Grey’s Anatomy – S09E08 – Love Turns You Upside Down


O encanto e a magia da simplicidade.

Grey’s Anatomy sempre se destacou por sua maneira de levar emoção ao expectador, episódios emocionantes e bombásticos, mas também conhecida por episódios simples e que fazem com que a série nos cative ainda mais. Ao início do episódio eu me encantei com aquela música de fundo e as pessoas andando em câmera lenda, tudo muito mágico e foi assim que eu assisti a este episódio.

Sempre que era um grande momento para algum interno como, por exemplo, dar a notícia do transplante de coração, salvar a vida do recém-nascido, a chance de conseguir uma cirurgia fantástica isso tudo moveu o episódio. Acho interessante a iniciativa de fazer um episódio centrado nos internos, mas desde que não interfira na trama principal. Alguns dos internos me lembram de personagens queridos como, por exemplo, o Ross me lembra claramente George, educado e gentil com todos, Edwards me lembra Yang, determinada e inteligente. Wilson mais conhecida como “Princesa” me surpreendeu por sua história de vida, mostrando o quanto é esforçada e calando a boca de Karev que a subestimou.

Brooks é uma das internas que eu mais simpatizei, ela é um pouco inocente e obedece a ordens a todo custo, mas quando percebe que estas ordens já estão passando dos limites ela interfere. Fiquei com pena dela, mas também ri muito neste episódio, ela sempre querendo exercer a medicina, mas Mer (Medusa) nunca deixava. Tem também uma interna loirinha que ficou competindo com Edwards por cirurgias, não gostei dela, muito sem graça, mas a correria e competição que as duas geraram me lembraram da batalha épica entre Cristina, Mer e Izzy para saber quem iria ganhar o “Pager Brilhante”, eu simplesmente adorei aquela batalha.

Neste episódio nossos queridos médicos eram meros figurantes, principalmente Arizona que apareceu por quase 10 segundos só para elogiar Karev. Foi bom ver que mesmo em um episódio centrado nos internos, a busca de Callie em melhorar Derek ainda continua, não entendo o motivo da implicância com a ideia de receber um nervo de sua irmã, ou um nervo vivo. Mer está grávida, isso já foi revelado no episódio passado, mas agora tivemos a confirmação.

Kepner é tão distraída que estava ensinado Ross e nem sabia, não acho que ela deva reclamar, pois se Hunt não tivesse dado essa chance ela estaria dando banho em animais e cuidando de uma fazenda. Wilson avançando na paciente foi muito legal, eu não gostei das duas logo no parto. Queria dar apenas uma atenção para Edwards dançando, ri muito.

Depois de 41 minutos da simplicidade mágica de Grey’s encerramos o episódio perfeitamente, com os atendentes correndo contra o tempo para salvar os pacientes e os internos admirando a imagem.

“Não acredito que eles eram como nós.”-Wilson.

OBS: Brooks na confusão de telefonemas foi ótimo.
Tecnologia do Blogger.