Fringe: Expectativas e Teorias para o Series Finale #FringeDayFinale


Não tem pra onde correr. Não adianta fugir para outro universo. É chegada a hora. Um Fringe Event está pra acontecer e  nada, ninguém poderá escapar. Apertem os cintos porque eles estão chegando! São William Bell que nos guarde.

Hoje nos despedimos de Fringe, uma das melhores séries de todos os tempos. O que nos resta é apreciar os últimos minutos dessa série que, independente de seu final, já ficou marcado em nossos corações. Contudo é preciso assistir o fim, para que possamos ser abduzidos ao sentimento de sonho realizado. Um fim que possa estar dissolvendo todas as nossas intrigas que ao mesmo tempo, satisfaça a todos, apesar de isso ser impossível. Sendo assim, vamos especular os últimos acontecimentos da série.

Um final feliz. Será? É o que você quer? Bem, eu gosto e prefiro finais felizes, porém, em se tratando de uma série criada por J.J.Abrams, podemos imaginá-lo de duas formas. É bem possível que a Resistência consiga atingir o objetivo de viajar para o futuro e que possam convencer o cientista norueguês (William Bell?) a não "desfazer-se" dos sentimentos bons da humanidade. Assim, a trama poderá sofrer um reboot, salvando a humanidade e trazendo os nossos queridos mortos de volta. Mas duvido que será TÃO simples assim.

Pessoas importantes provavelmente morrerão. Quem? Conhecendo J.J. você saberá que ele gosta de mortes relevantes no final, principalmente servindo para dignificar um personagem. É muito provável que Walter, Olivia ou Peter morram. Mesmo com a "time lime off Observer" adquirida. Particularmente não gostaria que nenhum dos três morresse, mas isso dependerá muito da forma. Walter é o provável morto, mas todos correm muito risco. 

Com o possível reboot, depararíamos com situações imprevisíveis. Não sabemos afundo o tanto que os Observadores interferiram na time line. Exemplo: se os observadores não existissem, Peter e Walter não existiria, pois, September salvou eles naque lago, porém, esse fato não ocorreria, pois, se September não tivesse atrapalhado Walter na busca incessante pela cura do "seu" Peter, Walter nunca teria ido atravessar para o Universo B. 

Mas as situações são infinitas e inimagináveis. Talvez, dependendo das interferências, Olívia nunca teria ido atrás de Walter no episódio Piloto da temporada para que ele pudesse ajudá-los. Sendo assim, eles nunca teriam sido apresentados.

Apensar de "The Boy Must Live" ter resolvido muitos assuntos da série, tudo pode acontecer. O garoto Michael ainda é um mistério e parece que ele tem um plano em mente, devido a forma que se entregou aos Observadores. Burro ele não é. Longe disso.

O que podemos esperar é um final eletrizante, emocionante, espetacular. Eles não vão mostrar menos do que isso. Tenho certeza que a equipe comandada brilhantemente por J. H. Wyman vão nos dar um final épico, para deixar um presente a altura dos fãs que sempre apoiaram incansavelmente a série e que foram preponderantes para sustentá-la por cinco anos. 

A quinta temporada trouxe isso: nostalgia, revelações e emoções. O fim será dessa forma, para que possamos re-assistir a série inteira novamente, tendo sempre um gostinho de estar sempre dentro de um Fringe Event.

Queria desejar a toda nação Fringe um excelente episódio e que todos possam curtir cada segundo dessa série que ficou marcada em nossos corações e que deixará saudades, contudo, a certeza de ter sido uma série com início, meio e fim de forma espetacular.
Tecnologia do Blogger.