Girls - S02E01- It's About Time [Season Première]


Girls estreou ano passado pela HBO, e desde então tem sido uma grata surpresa. A série acompanha a vida de 4 garotas de vinte e poucos anos, vivendo em Nova York. Você pode achar que já viu algo parecido, mas a série tem um caráter inovador e original por mostrar os altos e baixos das personagens, não deixando de lado  suas frustrações, erros e inseguranças. Além disso, a série mostra uma Nova York sem as idealizações típicas de séries que se passam nessa cidade, retratando também que é difícil se manter na "Big Apple".

Girls voltou para a segunda temporada com essa originalidade reconhecida pelo Globo de Ouro ao ganhar o prêmio de melhor série de comédia de 2012. Além desse prêmio, Lena Dunham (Hannah), que criou e protagoniza a série, ganhou também o Globo de Ouro de melhor atriz em série de comédia. Ano passado foi o ano de Girls, e que venham mais prêmios. Agora vamos ao episódio.

A temporada começa com as consequências da saída de Marnie do apartamento onde agora Hannah divide com o ex-namorado gay, Elijah. A interação dos dois amigos durante o episódio foi bastante harmônica, sempre elogiando um ao outro, reafirmando o quanto gostam de morar juntos e até dividindo a mesma cama! A relação dos dois está tão "bonitinha" que eu só posso supor que não vai durar muito.

Interagindo com Hannah ainda temos seu novo interesse amoroso, Sandy (Donald Glover, o Troy de Community). Para mim ficou aparente que Hannah só está nesse relacionamento cheio de restrições (ditadas por ela) para que ela supere seus sentimentos por Adam, e acho que ela não fica com ele porque tem a mania de estragar tudo porque ela tem medo de ter um compromisso mais sério com alguém um tanto perturbado.

Adam, por outro lado, admite seus sentimentos por Hannah e o quanto a quer por perto, mesmo que não seja muito gentil com ela. Nas cenas em que ela está o ajudando a se virar com uma das pernas inutilizada (pois ele foi atropelado por uma ambulância), ele parece culpá-la pelo acidente. Mas como ele mesmo disse : "Quando você ama alguém, não tem que ser gentil o tempo todo!".

Marnie começa a temporada no que parece ser a pior fase de sua vida: foi demitida está em fase de transição de empregos, indecisa e infeliz quanto ao término do seu namoro de anos e ainda se distanciou da melhor amiga. A situação é tão desesperadora que ela ataca de Maria Purpurina ao quase transar com Elijah, em uma das típicas cenas de sexo constrangedoras da série, só que dessa vez elevada ao máximo por envolver um gay se enganando novamente e uma garota carente e decadente. Depois disso tudo, ainda vai buscar apoio justamente nos braços do ex-namorado.

Shoshanna  voltou ótima como sempre, só que finalmente não é mais virgem. Ela diz sentir que uma parte dela está faltando agora, mas fica claro que a falta do hímen não é exatamente o que a incomoda. Shoshanna se apegou a Ray e ele não correspondeu como ela esperava, o que nos rendeu as cenas mais engraçadas do episódio, como as tentativas de ignorá-lo ou discussões sobre Facebook e emoticons de panda. 

Jessa apareceu apenas por um breve momento, retornando da lua de mel num casamento bastante inusitado devido ao fato de que ela não sabe ao menos o endereço do marido. Quero mais Jessa nos próximos episódios.

Girls voltou com mais um ótimo episódio, que me deixou ainda mais ansioso pelos próximos.

P.S.: A melhor frase do episódio foi de Shoshanna : "Posso ser desflorada, mas ainda tenho meu valor".

Esse foi o meu primeiro texto pro Viciado em Série, e estarei fazendo as reviews de Banshee também. Comentem o episódio e estejam livres para criticar e discordar. Até o próximo episódio!
Tecnologia do Blogger.