Bones: "The Method in the Madness" S08E05




Olá, leitores! Como estão? Pois é, quando penso que terei um tempo livre, algo acontece e acabo por não ter. Mas enfim, estarei postando essa agora e mais tarde, a do episódio de segunda passada. A partir dessa semana, a situação ficará mais tranquila e conseguirei postar em tempo. Quem tem vida, entende como é, certo?! Enfim, deixa eu parar de enrolar e começar logo a review.

Preciso, tenho a enorme necessidade, de começar essa review falando do final. Bom, Brennan realizando uma cerimonia para Sweets, pelo fato dele ter se tornado “homem”, foi sensacional. O melhor de tudo foi a forma como ela estava dançando... Acabei-me de rir. Terminou o episódio e eu ainda estava rindo, sem contar que voltei a cena várias vezes.

Bom, o episódio foi mais focado no caso da semana do que nos relacionamentos entre os personagens. Mostraram um pouco uma comunidade artesanal e a questão dos alimentos naturais me fez pensar um pouco na própria Deschanel em si, bem a cara dela. Enfim, uma das criadoras do purê de maçã natural é morta brutalmente e encontrada em uma lata de lixo. O roteiro bem construído nos faz voltar sempre para o médico, apontando-o como o assassino, afinal, o açougueiro é canhoto e o “tio” tem evidências sólidas de que não é a tinha assassinado. Durante todo o episódio, todas as investigações, evidências, tudo nos leva ao Dr. Reese. Temos também uma referência ao Jack, O Estripador, muito bem percebida por Fisher já que a vítima era prostituta e havia sido degolada, e sua pele arrancada. Entretanto, no final, tudo não havia passado de um acidente. Brennan, com toda sua inteligência, percebe que havia algo de muito errado nos tão precisos cortes e que aquilo não era obra humana, mas sim, de uma máquina. Com essa conclusão, a pessoa menos provável, a sócia da vítima, Brooke, quem era a assassina. Ela conta que quando Jessica disse-lhe que queria vender sua parte, ela deu-lhe um tapa e esta acabou caindo na máquina. O caso foi bem construído e daqueles que o resultado final era o menos esperado.

Tratando dos relacionamentos dos personagens, temos Sweets, logo no começo do episódio, dormindo no escritório desde a separação. O pobre rapaz está acabado, naquele estado depressivo de término de relacionamento. Booth o convida para passar um tempo em sua casa e isso proporcionou as cenas mais divertidas do episódio. Inclusive, rolou até um bolão para saber quanto tempo ele duraria na casa do casal. Angela estava meio certa sobre o casal adota-lo, já que Brennan demonstra um pouco disso em relação ao rapaz, e como sempre, mesmo que de forma indireta, ela mostrou que conhece bem a amiga que tem. Adorei a cena do Sweets enrolado na toalha, pois tinha acabo de usar a banheira do Booth e o Fisher aparecendo no meio da noite para falar do caso. Antes tinha imaginado que seria Brennan quem iria querer o psicólogo fora o quanto antes, mas no final, acabou sendo o próprio Booth. Repetindo: A cena final foi fantástica!

Nota¹: A cueca do Booth do Capitão América (risos eternos).

Enfim, espero que tenham gostado do episódio e da review. Até a próxima que sairá mais tarde!
That’s all folks!
Tecnologia do Blogger.