Pular para o conteúdo principal

Nikita - S03E04 - Consequences


"It's Amanda's army" - Nikita 

O que dizer de um episódio que, em menos de vinte minutos, já traz de volta Amanda e Owen? Intenso, intenso e intenso! A intensidade marcou todo o episódio, perpassando pelos relacionamentos e atingindo o clímax com a proposta de vingança da Amanda.

“That’s my...excellent professional colleague” – Birkhoff

Finalmente, vimos um avanço no relacionamento entre Birkhoff e Sonya! Apesar de, ainda estar um pouco perdida em relação à causa do estranhamento entre os dois, comecei a pensar em algo que se relacione ao trabalho. Alguns diálogos entre os personagens me levaram a esse pensamento, no entanto, isso não faz muito sentido já que o que mais temos dentro da Division são relações afetivas, né? Enquanto não temos mais respostas, ficamos aqui achando extremamente fofos os momentos que eles trabalham juntos e funcionam maravilhosamente (e inteligentemente) bem.

“(…) and watch this place destroy another person that i love” – Sean

Ainda falando de casais, mais avanços foram exibidos em “Consequences”. E, obviamente, Alex e Sean não poderiam ficar de fora. Eu sei que a maioria de vocês ama e torce pelo novo casal, mas confesso que não consigo gostar do Sean. Consigo entender toda a preocupação com a Alex, mas esse discurso hiper negativo contra a Nikita ainda me incomoda bastante. Mas, como nem tudo é do jeito que eu quero, Sean, finalmente, (acho que essa é a palavra que define esse episódio) se declarou pra Alex, a beijou e a deixou confusa e assustada. Sem saber como lidar com a pressão exercida pela nova Division e com a aproximação de Sean, Alex acabou tomando um comprimido. Acredito que todos sabemos que, no auge dos acontecimentos, nenhum dos personagens tem capacidade psicológica para lidar com esse turbilhão de mudanças. E, pra Alex, isso não seria mais fácil, né? Espero, de verdade, que tenha sido somente um deslize, mas, no fundo, acredito que esse fato ainda vai render um possível motivo futuro para culpar a protagonista, Nikita.

“You kissed and made up?” – Owen

Voltando a série - mais lindo que nunca! – no quarto episódio, Owen apareceu como uma peça chave para vingança de Amanda. E, como se não bastasse estar envolvido na questão da “chave- mestra”, ainda há muito por trás do passado do personagem. Sua relação com Amanda e, possivelmente, os seus conflitos psicológicos, ainda fornecerão desdobramentos enormes para a série. Em meio a isso, aposto em uma aproximação afetivo-amorosa entre ele e Nikita ou, pelo menos, desentendimentos entre os dois e Michael.

“I gave Nikita everything. (...) I created the Nikita people fear and respect. Then, she used the gifts I gave her against me. I’m ready to return the favor.” - Amanda

Tan, tan, tan taaaan! Finalmente, (não disse que essa é a palavra do episódio?) Melinda Clark resolveu dar as caras na nova temporada e já chegou revirando grande parte dos núcleos. Além da história com Owen, – ainda precisamos descobrir qual o motivo dessa fixação dela com o ex-guardião – Amanda regressou preparada para acabar com Nikita a todo custo. Entretanto, como já podíamos imaginar, não há nada de fácil ou rápido nessa vingança. Aparentemente muito bem orquestrado pela ruiva, o plano inicial é fazer com que a protagonista pague, pouco a pouco, tudo que “fez” a ela (“Death is the last step of her journey, and we’re not there yet”). E, é claro, que já podíamos imaginar que, quando se trata de Amanda, nada é brincadeira. Depois do pequeno “presentinho” que ela conseguiu infiltrar na Division e matar alguns dos funcionários, eis a suspeita de que Amanda possui um infiltrado na organização. E, se pensarmos no conjunto de diálogos da personagem, faz algum sentido pressupor que a existência desse infiltrado seja a vingança pela entrada da Alex na Division, como informante de Nikita, na primeira temporada.

Linha de pensamento: Amanda diz que ensinou coisas à Nikita e que ela, por sua vez, as usou contra ela. Depois disso, a ruiva diz estar pronta para retornar o favor e, por fim, Amanda diz: “I’m not done teaching her”. (Pra mim isso faz todo o sentido, pra vocês, não?)

Só nos resta esperar que todas aquelas fotos da Nikita em momentos felizes (e, sempre, com o Michael) não queiram insinuar a atuação do agente junto à vingança de Amanda. Além disso, ainda é bom lembrar que na última Comic Con, o Craig deixou bem claro que o casal enfrentará uma série de problemas.

Cadê a música? Aparentemente, a preocupação geral com a intensidade do episódio fez com que os roteiristas esquecessem de colocar uma trilha sonora bacana no episódio.

Perguntas que ficam: O que, diabos, a Amanda quer com o Owen? Qual o próximo passo dessa vingança? Cadê o passado de Michael? E, quanto a Alex? A personagem terá uma recaída? Os roteiristas e diretores saberão dar um rumo para cada personagem sem que todas as histórias se atropelem e vire uma bagunça?

Infelizmente, a série entrará em Hiatus e só voltará no dia 30 de novembro. Enquanto isso, o Viciado em Série não ficará parado e teremos um post especial sobre a série na semana que vem. Aguardo vocês!

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…