Pular para o conteúdo principal

Once Upon a Time: "We Are Both" S02E02




Olá, leitores! Como estão passando? Espero que estejam animados para o feriadão, afinal, feriadão significa: Colocar as séries atrasadas em dia e assistir as de costume como se não houvesse dia de trabalho ou estudo. Bom, vamos aos comentários sobre este segundo episódio...

A situação em Storybrooke começa tensa. A cidade está um caos e os moradores estão desesperados, principalmente, depois de descobrirem que não podem cruzar a fronteira, se não, esquecem quem realmente são. Charming está em busca de um meio para resgatar sua esposa e sua filha, enquanto Regina passa parte do episódio tentando recuperar sua magia. O principal do episódio foi nos apresentar quem era Regina antes de se tornar Evil Queen, acredito que tenha sido para dar introdução ao novo ponto de virada da série. Chega a ser estranho ver que ela era uma pessoa tão boa e toda essa transformação foi causa da influência de sua mãe e do Rumplestiltskin sobre ela. Estava claro que ela já tinha os genes, ele apenas deu um pequeno empurrãozinho para que ela se transformasse completamente. É interessante televisionar essa parte especifica da história que foi bem trabalhada. 


Charming nesta busca por um meio de salvar sua esposa e filha, faz um novo acordo com Rumplestiltskin, e a partir disso, encontra Mad Hatter que lhe revela que a Floresta Encantada ainda existe. Regina para ter seu filho de volta, pega novamente o livro que um dia pertenceu a sua mãe recuperando sua magia. Com isso, ela tem seu filho de volta, pois Henry também possui os genes da mãe, mas esses seriam os de Emma. Ele aceita ser levado contanto que ela deixe os outros em paz. E é nesse meio tempo que as mudanças vão acontecendo: Primeiro, temos o maravilhoso discurso de Charming quando os outros personagens decidem deixar a cidade aterrorizados por Regina ter sua magia restaurada. Foi bastante comovente, deu até vontade de fazer parte daquela população. Mas a grande mudança foi a de Regina dizendo que quer se redimir e tudo isso por causa de Henry. Não sei vocês, mas assim como o Charming, acreditei nela, em suas palavras, principalmente depois que ela admitiu que a Floresta Encantada ainda existe. O amor por um filho pode realmente mudar o ser humano?! Como a própria Evil Queen disse, ela precisa aprender a amar.

Acredito que o ponto surpresa foi o final do episódio, Emma e Snow são prisioneiras de Mulan agora – vontade de dar uma surra nela e na Aurora – e ao serem jogadas no calabouço, é revelado que Cora (Barbara Hershey), mãe de Regina, está viva. O meu ponto aqui é o seguinte: Provavelmente, Snow irá lembrar-se dela, mas pode ser que Emma peça sua ajuda para acordar a mãe. Estava acreditando fielmente que Cora tinha sido mandada para o nosso mundo e não que estava presa naquele ainda. Enfim, voltando ao meu ponto, minha teoria é a de que ela consiga recuperar o livro futuramente e seus poderes, já que sua filha não o queimou, tornando-se a grande vilã da história ao lado de Rumplestiltskin. Se não fosse por essa razão, por qual outro motivo eles iriam humanizar tanto a Evil Queen?! Vamos ver aonde isso tudo vai dar.

Parabéns, Red, está tendo mais destaque nessa temporada. Enquanto Snow e Emma estão fora de nosso mundo, Red auxilia Charming a ajudar seu povo. Fazendo um excelente papel ao mantê-lo focado em sua tarefa como governante.

Nota¹: Só uma pergunta: Onde está Pinóquio?
Nota²: Por qual razão Mr. Gold queria tanto sair de Storybrooke? Seria para com sua magia conseguir dominar nosso povo ou alguma outra razão em particular, como por exemplo, encontrar seu filho?

Enfim, espero que tenham gostado da review e do episódio. Vamos torcer para que o rapaz do começo da season premiere reapareça para sabermos quem é ele, e ver onde irá dar toda essa situação da Emma e sua mãe presas na terra dos contos de fadas. Até a próxima!
That’s all folks!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Samsung vai te hipnotizar para você esquecer sua série favorita

Aquela famosa brincadeira, "Queria esquecer essa série para poder vê-la todo de novo", pode estar se tornando realidade. É verdade.
Se funciona eu não sei, mas a Samsung lançou um site que promete fazê-lo esquecer sua série favorita para que você possa revê-la com aquele sentimento de "primeira vez". 
Funciona assim:
"Você decide quais séries de TV gostaria de esquecer. Então você será guiado por auto hipnose em uma experiência de áudio digital, liderada por um hipnotizador certificado. A experiência dura cerca de 23 minutos e tem que ser experimentada sem interrupção para funcionar. Portanto, recomendamos que você use fones de ouvido e certifique-se de estar em um lugar onde você não será perturbado. Depois de completar a hipnose, recomenda-se que você tenha uma noite de sono, antes de assistir suas séries de TV favoritas pela primeira vez novamente — para que seu cérebro integre a hipnose com o resto do seu corpo", diz a empresa em um comunicado.
Vai e…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…

A Fantástica Última Temporada de The Killing

(Com spoilers)

Uma aula de como encerrar uma série.
The Killing recusava a nos deixar. Sofreu dois cancelamentos e foi resgatada duas vezes. Lutou contra os números de audiência, única coisa que interessava para o AMC, e conseguiu sobrevida graças à sua qualidade, prontamente reconhecida pelo Netflix. Ajudou na produção da terceira temporada e bancou sozinha a sua quarta, pois, felizmente, acreditou na série e não nos deixou órfãos, depois daquele excepcional cliffhanger.
Terminamos a terceira temporada presenciando Linden matar cruelmente (e merecidamente) Skinner, aos gritos de "NÃO" de Holder. Tempos depois fomos noticiados que não veríamos mais nada além daquilo, pois o AMC decidiu cancelar a série, fato que trouxe muita tristeza para o seu telespectador. É uma crueldade que fazem com o telespectador, mas é, infelizmente, uma prática comum na TV, pois não respeitam nada além de lucro, e deixam de contar uma história sem mais nem menos, se lixando para seus clientes. 
E a …