Modern Family - S04E04 - The Butler's Escap


Achei a abertura deste episódio meio sem graça, mas, e apesar de não ter sido, na minha opinião, o melhor episódio desta quarta temporada, manteve o bom nível a que já nos temos habituado.

The Butler's Escape dividiu-se entre música, magia...e o ressonar de Glória.
Comecemos pela dupla mais engenhoca e trapalhona da série - Phil e Luke (ou diremos Lukini ?). Afinal o garoto não é completamente desprovido de inteligência e tem um incrível talento para a magia. Phil deposita então imensas esperanças no futuro brilhante do filho, comprando-lhe toda uma panóplia de instrumentos mágicos e contratando um professor à altura do dom de Lukini. A questão, pertinente, que se colocou foi - e se as melhores intenções dos pais, próprias de quem deseja um futuro brilhante para os seus filhos, não vai ao encontro dos desejos dos herdeiros? Pois é, parece que Luke Lukini não está assim tão interessado na magia quanto Phil.


Para o lado de Jay as coisas também não vão melhores. Se todos os homens deste planeta lhe invejam a sorte de ter Glória como esposa, nesta episódio acho que muitos desses retiraram, ainda que momentaneamente, esse desejo inicial. É que Glória tem passado as noites a ressonar, fazendo com que Jay e Manny permaneçam noites em claro sem conseguir dormir. Só que Jay não sabe como explicar isto a Glória de forma directa e sem rodeios; contrariamente Manny não aguenta e explica à mãe o que se passa, fazendo com que Jay saia com a ficha limpa.


Precisando de uma noite de sono tranquila Jay inventa uma desculpa para passar uma noite num Hotel em San Francisco. Mas acabou descoberto, pouco tempo depois, com Glória a ir diretamente ao Hotel e dando-lhe um valente tapa na cara, visto que pensava que este a andava a trair. Explicadas as coisas Jay acabou por ter a sua noite tranquila, sem ruídos extras, contudo não foi no Hotel. Glória como latina orgulhosa que é, resolveu ficar ela no Hotel, deixando Jay em casa com Manny.

Quanto a Cam e Mitch. Já todos sabemos o quão insuportável pode ser Cam quando está entusiasmado. Agora imaginemos Cam entusiasmado + música + um piano + uma sala de aula + alunos pré-adolescentes. Foi no mínimo desastroso ver Cam apresentar a "amiga música" com o seu medley meio teatral a umas crianças incrédulas com o que se passava diante do seu olhar. Definitivamente não foi uma aula conseguida.


Já Mitch ficou com a responsabilidade de cuidar da Devil Lily e de organizar as tarefas da casa. Achei super engraçada a cena em que Mitch está ao telefone com Cam enquanto faz as compras para a casa. Cam conhece perfeitamente o marido para compreender que este perdeu Lily no supermercado, ajudando-o a encontrá-la, dentro da arca frigorífica, apesar de Mitch continuar a afirmar que tem Lily ao pé de si. É a tal cumplicidade, que tenho vindo a referir, que este casal possui. Conhecem-se verdadeiramente!
Já em casa Cam está triste porque o seu dia não correu como o esperado; já Mitch parece  que cumpriu com tudo, tratando de Lily e da casa de forma impecável. É aí que vemos Claire de uma lado para o outro , de berbequim em punho, fazendo sinais para que Mitch conte a verdade. Claire esteve magnifica e deu muita gargalhada vê-la com aquele olhar meio louco de quem já tratou da casa toda e ainda teve tempo de fazer tranças no cabelo de Lily.  No entanto Mitch não conseguiu contar a verdade e teve mesmo que ser Claire a intervir, dizendo a Cam que Mitch também falhou nas tarefas que tinha acordado para esse dia. No final a reacção não foi a esperada, visto que o casal se abraça, já que de uma forma pouco comum se sentiram unidos numa espécie de fracasso.

Voltando a casa dos Dunphy - o equilíbrio necessita ser restaurado. Alex anda a monopolizar a casa em jogos cerebrais, fazendo todos os elementos da família sentirem-se ignorantes ou desvalorizados. Foi então que Claire percebeu o que se estava a passar. Alex perdeu a sua força oposta - Haley. Foi então, de forma genial, que colocou Alex a falar com Haley através da telinha do pc. O resultado foi hilariante. Haley deu uma valente sova cerebral a Alex, colocando a garota no seu lugar.


P.S- os números mágicos de Luke Lukini foram fantásticos. Desde a cena em que disse que não queria fazer magia e lançou uma bombinha, evaporando-se em seguida. Até à resolução do número mais difícil que Phil lhe propôs.



Sempre que Claire entrou também fez magia, mas de uma forma menos literal. A cena do telefonema entre a mesma e Jay, onde insiste em perguntar quantos quilos é que Glória engordou foi super cómica. E as expressões que faz enquanto Phil fala do futuro brilhante que Luke pode ter enquanto mágico? Muito boas mesmo. Julie Bowen é sem dúvida uma excelente actriz de comédia. 

Por Ana Sustelo
Tecnologia do Blogger.