Dexter: "Are You...?" 7x01 [Season Première]


Por que não é sempre assim, senhor Dexter?!

Uma season première de tirar o fôlego. Um Dexter daqueles que a gente sempre quis ver. Uma ousadia dos roteiristas que tanto fizeram falta em temporadas passadas. Parece que os roteiristas da 7ª temporada de Dexter escutaram os fãs e deram a eles exatamente o que pediram. O bom e velho Dexter de volta junto com a boa e sempre Deb Morgan.

O season finale passado deixou um cliffhanger daqueles! Daqueles de deixar os fãs da série apavorados. Afinal, Deb vai descobrir finalmente quem é o verdadeiro Dexter? Dez meses se passaram (apenas para a gente, é claro) e finalmente acompanhamos a continuação desse assunto, além de outras pendências da série. Foi bom? Não. Foi sensacional!

A princípio fiquei receoso. Dexter, ali, "com a faca e o queijo não mão", enrolou Deb com uma desculpa e conseguiu safar-se momentaneamente. Bom, eu não gostei nadinha, mas tudo dependeria do que viria pela frente. Deb mostrou a Deb de sempre. Ela não ia simplesmente aceitar aquela desculpa esfarrapada e cheia de furos, mesmo proferida por seu irmão, seu herói, seu amor. Ela pesquisou a fundo e descobriu o Dexter que tem dentro de seu irmão, ou melhor, descobriu o passageiro sombrio que habita em seu interior. Mesmo agora, sendo cúmplice, não irá jogar a sujeira para debaixo do tapete, mesmo que, custe a sua vida.

O que eu mais amei nesse episódio é que eles poderiam ter enrolado esse assunto durante os 12 episódios da temporada, dando esse final que vimos no episódio como cliffhanger para a temporada seguinte. Eles poderiam acrescentar um caso principal baseando a temporada com outros pequenos casos entrelaçados, enrolando o assunto Deb x Dexter até o final. Mas não! A ousadia baixou nos roteiristas e eles já trouxeram a resolução do assunto logo na première. Seria devido ao possível fim da série na temporada seguinte? Provavelmente.

"Você matou todas essas pessoas?" - Matei.
"Você é um assassino em série?" - Sim.

Ai dele se dissesse o contrário.


Mas tivemos outras coisas no episódio, acreditem. Outro pedido dos fãs foi atendido. Personagem ruim, que não serve pra nada, tem que morrer. Mike, que participou de toda a temporada passada, foi assassinado logo no começo dessa. Ele é um personagem que como diz na gíria: "Não fede e nem cheira". Ainda tem outros personagens que devem morrer sim, dando espaço a outros relevantes, é claro. Não poderia iniciar a temporada de Dexter pedindo mais uma vez a morte de Quinn. Ah não, nessa ele vai.

Começaram a incrementar um assunto que deverá ser o principal da temporada. Viktor, o assassino de Mike que levava um corpo de uma prostituta no porta-malas é apenas a ponta do iceberg. A delegacia de Miami não vai deixar a morte de Mike sem resolução e deverão investigar a quadrilha, que possivelmente traficam prostitutas. O assassino de Mike não vão encontrar. Dexter já fez o serviço, mas acredito que ali, ainda tem muito para ser descoberto.

O episódio foi excepcional, mas infelizmente não foi perfeito. Dexter é uma série com milhões de fãs e sendo assim, a exigência cresce cada vez mais a cada temporada. Em certo momento, Dexter pega Louis mexendo literalmente em suas coisas. Ele dá aquela dura nele, faz aquela cara e... só isso? Esses probleminhas foram recorrentes nas duas temporadas passadas e frustrou os fãs. Dexter não é assim. 

Primeiro: Como Dexter deixa seu notebook sem uma mísera e simples senha de acesso? 
Segundo: Porque Dexter não verificou o histórico de seu navegador para confirmar que Louis estava falando a verdade?
Terceiro: A morte de Viktor dentro do aeroporto de Miami foi meio "engana que eu gosto", não foi? Putz! Deve ter câmeras até dentro do vaso sanitário daquele aeroporto. Mas ok, vou relevar essa. Vou tentar acreditar que Dexter pensou em tudo e foi o Dexter perspicaz que conhecemos.

Esses pontos foram lamentáveis. Sem isso, o episódio teria sido perfeito.


Enfim, podemos dizer que o bom e velho Dexter voltou. Não o serial killer, que não é mais o mesmo, comete erros que não cometia, mesmo isso não sendo problema, pois, as mudanças foram naturais. Digo que a série Dexter voltou, trazendo empolgação ao público e qualidade à TV. Não dá pra garantir nada ainda, porque o pé atrás com a série ainda continua, mas continuando assim, será deixado para a trás bem rapidamente.

Mas por favor Manny Coto, Jeff Lindsay, John Dahl e companhia limitada, não estraguem uma das minhas séries favoritas e atentem-se (bem) mais aos detalhes.
Tecnologia do Blogger.