2 Broke Girls - S02E04 - And the Cupcake War


A prova que este And the Cupcake War foi um excelente episódio, atrevo-me a afirmar "o melhor da temporada", é ,chegando ao final, ter a sensação que só passaram 5 minutos.

Foi tão bom que fica complicado descrever o ritmo frenético em que as mais divertidas situações se foram sucedendo,  sempre com óptimas piadas.
A abertura deste episódio começou com uma enchente de ciclistas a invadirem a lanchonete com vários pedidos. Na cozinha Oleg está chapado, fazendo com que Max, com o auxilio da sua sempre fiel ajudante Caroline, tomasse as rédeas da cozinha. Engraçado foi descobrir que não é só Oleg que não está no pleno das suas qualidades mentais e físicas, visto que Earl está igualmente no mesmo estado.


Neste episódio ficámos também a saber que Han é uma espécie de gossip girl, ou seja um grande tagarela. Primeiro diz a Caroline que Max arruinou uma oportunidade de negócio, não vendendo uns cupcakes a uns clientes e ainda xingando destes; depois faz fofoca com Sophie sobre estas estarem a discutir há imenso tempo. Mas não ficou por aqui, também Oleg foi  bombardeado com a tagarelice de Han, desta vez chegando ao cumulo de dizer que o negócio faliu e que elas já não se falam.
Bem, mas no meio da suposta discussão houve muita animação e excelentes momentos de humor. Já sabemos como funciona a dinâmica das duas garotas - Caroline pensa e Max faz, pelo menos é esta a ideia base. O problema é quando Max tem que vender os max's homemade cupcakes, vezes sem conta; segundo esta mais vezes do que as vezes que a sua mãe repetiu o nome "Max". É desta forma que a brunet da dupla chega mesmo a comparar o momento da tentativa de venda (falhada) do seu produto a prostituição. Adorei quando Caroline lhe deu, efetivamente e surpreendentemente, razão, dizendo que a amiga é agora uma prostituta de cupcakes. Quando ambas reconhecem que não venderam quase nenhuns , Caroline chega à triste conclusão que são umas prostitutas ruins, apesar de Max preferir afirmar que são prostitutas cansadas.
Mas o episódio começa mesmo a aquecer quando Caroline descobre que Max é uma fiel espectadora de um concurso de cupcakes, em que os vencedores ganham um prémio em dinheiro. E porque não participar neste concurso? Claro que Max, sem o incentivo de Caroline, nunca participaria no reality show. No entanto lá a acabou por convencer que iria ser uma excelente oportunidade para o negócio, apesar dos receios da amiga em ser enxovalhada em direto, para todo o povo ver.
Tá claro que as duas garotas participaram no reality show. Esta participação rendeu tantas piadas que ficava difícil transmitir o quão bom foi. Desde o vídeo de inscrição, que Oleg filma convencido que iria filmar um filme porno caseiro, em que Max intervém sucessivamente no discurso certinho de Caroline com as suas tiradas sarcásticas e ácidas do costume. No vídeo de apresentação até Chestnut teve direito a aparecer. No final Caroline define a dupla Max-Caroline do tipo - duas garotas e um cavalo, algo a que Oleg não consegue ficar indiferente, dizendo que claramente aquilo era um filme porno.



 Quanto à participação das duas amigas no concurso foi surreal. Segundo a diretora das filmagens elas são a dupla do tipo " a que tenta (Caroline) e a dos peitos (obviamente Max)". A partir daí foi a desgraça total, começando no vídeo de apresentação, onde até teve direito a um improviso em modo rap por Caroline, até a Max paralisada com o desafio "soul food" e Caroline quase destruindo uma cozinha. Já a dupla adversária, a dupla Katrina, profundamente irritante, destronou as nossas garotas. Sejamos realistas, como sobreviver a uma team do tipo "furacão Katrina". Mas valeu pelo humor da sucessão de desastres naquela cozinha.


De volta à lanchonete, parece que o maior pesadelo de Max tem tudo para resultar, visto que tanto ela com Caroline viraram agora piada, depois de atingidas pelo furacão Katrina. Já Sophie está nem aí para isso e o que lhe interessa é jogar confetis nas garotas, tendo ganho ou não. Adorei o entusiasmo de Sophie, diga-se.
No final do episódio, e apesar da dupla continuar no mesmo ponto de situação no que toca a estar mais perto de conseguir montar o negócio de cupcakes, a verdade é que fiquem nem aí para esse pormenor. Foi um episódio de tirar o folego. Foi tão engraçado que me fez pesquisar um pouco mais sobre a possibilidade de um concurso semelhante ao cupcake war. Surpreendentemente (ou não) existe mesmo um concurso do género, e com o mesmo nome(!), nada de incrível se tivermos em conta que estamos falar da indústria de  entretenimento norte americana. Mais uma prova que 2 Broke Girls além de divertida e descomprometida, consegue também ser inteligente e com um sentido critico bastante aguçado.

Aqui fica uma imagem promocional sobre o concurso que passa, efetivamente, na tv americana: 



P.S - Gostei muito das piadas sobre ciclistas, principalmente quando uns, no meio de uma briga com Max, perguntam "quem é a Max?" ao que ela responde "É o testículo esquerdo do Lance Amstrong". Go, Max!


Tecnologia do Blogger.