Pular para o conteúdo principal

Lost Girl: "Caged Fae" S03E01



Olá, leitores! Como estão passando? Bom, a review demorou a sair por questões pessoais, semana complicada, mas a próxima sairá antes do próximo episódio.

Olha só quem está de volta depois de enfrentar a própria mãe, Baba Yaga, Garuda, entre tantas outras ameaças aos faes, nossa súcubo favorita! E agora enfrentando Hécuba, diretora da prisão feminina fae.

No início do episódio, temos uma cena maravilhosa de Bo se passando por uma fae que já quebrou diversas regras e distribuindo dinheiro roubado na fila de uma boate. Depois de Dyson captura-la e esta ser colocada na prisão, descobrimos que, na verdade, era tudo armação, tudo aquilo faz parte da nossa maravilhosa equipe (mais Vex) para descobrir o que Hécuba está aprontando e onde foi parar Dra. Evert, a antiga médica da prisão e mentora de Lauren. Com o desenrolar do episódio, nos é revelado Hale como o novo Ash e devo acrescentar aqui que, simplesmente, adorei essa colocação. Acredito que será interessante ver o siren nesse cargo tão prestigiado e elevado.

Depois de apanhar por ser pega com a Pedra Sarsen , que lhe permitia usar os poderes dentro da prisão, e de ser beijada por Kenzi, em seu disfarce como a amante de Bo, para lhe passar a lente que lhe permite acesso a sala de Hécuba. E é lá que a súcubo descobre o que a diretora está aprontando. Bom, acontece que a suposta mulher está investindo no contrabando de bebês de espécies raras, engravidando suas prisioneiras que supostamente deveriam ser soltas. Entretanto, ao ser levada para ser inseminada, Bo acaba com a alegria – e negócio – de Hécuba ao denuncia-la como homem, mais especificamente, um Liderc, sendo ela o próprio genitor desses bebês. Como as Amazonas não gostam de homens... Bom, provavelmente o Liderc virou comida. Literalmente.

Agora, a minha pessoa deveria permanecer neutra, mas é impossível, afinal, torço para Doccubus e meu coração shipper não permite que eu não tenha tido uma crise de felicidade com todas as cenas delas duas, com a Lauren sendo bem direta, algo que não se vê todo dia, em relação aos seus pensamentos/sentimentos para com a Bo. Depois de Dyson, Nadia, Ryan, entre tantos outros, a súcubo resolve dar uma chance ao seu relacionamento com Lauren, afinal, como dito pela própria, está na hora para elas. Por enquanto, o lobo perdeu e ele parece conformado com a felicidade de Bo.

Sempre torci e continuo torcendo para Doccubus apesar de saber que muitas águas ainda vão rolar, ainda mais quando temos Bo com seu bad side ainda dentro de si e mostrando-se em raras ocasiões. Afinal, o tema dessa temporada é “Evil Never Sleeps”.

Bom, a série voltou muito bem. Com um roteiro bem escrito, está trazendo um tema muito bom para a temporada, principalmente, em relação a todo o conflito interno que aguarda a Bo ao longo dessa jornada, tivemos a chance de ver também o amadurecimento dos personagens, e para completar, um ótimo trabalho da parte da equipe técnica. A série tem uma produção de qualidade e isso se comprova em seus episódios.

Nota¹: Aparentemente, Vex ficará por perto por bastante tempo e nos proporcionando as cenas mais divertidas assim como a Kenzi.
Nota²: Quero o Trick como avô também, apenas.
Nota³: Aguardo pelo momento que iremos saber mais sobre esse pai da Bo. Estou extremamente curiosa e querendo respostas para algumas questões relacionadas a ele.

Então, é isso, espero que tenham gostado dessa primeira review da terceira temporada e do episódio. Até a próxima!
That’s all folks! 

Postagens mais visitadas deste blog

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…