Alphas – S02E12 Need to Know




Por Cinthia Mendonça 

Olá meu povo!!! Tudo bem com vocês? Prontos para a penúltima review da temporada? Então vamos lá! 

Com os good alphas assumindo a liderança, como grupo de força, em busca de Parish, podemos observar mais ação entre personagens que surgiram nessa temporada, mas que infelizmente, foram pouco exploradas em suas potencialidades. Casos como John e Kat, que agora assumem uma posição de destaque na caçada, implicam em uma nova dinâmica no grupo e quem sabe até, uma reviravolta em suas funções. Mas o mais legal foi o planejamento de Rosen. O plano consistia em colocar uma armadilha para que Parish viesse até eles e o mesmo funcionou. Arriscou-se em trazer Mitchell e em envolver alguns agentes na transição do mesmo, mas deu uma “tapa com luva de pelica” em Stanton, quando apaga todas as suas memórias da mente de Mitchell. Houve também um grande ápice com o “sequestro” de Scipio, o alpha que solta fogo pelas mãos, quando Rosen decide usar os poderes de Scipio contra ele mesmo, o amarrando e o induzindo a falar sobre o paradeiro de Parish. O descobrimento de Gary sobre o paradeiro de Skylar, também foi uma ponto chave para descobrirmos os planos de Parish. Mesmo sem saber que trabalha para ele, indiretamente, Skylar tenta consertar um dispositivo que possivelmente está ligado ao grande acontecimento em que Parish poderá dizimar milhões de humanos não alphas. Enquanto isso, a interrogação com Scipio não vai bem. De alguma maneira, ele consegue bloquear a mente para as induções de Nina e isso já é um grande feito. Mas a busca por informações pode acabar em tragédia, pois a equipe de Rosen está determinada a descobrir a verdade sobre o líder dos bad alphas.


Outro ponto a ser observado é sobre a habilidade do bad alpha que tomava conta de Skylar. Impressionante o poder de indução mental que ele tem, que diferente de Nina, nos mostra imagens e vivências “reais” de uma vida alheia a que estamos vivendo. Muito interessante! E finalmente descobrimos os planos de Parish, que consiste em dizimar milhões de uma maneira simples e rápida. Um dispositivo é colocado em toda a rede elétrica e ao ser acionado, provocar flashes de luz que em alphas, estimula suas habilidades, mas em humanos comuns, leva à morte. Simples e muito inteligente. Devo dizer que seres humanos como Parish, cuja elegância e inteligência são extremamente desenvolvidas, necessitam canalizar sentimentos inferiores como orgulho e arrogância, em coisas realmente nobres. Os mesmos, um dia, serão o salvador de toda a humanidade. E chega ao fim um dos melhores episódios de toda a temporada com Rosen ferido e final não provido. As cenas marcantes que vimos nesse final, continuará no próximo, marcando assim uma nova fase em Alphas. 

Até a semana que vem! 

Ponto alto do episódio: O bom roteiro. Finalmente a história de Parish foi desenvolvida e pudemos observar o envolvimento dele e de toda a equipe de good alphas em prol de grandes objetivos. 

Ponto baixo do episódio: A cena em que Kat fica presa no carro, com Mitchell, e o perde após ser atingida por uma explosão. Extremamente mal feita. A pobre da atriz ficou perdida em meio ao caos. E de novo, a má utilização de John como agente do time dos good alphas.
Tecnologia do Blogger.