Pular para o conteúdo principal

Revenge - S02E08 Lineage




Como já dizia o sábio do Mario Quintana...
"O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente... "


Parece que Revenge aprendeu que as suas ações no passado, terá consequências em um futuro não tão distante. 
Vou dizer que ouvi de alguns que o episódio não foi bom, para mim ele foi excelente, respondeu perguntas que todos os fãs faziam, e mudou um pouco o ritmo da série, na verdade achei esse episódio, em especifico, bastante tenso, me emocionei em diversos momentos (é gente acho que estou um pouco sentimental hoje), e vi na Victoria os motivos de sempre amar esse personagem, e a cada episódio só quero e espero ver a Vic brilhar como uma boa rainha das trevas, ou seria da vingança? 

Comecei falando do passado pois o episódio fez uma volta ao tempo, voltamos para o ano de 2006, ou seja, seis anos antes. 
Logo no inicio de Lineage damos de cara com a Emily um pouco diferente, em um bar, e percebemos que naquele momento, foi onde Ems enfim conheceu Aiden e Ashley.

Apesar da sua vingança contra os Grayson já havia começado, pelo menos era uma vingança meio que as escuras, colhendo o que acontecia na família, acredito que era o momento das estratégias de seu jogo... Takeda (sim aquele mesmo, que ainda não sei o motivo de treinar pessoas revoltadas) colocou Ems em sua última "missão" antes de se virar de vez contra os Grayson, ajudar a encontrar uma menina chamada Collen, que foi pega por um traficante de pessoas (é a mesma coisa que em Salve Jorge e não, não assisto a novela mais sei sobre o que se trata! rs)... Um pouco estranho essa missão vamos combinar? Mas tudo bem...


O Aiden desde do principio parece realmente preocupado com a Ems, mesmo sem conhecer, tentando alerta- lá sobre o tipo de pessoa que ela estava interessada em conhecer,  como o tal  do traficante. (Achei fofo!! E olha que eu tinha um pé atrás com ele... )



E a Ashley... tudo bem, todos vocês já estão cansados de saber que não sou fã dela e não tenho nem o trabalho de falar sobre ela nas minhas reviews, mas como estou sentimental hoje, que venha a Ashley...  E até consegui sentir pena dela!
 A menina está literalmente no fundo do poço, tentar se prostituir? E ainda nem ligar pelo que pode acontecer com ela? Eu sei que a vida para alguém que se forma em história da arte não deve ser fácil mas por favor né... prostituição? Com certeza essa deveria ser a sua última opção... e quem a salva dessa futura vida? Nossa loira maravilhosa, e claro ganhando uma aliada no futuro, talvez essa missão não tenha sido um desvio no caminho...Grande Takeda! 

E o que Aiden tem haver com a história? 
Um conselho: Por favor prestem atenção em quem vocês magoam... porque depois que vi revenge, acho que tudo daria uma excelente vingança... 
Então o Aiden também estava em uma missão, mas uma particular, sobre a sua família, sua irmã, o traficante de pessoas ou melhor de mulheres, levou a sua irmã e o fez assistir toda a cena. 
Naquele momento percebi o porque da aproximação entre a Ems e Aiden, os dois sofreram, os dois tiveram sua família retirada por terceiros, os dois presenciaram a tudo, isso com certeza revolta qualquer ser humano e transforma pessoas que poderiam ser felizes em grandes vingadores. E claro é na dor que nos aproximamos e é com ela que grandes laços são feitos, sendo assim entendo toda a relação de Aiden e Emily... 


E foi assim que Aiden conheceu Takeda (ainda desconfio disso) e que Ems ajudou alguém que não conhecia, arriscando a própria vida. 


Mudando um pouco de ambiente... quero falar do Nolan... 
Ah... enquanto não gosto da Ashley eu amo o Nolan e adorei o episódio também mostrar o seu passado, como disse anteriormente esse foi um ep tenso, do inicio ao final... 
E no caso do nosso loiro, mostrou o inicio da Nolcorp quando ela começou a dá os primeiros passos de que seria uma grande empresa, mostrando uma pequena comemoração entre os funcionários, e o relacionamento do Nolan com o diretor financeiro da empresa... 
Alguém que ele realmente gostou... 
Mas Nolan mostrou que sua gratidão com o David Clarke é mas do que apenas ajudar a Emily em suas vinganças, demonstrou que ele amava e admirava o David, afinal foi a primeira pessoa que acreditou nele, e esse tipo de voto de relacionamento é eterno! 
O Nolan que no episódio anterior deixou que Aiden entregasse nas mãos do Daniel praticamente a sua empresa, dessa vez ele deixou seu amor, por acreditar no David acima de tudo, senti pena dele, muita de verdade e me emocionei nessa cena. ( Tô sentimental já avisei vocês!)


E quem disse que o episódio acabou por aqui? 
Hum.. tem muito mais pela frente ainda... 

Incluindo a minha rainha, Victoria Grayson... E mesmo sendo o ep em que a Ems conhece Aiden e Ashley, que Nolan deixa seu amor ir embora, sem sombras de dúvidas o episódio foi da Victoria, inteiro, eu esperava pelas cenas dela com a sua mãe, sim gente a mãe da Vic apareceu no episódio, e percebemos a quem a nossa vilã puxou, a genética raramente falha...

  "Amor não se conjuga no passado; ou se ama para sempre, ou nunca se amou verdadeiramente." 

E depois dessa frase que vou falar de Marion, mãe da Vic, o porque dessa frase? Simples, Marion nunca amou a sua filha, nenhuma mãe que realmente é mãe, jamais deixaria um filho por um homem, jamais deixaria a filha matar alguém e ser internada em uma clinica psiquiátrica...  PLMDDS... 
Geeente nenhuma mãe que ama seu filho faria algo desse tipo, nem mesmo a Victoria que apesar de todos os defeitos, ela faria e faz tudo pelos seus filhos. (Pelo menos não puxou a mãe nisso).


Eu fiquei chocada com a frieza da Vic, apesar de se mostrar abalada manteve aquela postura de má, de que tudo é muito fácil para mim, e não é, não tem como ser fácil, quando enfrentamos os nossos maiores medos, e ela estava depois de 35 anos enfrentando seu maior pesadelo.


E essa mulher me assustou (uma cara muito da estranha), entendo o porque a Vic tremeu nas bases, o que me impressionou nessa vingança foi o apoio do Conrad, apesar de não gostar dele, ele sempre esteve ao lado de sua mulher.
Amei quando ela disse tudo para a Marion, quando ela colocou a mãe em seu devido lugar, ela mereceu, e ainda acho que merecia mais... 



E alguém mais amou essa cena? 



E para a minha surpresa, que já estava espantada com a Vic e a sua vingança, imagina a minha cara quando descobri que ela tinha armado tudo? Que o homem era um plano dela depois de 35 anos? Realmente Vic seguiu a risca o ditado de que vingança é um prato que se come frio...

E o Daniel? 
Ele é um chato e todos já sabemos, mas poeta? é novidade... e até parece que a família Grayson ia aceitar um escritor, é claro que mataram seus sonhos...


O núcleo do bar teve mais movimento nesse episódio, descobrimos que a "briga" daquele homem que quer tirar o bar do Jack (não sei o nome dele, e nem quis decorar, desculpas)
é antiga, e claro mas uma vez por vingança, o pai dele tinha uma divida com o pai do Jack e foi assassinado por um amigo de seu pai (do Jack)... Portanto mas uma vez aconselho a vocês a olharem bem onde andam pisando... de verdade...



E depois dessa volta no passado, no fim do episódio, retomamos ao presente... 
Com Ems e Aiden ainda na cama... trocando juras... Muito fofos!! Tô gostando do casal e a Emily precisava disso! 


E sobre o seu duplo infinito....


Observações Finais:

  • Primeiro quero pedir desculpas pelo atraso na review, vou tentar evitar isso... 
  • Charlotte e  Amanda Fake não estiveram presente no episódio e por este motivo nem toquei em seus nomes na minha review. 
  • Declan apareceu, mas quase que nem vi, não achei interessante falar sobre ele.
  • As teias dessa vingança são bem maiores do que pensamos...
  • E o Daniel chamou para ser seu aliado o ex love do Nolan... já estou com pena dele! 

Promo do próximo episódio: Revenge - S02E09 Revelations
















Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…