Supernatural - s08e01 - We Need To Talk About Kevin


Sabe quando você adora tanto uma série, que mesmo quando ela está ruim você assiste e torce para que tudo volte ao que era antes? Bem, às vezes isso acontece, às vezes não... Mas parece que essa season reservou grandes surpresas e muitas voltas espetaculares e Supernatural esta entre elas. Preparem-se que essa review vai ficar um pouco grande.


Bem, vamos ao episódio. Passou-se um ano desde que os leviatãs foram derrotados e Dean ficou preso no purgatório. Pouca coisa aconteceu com Sam enquanto ele estava sozinho, na verdade, parece que ele atropelou um cachorro e começou um romance com a veterinária. Já Dean, bem, ele estava matando monstros tentando sobreviver no purgatório. Sem Dean, Bobby, Cass ou qualquer pessoa próxima, Sam para de caçar e vive uma vida normal com uma namorada e um cachorro. Preciso dizer que Dean fica revoltado quando sai do purgatório e descobre que Sam simplesmente abandonou tudo? Ah sim, Dean conseguiu sair do purgatório com uma ajuda inusitada, um vampiro chamado Benny. Aparentemente Deus fez uma porta de saída do purgatório, mas ela só é válida para humanos, sabendo disso, Benny se propõe a ajudar Dean a sair se Dean o levar junto.

O reencontro dos irmãos e o diálogo é carregado de emoções, quando Dean descobre que Sam não fez nada para tirá-lo do purgatório ele fica incrédulo, eles sempre prometeram que se algo acontecesse ao outro, eles seguiriam uma vida "normal", mas como Dean mesmo disse "Nós sempre ignoramos isso por conta de nosso profundo e infinito amor um pelo outro!". Não acho que isso fará mal a relação dos dois, parece que Dean, apesar de decepcionado, não esta realmente bravo com o irmão a única coisa que o deixou irritado foi descobrir que Sam se livrou de todos os telefones e com isso, ignorou por meses as ligações de Kevin, o profeta.

Lembra quando disse que Super voltou às origens? Sem Bobby pra pedir ajuda quando a coisa aperta, Sam "o nerd" está de volta (e a vontade de viver uma vida normal também). Dean também continua o mesmo "temos que seguir os negócios da família". O quanto isso é bom? Muito! O mais interessante é que Dean menciona a mãe deles e a Jess! Isso foi lindo... Durante duas temporadas parecia que os dois haviam se esquecido da família e o que os trouxe até ali, mas no primeiro episódio já notamos que as coisas estão de volta onde deveriam estar.

Já falei sobre Benny, certo? Bem, depois que escapam do purgatório, Dean e Benny seguem caminhos separados, mas notamos que há uma afeição entre eles, claro que lutar contra monstros para sobreviver deve aproximar pessoas (e vampiros). Entretanto o primeiro encontro não é tão amistoso, os dois fazem uma aliança relutante para escapar enquanto Dean procura pelo anjo Castiel, que também foi preso no purgatório e pelo que sabemos, ainda esta lá. Provavelmente veremos mais dessa relação nos flash backs... Falando nisso, a quantidade de flashbacks foi enorme! Já haviam dito que haveria, mas não achei que seriam tantos. Ok, não estou reclamando. Todos eles foram ótimos. Menos o do Sam.

O que dizer da atuação de Jensen? Incrível! Depois que voltou, Dean admite a Sam que não é mais o mesmo, ele se sentia "puro" no purgatório e eu só posso pensar que ele se sentiu bem ao caçar todos os dias, sem se preocupar com nada. Ao contrário de quando ele esteve no inferno, Dean agora encara seus sentimentos e parece se sentir deslocado no mundo real. O que dizer? Adorei isso! Simplesmente adorei.

E Kevin? Bem, Kevin é incrível! De nerd gênio para caçador em um ano. A palavra de Deus o ensinou a matar demônios e isso é incrível. Alguém mais lembrou de Sam na primeira temporada? Depois que Crowley matou sua namorada, Kevin deve se juntar aos irmãos com mais afinco.

Ah, sim, e a veia cômica e sutil esta de volta.

(imagem da página "FrasesSeries" do facebook)

E era isso que estava faltando! Uma história boa, sem complicações e sem ter que inventar soluções malucas pra elas. Deus, anjos e os demônios estão de volta (bom, a parte dos anjos esta prejudicada, já que Castiel ainda não apareceu). Mas o arco dessa temporada parece ser promissor: Fechar os portões do inferno com instruções deixadas por Deus. Claro que Crowley não gostará nada disso e finalmente teremos ele como o grande vilão, sem o jogo "amigo/inimigo" que havia nas outras temporadas.

Um ótimo começo, já notamos que a era Carver será muito promissora. Ainda falta muito pro próximo episódio?
Tecnologia do Blogger.