Homeland: "Two Hats" 2x09


A conspiração continua. Em quem acreditar?

Incrível! Quanto mais conhecemos os personagens, mais desconfiamos deles. Não dá pra confiar em ninguém em Homeland, exceto, até segunda ordem, em Carrie.

Brody volta de seu "sequestro" todo prestativo, após trocar ideias, abraços e orações com Abu Nazir. Ele que em bem pouco tempo, vinha "chutando o balde", desistindo de sua investida em prol de sua família. Vinha. Voltou ao rumo, após uma transa enlouquecedora e algumas palavras de consolo? Será? Não. Ele até poderia manter as ações de ajuda junto à CIA se não tivesse entrado naquele helicóptero. A partir dali, tudo mudou. De novo. Tudo voltou ao que era antes. A CIA pode até ter poder, mas não chega aos pés das organizações terroristas. Brody está mais seguro nas mãos terroristas, é fato. Ele está sim trabalhando de novo em pró-vingança, mesmo tendo sido importante para o sucesso da emboscada final do episódio, que, tende a levar a nada. Abu Nazir não estava em ação e ninguém ainda sabe o conteúdo daquela troca.

A série começou a nos preparar para a provável eletrizante reta final de temporada. Tudo ainda está em aberto. A CIA não quer acabar simplesmente prendendo meia dúzia de peões. Ela quer o rei. O tabuleiro de xadrez está com poucas, mas, importantes peças no jogo. Acontece que uma peça ainda está jogando para um lado desconhecido, e, suas ações deverá ser crucial para um xeque-mate.

Quinn é outra peça inconfiável. A trama desse episódio levou-a-nos a crer que ele estava por trás de alguma "falcatrua". A dúvida levava-nos a pensar que ele e seu chefe estariam trabalhando para Abu Nazir, mas, felizmente, suas ações, apesar de "ilegais", não tem nada a ver com terrorismo e sim, "queima de arquivo". A ironia é que Brody foi salvo devido a falha em capturar Nazir. Quinn com aquela arma serviu para mostrar para nós as "boas" ações a qual está sendo ordenado, mas dentro da trama, ele ainda é suspeito, principalmente, por estar recebendo ordens desse tal de Dar Adal. 

Enquanto isso, o núcleo familiar do episódio esteve presente em outra residência. Mesmo cercados por seguranças federais (!!!), Jesse conseguiu dar uma escapada e finalmente voltou para os braços de Mike. A tensão sexual era grande Sabíamos que bastasse uma oportunidade, os dois iriam se atracar. Jess não deixou de amar Mike e ele, muito menos. Com as mentiras seguidas de Brody, o sexto sentido de Jess guiou-a aos braços de Mike. 

Apenas uma coisa a dizer: "Bem feito, Brody! Seu chifrudo!"

No mais, a série continua muito empolgante. Ficamos perdidos dentre os personagens sem saber em quem confiar. A trama é instigante, aguçando-nos o tempo todo, matando a gente de curiosidade para o desfecho final. O ataque terrorista ainda é iminente e eu, você e a CIA, estamos de olho para saber o que eles estão planejando.

A reta final não será menos eletrizante e empolgante. Já podemos garantir.

PS: Onde diabos está o presidente dos EUA? Tudo bem as ações estão direcionadas ao Vice-Presidente, mas, com o ataque terrorista iminente, o Presidente teria que aparecer alguma hora a gente saber que ele existe. 
Tecnologia do Blogger.