Pular para o conteúdo principal

Nikita - S03E01 - "3.0"


“You had me in give me the damn glock” - Nikita
Como eu havia apontado no post sobre as expectativas para a terceira temporada, Nikita retornou com um episódio que, não só me deixou sem fôlego, como me fez pular na cama durante alguns minutos.

“I’m still your friend.” - Ryan
“But you’re also my boss, that’s it? - Nikita

Com a “nova”Division em funcionamento, Ryan assumiu a antiga posição de Percy e, em nenhum momento, deixou de afirmar o seu posto de chefe. Mas, obviamente, isso não foi o suficiente para manter Nikita fora do controle, né? Mesmo com a insistência de Ryan em mantê-la apenas como realizadora das ações, nossa personagem favorita o desafiou em frente de toda a agência e reteve, ainda que por algum tempo, o apoio de Birkhoff. Essas cenas de conflito direto entre os dois personagens (e, acreditem, não foram poucas!) legitimaram ainda mais a minha crença de que o duelo de poder e controle vai marcar toda a temporada, assim como marcou grande parte dos diálogos desse primeiro episódio.

“Yeah, you know, the place looks the same" - Michael

Cenário de grande parte desse primeiro episódio, a “nova” Division, apesar de frequentemente defendida por Ryan, ainda causa estranhamento para os personagens que já viveram lá, porém, anteriormente como agentes. É bastante perceptível, durante os 41 minutos, o incômodo de Nikita em voltar a aquele lugar, aos mesmos costumes, à vida controlada por outra pessoa. E é justamente por isso que tenho um novo palpite para essa temporada: intensos confrontos existenciais/psicológicos da protagonista com o dilema Liberdade X Fazer justiça. Logo nos primeiros minutos do capítulo, vimos como Nikita encara e interpreta a sua liberdade – ainda que limitada. Sua cara de inebriada e alegre com as novas oportunidades apresentadas - tomar um chá depois da Yoga ou tirar uns dias de folga num hotel em Hong Kong – me fez querer abraça-la e dizer: “vai, minha filha, foge! Vai ser feliz e deixa o Ryan resolver os pepinos!”. Mas, né, como isso é série de ação e não contos de fadas, cada momento de tentação frente à liberdade é rapidamente substituído por um chamado de Ryan para que Nikita volte à realidade.

“Do you have any bottled water?” - Alex
“So, are we Alex or Alexandra?” - Nikita

E, de volta à realidade, temos o reencontro entre Alex e Nikita. Particulamente, amei como a personagem da Lyndsy retornou à série, entrando toda pomposa, com um sobretudo laranja MA-RA-VI-LHO-SO e ordenando uma água mineral! Foi muito bom poder ter a certeza de que Alex voltou pra estar, mais uma vez, ao lado de Nikita e estrelando maravilhosamente bem ao dar um tiro no meio da testa do ex-agente do Percy. Diante de toda essa atuação, só torcemos para que, logo, possamos ver as cenas entre Alex e Sean, além do desenrolar da história da personagem com a sua mãe.

“Oh, no, she didn’t it!” – Birkhoff

Outro personagem que tem sido maravilhoso nos últimos episódios é o nerd favorito de todos os tempos. Birkhoff tem se mostrado, cada vez mais, corajoso e engraçado, sempre fazendo piadas que descontraem toda e qualquer tensão da cena. Esperamos que toda essa diversão também nos leve a ver, futuramente, um desenvolvimento no relacionamento entre ele e Sonya.

“I've been through hell to get this ring”- Michael

E, por fim, chegamos ao momento mais emocionante do episódio! Michael levando Nikita para um lugar maravilhoso e, finalmente, tchan tchan tchan tchan, pedindo que ela se case com ele! Eu sei que tem milhões de anti-Michaels, mas, vocês hão de concordar comigo que a cena foi linda! E, foi diante desse contexto, (cena da yoga, cena do hotel, cena do pedido) que eu pude perceber a mudança entre a percepção que Nikita tinha na segunda temporada e a desse primeiro episódio. Ao meu ver, o discurso de “posso morrer desde que eu consiga acabar com a Division” se transformou em: “me arrisco, quero acabar com a Division, mas, e se houvesse um espaço pra liberdade e pra felicidade na minha vida?”.

Depois de toda essa montanha russa de emoções que foi esse primeiro episódio, só me resta comentar que a produção do programa continua acertando na trilha sonora. As músicas escolhidas para o episódio souberam representar muito bem cada cena e a mudança de cada personagem, com destaque pras faixas que tocam quando a Alex aparece pela primeira vez e durante o pedido de casamento. Fica aqui o link para que vocês também desfrutem da trilha sonora:

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…