Grey’s Anatomy – S09E12 – Walking on a Dream


Um episódio sobre superar e seguir em frente.

Semana após semana Grey’s sempre consegue nos mostrar ótimos episódios, mesmo diante de todas as mudanças causadas pela queda do avião. Essa semana a trama ficou mais centrada em traumas a serem superados como Arizona e sua dor fantasma, Mer e seu medo de aviões e Derek para quem achava que não tinha mais jeito volta em uma cirurgia arriscada e chutando bundas provando que conseguiu melhorar e agora pode seguir em frente.

O hospital está falindo, tem que pagar contas, mas não tem dinheiro. Por isso um corte de gastos vai ter que ser feito e fechar o PS é a única maneira de fazer isso sem ter que cortar outra parte importante do hospital. Concordo com ter que fazer os cortes, pois é melhor cortar algumas coisas do que fechar as portas, só fico com um pouco de medo pela demissões, sabemos como elas podem ser dolorosas, isso me lembra da situação de Iz que cometeu um erro e foi demitida, na época o hospital também estava em tempos difíceis. 

Tenho mais receio por Webber, na fala final daquela ex-aluna dizendo que ele foi o cirurgião com menos tempo em cirurgia me deu medo, soou como uma ameaça. Uma ex-aluna muito fria e dando a entender que não ficou feliz em vê-lo. Tenho uma teoria, creio que quando os cortes se tornarem inaceitáveis ao ver dos nossos médicos milionários eles vão interferir com uma quantia significativa e vão ser sócios do hospital, ou apenas doadores.

Adorei o discurso de Bailey, ela foi firme ao dizer o que pensava, concordo com ela, Derek estava protestando, mas ele não pensou que se não for o PS ia ter que ser outra coisa, ou outras pessoas. Era o fantasma da demissão assombrando. Mer estava ótima neste episódio, sempre me fazendo rir ao chorar, eu achava engraçado, pois a personagem não é de ficar chorando pelos cantos e a gravidez proporcionou isto a ela. Ainda mais na presença daquele interno, até eu iria chorar, muito chato, sempre tentando explicar tudo o que faz e acontece ao redor.

Kepner está se tornando uma boa professora, ela é especialista no PS, comanda ele com muita segurança, estou curioso para saber o que ela vai fazer agora que vão fechar, será que ela vai ser demitida?!. Finalmente achou um interesse amoroso que não seja Jackson, rezando para que dê certo, afinal Avery já está em outra.

Alex e Arizona tem um ótimo programa para ajudar as crianças, e Cristina ambiciosa como sempre viu uma mina de ouro, seu discurso na reunião foi o melhor, me fez rir alto, essa é a velha Cristina falando, adoro esses momentos da personagem ela estava em um drama intenso no início da temporada e é bom ver esse destaque para o humor. Owen é um ótimo chefe, isso sempre foi muito evidente, mas no momento em que ele se comprometeu a ajudar Arizona ficou mais claro ainda.

Arizona já sofreu muito, acho que ela merece um pouco de tranquilidade, entendi perfeitamente os motivos dela de não querer contar para Callie sobre a dor fantasma, ela quer ser vista como esposa não como uma paciente muito próxima.

Enfim, estamos na metade da temporada, a trama esta andando em bom ritmo e espero que o plot dos cortes no orçamento não nos custe personagens queridos e também os não muito queridos, pois de perdas de personagens a série entende.
Tecnologia do Blogger.