Alphas S02E13 – God’s Eyes [Season Finale]




Por Cinthia Mendonça 

Meu povooooo, estão tristes? Acabou a segunda temporada de Alphas e sim, eu estou triste e já morrendo de saudades. Mas vamos lá não é?! Vamos começar esse trem, hahahahahah.


E o episódio começa do ponto que nos deixou no último, Rosen ferido em busca de ajuda e todos os good alphas em busca de Parish e seu dispositivo matador. É quando Rosen começa a perder muito sangue e passa a ter alucinações com Dani, sua filha morta por Parish, e a mesma pede para ele ir em busca de ajuda e não parar de buscar Parish. Rosen pede ajuda a uma alpha, que pelo que entendi, tem habilidades curadoras. A cena que se segue é o dispositivo de Parish entrando em ação. Muito estranho! Consertando uma rede elétrica, trabalhadores são expostos à foto estimulação do mesmo e todos morrem, exceto um doidinho que estava passando pelo local na hora, justamente por ser um alpha e com certeza não sabe que o é. Até agora, muito interessante está o episódio... 

 E Dani Rosen continua a assombrar seu pai e o estimulando na busca por Parish, enquanto isso, Rachel e Kat descobrem o doidinho alpha que não morreu e as evidências do que será o ataque aos normais. O impacto do dispositivo trará a morte de milhões de pessoas e com sua elegância e inteligência, Parish colocou o dispositivo em uma malha elétrica colocada pelo próprio governo em uma tentativa de se proteger de seus ataques. Não deu certo! Ele foi mais esperto! Nesse meio tempo, Rosen descobre, com a ajuda de Gary, o local em que Parish estará na hora que o foto estimulador for acionado e o mesmo parte em busca do grande anti-herói da série. E é chegada a hora que todos nós esperávamos. O grande encontro entre Rosen e Parish, que se dá na Estação Central do Metrô de Nova York, aparentemente, os olhos de Deus do título do episódio. Rosen ferido com todos os good alphas em sua busca e Parish parado, lindo e sorridente, esperando a hora de seu grande triunfo. Enquanto isso, cenas da vida pessoal dos good alphas vão se desenrolando à nossa frente. Nina beija Hicks, o que nos dá uma provável volta do casal para a próxima temporada e Rachel dá uma de heroína recusando a ajuda se John enquanto ele diz que a ama. Tudo isso ocorrendo no momento em que todos estão prestes a viver seu momento mais tenso em todo o episódio. Assim que os good alphas se encontram na estação do metrô, Rachel descobre o local do gerador que está abastecendo a cidade e Nina vai atrás de Rosen e Harken, Kat, Skylar e Rachel seguem em busca do gerador para desativá-lo. Começam as cenas de ação. Chegando ao local, eles são recebidos por metralhadoras. Os homens de Parish estão à postos, defendendo o local. Em uma cena mega mal feita, Harken dá um impulso para Kat saltar e ela, sozinha, derruba três homens armados e muito maior do que elas. Coisas estranhas que acontecem no mundo das séries de TV. Mulheres esqueléticas e pequenas conseguem derrubar homens enormes e fortes, normalmente armados. O estereótipo de beleza dos dois gêneros, lutando entre si em uma briga fisicamente impossível. Mas deixemos isso pra outra, não é uma discussão para o momento...


Rosen encontra Parish e o confronto se dá! Começam a discutir e Parish faz uma grande revelação. Ele quer que Rosen lidere os alphas após sua morte, porque aparentemente, ele não conseguirá viver sendo um genocida e planeja morrer na mesma noite em que milhões irão morrer por suas mãos. No meio disso tudo, aparece Hicks e dá um tiro em sua cabeça e quando o mesmo começa a se curar, Rosen convence Hicks que a melhor maneira de eles vingarem a morte de Dani é deixar Parish viver com a dor de tê-la matado por toda a eternidade. Atitude um pouco ingênua de sua parte, mas vamos relevar, a mensagem é a de consciência limpa e não às vinganças. Skylar e kat descobrem que não irão conseguir desligar o gerador da estação e todos os que lá estão irão morrer. Chega o momento! O foto estimulador é acionado e todos que estão na estação caem no chão, aparentemente mortos, exceto Gary, o único que não foi atingido pelas luzes. Ele chega no local em que estão Harken, Nina, Hicks, Rosen e Parish, todos caídos no chão e ninguém sabe se mortos estão. É assim que acaba Alphas meu povo! Um final que me surpreendeu porque saiu do clichê de que alguém sempre vence. Dessa vez, foi o contrário. Todos os envolvidos perderam, não houve lados. A história que vai começar na terceira temporada será totalmente diferente. Se os roteiristas souberem explorar bem isso, podem nos dar um belo de um show ano que vem. 

É isso meu povo!!! Espero que tenham gostado da Review e do episódio também. Alphas é uma série muito querida e eu espero todos vocês na próxima temporada. Até lá! 

Ponto alto da temporada: A introdução de novas personagens, que a meu ver, derem outro tom á série. O desenvolvimento da história de Parish, apesar de ter sido pouco explorada em suas motivações pessoais, foi muito boa, porque ninguém aguentava mais não entender os porquês de todos aqueles acontecimentos. 

Ponto baixo da temporada: Essas mesmas personagens que foram introduzidas, foram pouco exploradas. Até agora estou tentando entender qual é o papel de John nisso tudo. Ele poderia ter sido um ponto de apoio grande se trabalhasse junto à Harken e Rosen, mas preferiram deixa-lo como amante de Rachel, com a serventia de aparecer quando fosse para ajuda-la em cena. Uma pena! 

Curiosidade: Vocês sabiam que Parish gostava de cantar músicas religiosas?! Hahahahahahahhahahahaha!!!
Tecnologia do Blogger.