e talvez perdesse Belle, o Senhor das Trevas mostrou mais uma vez que a mulher desperta nele o seu, quase inexistente, lado bom.

E na cena final, o pirata novamente aparece e nos proporciona um desfecho angustiante e doloroso, quando este atira em Belle, antes de sua despedida de Gold, fazendo com que a mulher atravesse a fronteira e perca a memória. Mas é claro que os roteiristas não podiam fechar o episódio dessa forma, eles precisavam, sentiram a necessidade de nos angustiar mais ainda com aquele veículo surgido do nada atropelando Hook e nos deixando preocupados com quem seja a tal pessoa. Repito a pergunta: Será que os meros mortais estão indo para Storybrooke?

Nota¹: Estaria Charming e Snow com problemas no paraíso?
Nota²: Será que em algum momento Belle poderá recuperar a memória?
Nota³: Cadê o Pinóquio?

Espero que tenham gostado da review e do episódio. Até a próxima!
That’s all folks!

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…