Pular para o conteúdo principal

The Good Wife: 4x05/06 - Waiting For The Knock/The Art Of War




Dois episódios mornos de The Good Wife e no geral a série ficou estática. Pouco aconteceu em ambos. Dói um pouco reconhecer que a série poderia estar melhor. Após o ótimo ‘Don't Haze Me, Bro’ o que se seguiu foi uma trama lenta sem grandes destaques, nada que incentive a desistência da série, porem me preocupa o “desenvolvimento’ (ou a falta de) pelo qual alguns personagem estão passando.

Nessa perspectiva o trama de Kalinda é a mais enfadonha, visto que em 3 temporadas vimos uma personagem forte e segura de si. A presença de Nick descaracterizou a personagem e chegou ao ponto de nos fazer desejar uma pausa nessa historia. O problema é que as atitudes da personagem pouco refletem a mulher que conhecemos. Kalinda esta passiva demais. Talvez a ajuda de Cary melhore as coisas neste aspecto, afinal ele está meio desperdiçado na historia até aqui.

Dito isso voltamos a nossa atenção a Alicia e mais uma vez conseguiram passar a perna na mulher. A freqüência com que a personagem é enganada esta começando a me incomodar e a revelação de que Maddie irá concorrer contra Peter foi bastante decepcionante. Muita gente esperava tal “reviravolta”, entretanto ainda torcia para que a simpatia da moça por Alicia fosse legitima (talvez eu seja tão inocente quanto ela).

E ao menos Eli terá mais motivos para surtar, pois afinal agora tem dois inimigos de peso. Alem de Maddie também temos Mike Kresteva (Matthew Perry está confirmado para voltar a série, apesar de protagonizar Go On), dois candidatos que não jogam limpo. Se Peter e Alicia não adotarem uma postura mais realista e agressiva serão massacrados ou talvez sejam salvos por uma intervenção divina, algo os roteiristas da série parece estar dispostos a entregar, mas que definitivamente mataria o espírito do show.


O destaque ficou mesmo por conta dos casos da semana, nem tanto do quarto episódio, acredito que o caso da prisão Lemond Bishop ainda não foi encerrado, mas a trama de “The Art Of War” foi no mínimo interessante. É de conhecimento geral que as forças armadas americanas são bastantes conservadoras e o caso da Capitã estuprada evidenciou o espírito feminista da série, mesmo que ela não tenha saído vitoriosa.

Como já havia dito os dois episódios foram mornos e é de se esperar que as coisas melhorem, mas a lista de erros de ‘The Good Wife’ está extensa demais. Os destaques negativos são os seguintes:
  • A falta de destaque de personagens como Will e Cary.
  • Alicia e Peter que começam a ter problemas com seus excessos de ética.
  • O desinteressante plot de Kalinda e o desperdício de uma ótima oportunidade de levar a personagem a um novo nível.
  • A crise da firma já é algo que vimos antes e apesar dos constantes golpes que “Lockhart & Gardner” sofre nada evidencia uma ameaça real.

Só nos resta torcer para que depois dessa metade inicial da série que The Good Wife recupere o fôlego, afinal sabemos que ela tem potencial para isso. Entretanto se isso não acontecer não ficarei surpreso de ver pessoas "pulando o barco."

Nota 4.05 - Waiting For The Knock: 07/10
Nota 4.06 - The Art Of War: 07/10

Promo do próximo episódio:

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…