Hart of Dixie: 2x01 "I fall to pieces"


               
      O nome do episódio era “I fall to pieces”, e eu “fall in love”  com a série de novo, porque olha além de superar minhas expectativas, HoD estreou na sequência do último episódio com um ar totalmente novo, leve, engraçado e com rumos promissores pro resto da temporada.

      O mais legal do início é ver que não começa com aquele drama sofrido, o dilema “dona flor e seus dois maridos” da Zoe é guiado entre diálogos cheios de piadinhas, principalmente na cena entre ela e o amigão Lavon. Quando George aparece cheio de amores  se achando o namorado e descobrindo sobre a noite de sexo é tão bom ver a reação abismada porém cômica do personagem, ali foi a certeza que não haveria aquela tensão no triângulo amoroso. Aliás, devo acrescentar que sou team Wade since forever , e ver ele brincar com o desempenho sexual da da Dra Hart, só aumentou pontos intermináveis no fã clube. Destaque pra ele sendo indiferente  com a Zoe pra permitir que ela ficasse com o George, apenas amor.

      Outra surpresa incrível do episódio, Lemon Breeland virando o jogo, não fazendo o papel de coitadinha pra mim foi uma jogada de mestre, é o que tinha comentado durante o primeiro post, aliviar o enredo de alguns personagens é o caminho pra enriquecer a história da série.  Aproveitando o gancho família Breeland, eu ainda to tentando entender como vai acontecer esse possível romance do Brick com a Emil, seria conflitos com George? Porque o ressentimento contra o queridinho da cidade era esperado e necessário pra própria coerência.

            O que falar sobre Ruby, personagem novo como havia previsto ex namorada de Lavon, não se dava bem com Lemon na época de escola e agora volta a cidade e será a mais nova amiga da nossa médica. Minhas impressões: querida, vai render boas cenas com Lavon e de preferência conflitos amorosos, uma vez que ela tem ressentimentos antigos e parece ainda gostar dele.

          Como se o rumo do episódio já não tivesse bom o suficiente, surge Lemon louca com uma faca na casa da Zoe tendo uma crise de identidade, enquanto la fora George e Wade observam a movimentação com aquela tensão misturada a ironia dos dois juntos, a cidade transforma o fato no acontecimento do século (por favor, muito amor pelos cidadãos de Bluebell). Conclusão, Hart dá bons conselhos e apesar da filha de Brick acatar, não animem-se não existirá uma amizade entre as duas (ainda bem) e muito menos a benção pro romance Hacker.

         Fechando o episódio, acreditem se quiser, Lemon começa a trabalhar pro Wade na lanchonete (ainda refletindo sobre no que pode resultar isso), e nossa nova iorquina resolve dispensar  todos seus dois maridos, dando a chance pro George se conhecer sem estar num relacionamento (deposito aqui minha aposta que ele vai concorrer a prefeito contra o Lavon) e ao tentar dar um fim ao pseudo relacionamento com Kinsella, o mais perto de fim que ela chegou foi o do sexo com compromisso, agora é casual. Apesar  de ter gostado dessa dinâmica, não gostaria que descontruíssem o sentimento entre os dois virando algo apenas físico como mostra a promo do próximo episódio. No mais, HoD estreou arrebatando corações, fôlegos (Wade e Hart seminus nunca é demais) e muitas risadas, que continue assim, amém.

   
Tecnologia do Blogger.