Pular para o conteúdo principal

Bones: "The Patriot in Purgatory" S08E06




“E agora penso nessas pessoas e penso em você. Qualquer uma delas podia ter sido você.”

Olá, leitores! Era para eu ter postado essa review ontem, mas estava com muitas dores de cabeça, não aguentei olhar direito para a tela do notebook. Enfim, vamos lá...


Primeiro, deixe-me dizer que tive aquela sensação Cold Case com esse episódio. Bom, este começou bem divertido com a Brennan toda inspirada em Phil Jackson, pronta para colocar sua equipe de squints para trabalharem juntos. No princípio não deu muito certo, mas após Arastoo fazer a descoberta de que o sem teto tinha sido atingido no dia onze de setembro, todos se engajaram para identifica-lo, como uma verdadeira equipe.

O episódio foi fantástico, muito bem construído. Acredito que todos – a não ser que você seja um sem coração – tenham se emocionado com as cenas deste, em especial, o final. Com o trabalho em equipe, eles nos proporcionaram uma das melhores cenas do episódio. Abernathy e Arastoo fizeram um dos melhores diálogos, principalmente, pela parte de Arastoo. Eu, particularmente, não resisti e tive que bater palmas. Mostrando essa mania feia que o ser humano tem de generalizar tudo, sem contar a bela crítica aos atos terríveis cometidos pelo homem usando o nome de Deus. Ao longo do episódio, com todos fazendo a sua parte, descobrimos que ele não tinha sido assassinado e sim, devido a todo seu altruísmo ao levantar os escombros para ajudar três pessoas, a fratura, causada pelo detrito vindo pela passagem do avião, rompeu perfurando seu pulmão resultando numa hemorragia interna. Ele sangrou durante dez dias até a morte. Um soldado americano vivendo nas ruas como um desconhecido, que graças a toda aquela maravilhosa equipe que forma Bones, foi reconhecido com o título de herói que ele merecia.

Todas as aquelas história dos squints e da Cam foram, realmente, tocantes. Nós, brasileiros, não sabemos um terço do sentimento traumático que os americanos compartilham. A cena do enterro de Murphy arrancou algumas lágrimas dos meus olhos. É incrível a forma como o Booth se comove com esses casos, deixando bem em evidência o seu lado soldado, sua ligação com esse mundo. Entretanto, foi o diálogo final da Brennan que fez com que as lágrimas caíssem sem que eu as pudesse controlar. Mais uma vez, os roteiristas nos mostraram como a personagem vem evoluindo ao longo de todos esses anos. Se fossem em outros tempos, ela jamais assumiria aquilo para Booth. Brennan pode até ser uma cientista que, com todos os seus traumas de infância, conseguiu aprender bem a controlar o seu lado sentimental, entretanto, Booth veio para mudar isso.

“Passei tanto tempo tentando controlar minha vida. Achava que significava que eu era forte, mas eu só estava com medo.”

Não acredito que minhas palavras são necessárias para comentar todo esse diálogo. Foi simplesmente fenomenal. Está tudo ali: Toda a sua mudança, todo o seu amor por Booth, todo o lado sentimental que ela tentou controlar por tantos anos deixando transparecer somente o cientista, somente o racional. Booth trás o equilíbrio que ela precisa, o equilíbrio entre o racional e o passional. É ou não é o melhor casal de todos os tempos?

Sem notas dessa vez. Nem vou colocar que espero que tenham gostado do episódio, afinal, na minha humilde opinião, este foi o melhor da temporada até o momento. Mas espero que tenham gostado da review. Até a próxima!
That’s all folks!

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…