Pular para o conteúdo principal

Homeland: "The Choice" 2x12 [Season Finale]


A calmaria que antecede a tempestade.

Se havia dúvidas sobre o futuro de Homeland, está aí. A série deve durar enquanto existir o terrorismo, quer dizer, para sempre. Se for como a excepcional qualidade exibida nessa segunda temporada, pode durar para sempre mesmo e mais duas semanas.

"The Choice", episódio que encerrou a temporada (já disse que ela foi excelente?), demorou a engrenar. Tudo bem que àquela altura, pouco era esperado. O que esperávamos desse episódio era a respeito da tal emboscada à Brody e saber qual cliffhanger seria apresentado para dar início a trama que desenvolveria a próxima temporada. 

Os produtores praticamente dividiram o episódio: usaram os primeiros 30 minutos para dar um desfecho ao assunto que sabíamos que não ia levar a nada. Claro que Brody não iria morrer. Mas como ele iria escapar do perspicaz e infalível Quinn? De forma coerente, Quinn simplesmente deixou de matar Brody quando ele deixou de ser uma ameaça, apesar de também estar pensando em Carrie. Mas isso naquele momento, pois, com os acontecimentos finais, Quinn deve estar lamentando não ter matado Brody, ao analisar apenas pelas informações da imprensa.

"Eu sou o cara que mata os cara maus e vou acabar com sua raça se você matar Brody". Mais ou menos nessas palavras.

A primeira parte do episódio também tratou de colocar as coisas no lugar. Brody disse a Mike, seu amigo: "Fique aí, transe com minha mulher e cuide de meus filhos para mim que eu vou ali viver a minha vida com um novo e perigoso amor". Mais ou menos nessas palavras. Estes disse: "Saul, você está livre, não preciso de você mais", enquanto pensa em como apunhalá-lo pelas costas novamente. Fechando esse ato, Brody diz toda a verdade para a sua filha. Verdade dolorida, mas necessariamente dita.

Mas as coisas esquentaram mesmo quando Saul colocou Carrie contra a parede, fazendo ela decidir seu futuro imediatamente. "Pare de transar com um terrorista e venha viver a vida que você sempre quis!" Mais ou menos nessas palavras. Carrie mais uma vez seguiu seu coração. Escolhera Brody para viver eternamente, de malas prontas para o interior para cuidar da colheita de batatas para o resto da vida. 

Esse amor de Carrie à Brody ainda é um mistério. Pelo lado dela não há dúvidas, mas pelo lado de Brody... não sei, sei lá. Ainda não consigo acreditar que ele esteja apaixonado por Carrie, apesar de que os fatos dizem isso. Ok, vamos ficar por enquanto com Brody amando Carrie, por enquanto. Aquela cara que ele fez quando Carrie disse que tinha escolhido ele...

Antes do "sejam felizes para sempre", o episódio pegou fogo, literalmente. Pela primeira vez acreditei em Brody. O que ele disse faz muito sentido. "Nazir morreria 10 milhões de vezes mais duas semanas por isso". Mais ou menos nessas palavras. Faz sentido. Nazir, um importante terrorista nos EUA sozinho? Ali tinha coisa. Ele veio para morrer, ficou claro. Ele queria juntar a CIA e mandar todos para os ares. Só conseguiria isso se a CIA abaixasse a guarda em um momento de comemorações e lamentações. Ele conseguiu. Se sacrificou para vingar seu filho, mandando 200 pessoas para a morte. Incrível.

Um atentado digno dos piores da humanidade, confessado posteriormente pela Al Qaeda, mas não antes de  ferrar completamente com a vida de Brody. Como conseguiram pensar em uma atrocidade dessas. Incrível.

Carrie acreditou em Brody, mantendo-o seguro enquanto tenta limpar seu nome. Esse é o seu objetivo para a próxima temporada enquanto luta no comando da CIA ao lado de Saul para exterminar os terroristas responsáveis por isso.

Acredito que Carrie convencerá Saul a dar Brody como morto, para que possam lutar diretamente contra os terroristas e ainda, protegendo se amor. 

A temporada se encerra incrivelmente sensacional.

"Depois da tempestade vem a calmaria, mas como saber se depois disso não virá outra tempestade?" 

Esse é o lema de Homeland, uma série que expõe muito bem a real situação do terrorismo mundial, muitas vezes, jogado para de baixo do tapete. Um temporada magnífica encerrada de forma sensacional. Falar mais o quê? Palmas lentas de pé! Mais ou menos assim.

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Netflix Divulga TOP 10 Séries mais vistas por super maratonistas

PREPARAR, APONTAR, ASSISTIR: MAIS DE 8 MILHÕES DE ASSINANTES QUEREM SER OS PRIMEIROS  NA MARATONA DE SÉRIES DA NETFLIX
Um novo tipo de aficionado surgiu com a Netflix, e eles estão correndo para serem os primeiros a terminar séries como Stranger Things, House of Cards, Fuller House e outras . Assistir a uma série inteira antes de todo mundo virou um novo símbolo de status.
A Netflix mudou a forma como o mundo se relaciona com séries  - espectadores podem assistir quando, onde, como quiserem e, principalmente, em qualquer ritmo. Ao fazer isso, a Netflix viu o surgimento de um novo tipo de fã: o super maratonista. Completando em um dia o que os outros levam semanas, os super maratonistas se empenham para serem os primeiros a terminar uma série, assistindo a uma temporada inteira nas primeiras 24 horas após o lançamento. 

No total, 8,4 milhões de assinantes da Netflix se tornaram super maratonistas, e a única coisa mais rápida do que o ritmo em que eles assistem a séries é o ritmo de cresc…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…