Hunted - 1x04-05 - Kismet / Ambassadors


Começarei pedindo Mil perdões pelo atraso das reviews de Hunted. Não desconfiem do meu amor pela série, porque é ENORME. Foram contratempos, viagem de oito dias, entrevista de emprego e depois colocando todas as séries em dia e UFA... Finalmente estamos aqui.


Hunted, na minha opinião, é a melhor estréia da Fall. Uma grata e linda surpresa. Os três últimos episódios só mostraram que a série é muito bem produzida e no ponto pra deixar os fãs cada vez mais focado no destino de Sam.

Em Kismet (1x04) temos nosso vilão Jack Turner empenhado em conseguir os 30 milhões a mais que ele colocou na oferta de compra no leilão da represa. Dinheiro esse que ele nem sonha em ter. Mas pra Jack tudo é possível, desde que haja uma forma de matar alguém pra conseguir oque deseja, pra ele não tem graça armar algo sem que alguém morra. Como esse homem gosta de matar pessoas, meu Deus. A facilidade com que matou o professor com golpes na cabeça foi demasiadamente fria. Não quero nem ver até onde nosso querido Jack será capaz de chegar quando descobrir que Alex Kent (Sam) não é quem diz ser.

Fomos também apresentados ao namorado da Zoe, não sei se foi algo bom ou ruim, afinal, dois episódios depois o cara não reaparece e não pareceu acrescentar nada na história. Talvez isso será tratado no futuro, em uma segunda temporada, será? (sonhando). Acho estranho o fato de Zoe ser a única que não fede, nem cheira. Tirando o namoradinho que não anda, ao qual fomos apresentados nesse episódio, nada sobre ela foi realmente relevante, nada mesmo. Será que ela seria a única boa funcionária, sem antecedentes criminais e históricos de traição? Plaquinha de funcionária do mês pra ela.

Após descobrir sobre Hourglass, Aidan está focado em descobrir do que se trata e enquanto isso Deacon e Keel desconfiam cada vez mais que ele é o traidor da equipe. Natalie é chamada no escritório de Keel para que ele tente arrancar algumas informações da mocinha. Ela bate pé e afirma não ter nenhum agente duplo na Byzantium. Por quanto tempo Natalie vai conseguir proteger Aidan?

Fowkes está se metendo num ninho de cobra agora que está infiltrado trabalhando pro Dave e ao lado de Tyrone, que apesar de ter esse nome de bonequinho dos Backyardigans, não tem nada de fofinho. O cara faz qualquer serviço por dinheiro.

Mais um personagem pra história e mais um controlado por Jack Turner, o padrinho do fofo do Eddie está por trás de algumas tramas do Jack, para completar ele desconfia que a pessoas que viu na janela espiando Jack Turner matar o professor seja Sam e a convida pra um jantar. Ela aceita é claro, pra mais uma vez reinar em um vestido lindo, e deixar Stevie se mordendo de ciúme. Foi extremamente bizarro ver Sam conseguir contorna a situação ao ser confrontada sobre quem ela era, dopar o homem, sair pra arrombar o escritório dele com Aidan, voltar pra se jogar no sofá ao lado dele e fingir que estava dormindo o tempo todo. Sério, eu amo a Sam. Toda aventura serviu pra descobrir como Turner faz sua fortuna, através de explosões pré planejadas.

Fechamos o episódio com chave de ouro ao ver o falso Dr. Goebel conseguir pegar Sam e injetar, seja lá o que for aquilo, no olho dela.

Em Ambassadors (1x05) tivemos algumas dúvidas sanadas, como por exemplo, quem era o falso Dr. Goebel, quer dizer, não taõ sanadas ainda. Apenas sabemos que ele conhece Sam, sabe quem ela é e está ali na intenção de protegê-la, mas quando se trata de Hunted, eu aplico a lição dada por Emily Thorne (revenge), ou seja, não confio em ninguém.

Além da certeza de que Aidan é o traidor dentro da equipe, descobrimos com detalhes o que é Hourglass que é uma corporação de conspiradores contra o governo e Sam parece ser uma ameaça para eles, provavelmente essa ameaça nos remete ao trauma de infância que ela tem, o sequestro e a morte de sua mãe.

Sam finalmente comprova sua desconfiança sobre Aidan e o próprio conta pra ela tudo sobre sua traição, até mesmo que deixou Hasan aos lobos pra salvar sua própria pele. O cara abriu a boca sobre onde Sam estava em Tangier, o que gerou o ataque, jogou Hasan aos lobos, traiu toda confiança de uma equipe e Sam ainda aceita ajuda dele. Necessidade ou ainda resta sentimento?

Pra minha felicidade Sam e Stevie dormiram juntos. Aff, era tudo que eu esperava. Sim, em meio à tantas matanças, suspense e traições eu ainda consigo shippar Stevie e Sam. Por algum momento não me pareceu que ela estava usando o sentimentalismo e o sexo pra conseguir alguma coisa, acho que ela estava muito abalada por ter reconhecido o local onde, aparentemente, ficou como prisioneira logo após a morte da mãe. Já no dia seguinte, quando eles acordaram, eu já havia mudado de opinião. Hunted é assim, me leva a crer na ficha de limpa de um personagem pra depois me deixar cheia de dúvidas. Esse é o fascínio da série.

Levando pelo pensamento de que nem tudo que parece é, ainda aposto na calmaria do Stevie pra desmacarar todas as tramóias do pai e no futuro ainda ferrar com Sam. Não é porque ele é tranquilo que não terá seu papel importante, confio nele pra trazer mais ação aos últimos episódios de Hunted.
Tecnologia do Blogger.