Pular para o conteúdo principal

Previously on Homeland



Difícil encontrar palavras para elogiar ainda mais Homeland, a série tida como a melhor série dramática da atualidade, que caminha a passos largos para manter a coroa.

"Vai se difícil superar a primeira temporada", era o que todos pensavam após a renovação da série. Após oito episódios, ainda é difícil dizer qual é a melhor temporada, mas isso não importa. O que importa é que a nova temporada está tão boa quanto, para a satisfação dos viciados em séries de bom gosto.

A trama se desenvolveu de forma surpreendente. Após os desfechos da temporada passada, pouco era imaginado. Eles conseguiram, mais uma vez. Os EUA continuam sob ameaça terrorista e agora a CIA sabe de detalhes retirados de uma fonte fidedigna. Brody: a peça chave do plano terrorista foi descoberto, para o seu desespero e para a alegria de Carrie. "Você estava certa. Sempre esteve." Essa pequena frase dita em um certo momento, trouxe nossa agente de volta à realidade, de volta à perspicaz agente de sempre, que, mantem ainda o país a salvo, mesmo cometendo necessárias loucuras.

Para aliviar um pouco a tensão imposta no plot principal, a temporada veio dando espaço para uma sub-trama protagonizada por Dana Brody, a jovem que sempre esteve na cola das falcatruas de seu pai, que agora, tenta resolver um assunto criado por si, que causou a morte de uma senhora inocente. Dana não a matou diretamente, mas isso não importa. O que importa (2) é que a jovem não conseguiu guardar para si o acontecido, dando sua cara à tapa e sofrendo as consequências. Um plot que parecia desinteressante, mas tornou-se parte da bela estória contada na série, principalmente quando as misturas entre política, terrosismo e caráter surgiram.

Vale destacar a fenomenal atuação de Morgan Saylor, a jovem que mostrou talento adulto, digno de prêmios, principalmente no 2x08 da série, quando interpretou de forma magnífica.

Falando nisso, é retórico dizer que o elenco é fenomenal. Claire Danes e Damian Lewis estão simplesmente (como se fosse fácil) fantásticos. Nenhuma novidade, mas parece que nessa temporada eles estão mais soltos, sem aquela pressão de estreia e motivados pelos últimos prêmios que ambos receberam. Houve cenas nos últimos episódios que saíram do normal. Cenas que deram uma veracidade incrível para a trama, quase que , forçando o telespectador a se levantar e aplaudir de pé. Palmas lentas.

A temporada caminha para a reta final: Brody esteve nas mãos da CIA, quando sofrera praticamente mais uma "lavagem cerebral", aceitando (não tinha outra escolha) fazer parte da conspiração para descobrir o plano confirmado de ataque aos EUA.


Agora, toda essa investigação foi descoberta e Brody foi recapturado pelos terroristas, em mais uma reviravolta sensacional que a trama impôs.

A CIA... está de mãos atadas, mas nunca sem um plano para pegar os crápulas, e é claro, principalmente, devido à presença de Carrie. Ela está bisonhamente apaixonada por Brody, mas isso é o que está (ou estava) mantendo Brody como "aliado".

O outro lado da série também se desenvolve bem. Jessica está a ponto de um colapso, não aquentando mais as mentiras de Brody, e olha, a probabilidade de ela reatar com Mike é grande, além de provável. Brody merece esse castigo. Esse é um dos mínimos castigos que ele deve sofrer.


A morte de Tom Walker ainda não foi esquecida e seus ex-companheiros, principalmente Mike, lutarão para mostrar a verdade (se a CIA deixar), pois, não há mais dúvidas da autoria de Brody.

Enfim, a temporada até o momento está fantástica, praticamente perfeita. Homeland mostrou que veio para ficar, fincando a estaca de uma das melhores séries da atualidade.

PS: Desculpem-nos por não mantermos reviews por episódios de Homeland. Tivemos alguns problemas, mas garantimos que a reta final da temporada terá uma cobertura como a série merece. Aprofundaremos mais sobre essa conspiração que tira os nossos fôlegos a cada episódio.

Promo de "Two Hats" 2x09

     

Postagens mais visitadas deste blog

Confira as 5 séries mais vistas na Netflix pelo mundo

Nos últimos dez anos, a Netflix transformou a forma como o mundo assiste filmes e programas de TV, fornecendo aos assinantes uma enorme biblioteca de clássicos convencionais  e dezenas de recomendações personalizadas - tudo disponível na ponta dos dedos. Isso é mais do que apenas conveniência,  é a metamorfose da mídia.
Usando os dados do Google Trends, o site highspeedinternet.com classificou os países pelo número de pesquisas relacionadas à Netflix e referenciou as suas classificações com as séries mais procuradas. No mapa acima você confere qual é a TOP de audiência em cada país, e, abaixo você confere quais as 5 séries mais procuradas no serviço de streaming.
TOP 5:

1 - Sherlock
2 - Friends
3 - Narcos
4 - House of Cards
5 - New Girl

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…