Top 10 Melhores Séries de 2012: 7ª Posição - Breaking Bad


Em oito excelentes episódios Breaking Bad conclui a metamorfose de Walter White e entrega uma das melhores “temporadas” de 2012.

É difícil falar de Breaking Bad, difícil fazer um texto que honre e evidencie todo o brilhantismo desta série. Quando chegar ao fim no próximo ano certamente ela será uma das obras mais incríveis e belas desta década. Sim, porque alem de tudo Breaking Bad é bela, cada detalhe dos episódios diz algo sobre seus personagens, cada detalhe técnico e cada pedaço da série se comunica com o telespectador.

E narrada de uma forma poética chegamos ao final da trajetória de Walter White. Aliais nem podemos chamar o personagem por esse nome, ele agora é o manipulador, poderoso e por vezes inconsequente Heisenberg. Walter trilhou um caminho sem volta e levou algumas almas consigo, hoje o personagem é movido somente pelo seu ego, sua necessidade de dizer que é  superior.

A série retornou com um ritmo bem diferente dos que estávamos acostumados e em oito episódios muita coisa aconteceu.  E é verdade que muita gente estranhou o quanto a trama andou nesta primeira metade da temporada, mas tudo estava lá: a beleza cinematográfica, o impacto emocional e a tensão costumeira da série e claro, as pequenas auto referencias que já são uma tradição na temporada final de qualquer série e que aqui tomam um significado muito maior.

Cenas como a de Skyler sufocada por Walter diante de sua família em “Fifty-One”, o impacte assassinato de uma criança em “Dead Freight” e a bela (ainda que inesperada) despedida de Mike em “Say My Name” são só exemplos da intensa carga emocional que tivemos neste ano, característica da série que não foi perdida nesta temporada. O modo intenso como as coisas aconteceram são condizentes com as características que Heisenberg evidencia agora.


Breaking Bad é uma das melhores séries do ano porque trouxe episódios impactantes, emocionantes e imprevisíveis, todos os elementos que uma excelente produção precisa ter. Conseguiu cativar e envolver os telespectadores de uma forma interessante. Se no inicio da série sentíamos pena por Walter, hoje sentimos medo e mesmo desprezo pelas atitudes do personagem.

E se não temos certeza se o câncer do personagem voltou, como evidencia as cenas iniciais de “Live Free Or Die”, sabemos que o ego de Walter se encarregou de lentamente destruí-lo e apagar qualquer lembrança do homem que ele uma vez foi. Fica difícil acreditar que o personagem encontrará redenção.

Infelizmente a jornada de Heisenberg não chegou ao fim, graças a uma estratégia equivocada da AMC (que também é no mínimo desrespeitosa com os fãs) só veremos a segunda metade da temporada em meados de 2013. Teremos no mínimo seis meses para descobrir como Hank vai reagir agora que descobriu quem é Walter White, um gancho que apesar de evidente é extremamente cativante.


Brutal e emocionante a série entregou ótimos momentos neste ano, ainda há muita coisa em aberto, mas é natural uma vez que estamos falando de metade de uma temporada, mas por trazer grandes episódios este ano Breaking Bad não poderia estar de fora de nossa lista.

A série deve retorna para seus 8 episódios finais em julho de 2013.

Top 10 Melhores Séries de 2012:

07ª Posição: BreakingBad
08ª PosiçãoHomeland
09ª Posição: American Horror Story 
10ª Posição: Suits

Importante: o TOP 10 foi montado de forma democrática com a participação de 14 colunistas do Viciado em Série. Cada um escolheu as 10 melhores séries de 2012. A lista foi juntada, montando a ordem que está sendo publicada.
Tecnologia do Blogger.