Pular para o conteúdo principal

666 Park Avenue - Primeiras Impressões


"Não devíamos ter nos mudado para cá... Eles nunca os deixarão ir embora."

 Domingo trouxe a nova série de terror dessa season. 666 Park Avenue estreia sem grandes revelações, mas consegue prender a atenção de quem gosta de terror e suspense com uma trama que, aparentemente, promete. Os fãs de supernatural e American Horror Story irão notar várias semelhanças entre as séries como pactos e luzes piscantes de Super e o prédio que "engole almas" de American. Logo no início é mostrada a história do violinista que fez um pacto para ser famoso, durante 10 anos ele seria o melhor violinista do mundo, no fim do prazo ele teria que pagar o preço. Bem, o prazo acabou e está na hora do pagamento. Mas isso é só o começo das histórias dos moradores do edifício Drake.

O casal Jane e Henry mudam-se para o prédio, eles conseguem o emprego de gerente residente e, consequentemente, um apartamento no luxuoso prédio. Também são apresentados outros moradores, como o casal Brian e Louise, ele escreve peças "off-brodway" e ela é fotógrafa. O rapaz está começando a escrever uma nova peça, mas não conseguiu escrever nem o primeiro ato, deve ser porque ele insiste em olhar pela janela para ver a visinha "loira e gostosa" do prédio do outro lado da rua e, obviamente, pelas coincidências da vida, essa garota se torna assistente da sua esposa, ou seja, agora ela tem passe livre para ficar circulando na casa deles. Mas o assunto desse episódio foi John Borlow e Mary, sua esposa morta, ou quase morta, já que ele também fez um pacto para que ela voltasse a viver. Uma vida em troca de outra, para que ela estivesse viva, alguém teria que morrer, devo dizer que John não hesitou muito para matar uma pessoa em nome da "vida" da esposa, o problema surge quando ele descobre que matar apenas uma pessoa não era o suficiente.

O destaque da série, obviamente, fica por conta do Sr. Gavin, mais conhecido pelo papel como o misterioso Locke de lost, ele é o dono do edifício e também o responsável pela atividade sobrenatural do lugar. Os pactos são tratados diretamente com ele, assim como o pagamento. Não havia escolha melhor para o papel, Terry O'Quinn tem aquela aura típica de personagens enigmáticos e é um excelente ator, alias, não encontrei nenhuma falha no elenco por enquanto, Terry se sobressai em qualquer papel, mas os outros não ficaram atrás, ainda não consegui identificar nenhum elo fraco. Vale lembrar de um diálogo rápido entre Gavin e sua esposa, Olivia. Os dois conversam sobre Jane e Henry, o verdadeiro motivo para ter contratado os dois como gerentes é que eles queriam Henry por perto, resta saber o motivo.

Destaque também para Nona, a jovem aparentemente mora sozinha em um dos apartamentos e tem visões com os moradores. Ela avisa Jane que há um ladrão no prédio, só esqueceu de avisar que ela é a ladra, mas pelo visto ela rouba apenas pequenos objetos de valor sentimental. Acredito que seja para criar uma ligação com as pessoas. É uma das personagens que mais promete, já que ela pode vir a descobrir o que realmente ocorre dentro das paredes do edifício Drake, se é que já não sabe.

O episódio como um todo é bem estruturado, não trouxe nada de diferente do que já temos, mas certamente tem potencial. Destaque para duas cenas: a do elevador, em que Louise fica presa entre as portas e se machuca (eu já estava esperando o elevador subir e cortar ela no meio) e o sonho de Jane, em que ela segue Mary pelos corredores do prédio até o lugar onde ela se jogou, mas antes de pular para a morte (ou seria liberdade?), Mary dá um recado para Jane. Ainda bem que foi um sonho! Exceto pela parte em que Jane acorda com os pés sujos por andar descalça por aí.

Em um balanço geral a série agrada, mas não surpreende. Vamos esperar pelos próximos episódios e ver quais outros segredos o edifício Drake esconde. Ah sim, 666 Park Avenue é baseada no livro de mesmo nome escrito por Gabriella Pierce. Não sei dizer ao certo, mas até onde pesquisei, o livro não está a disponível em português e há várias diferenças entre eles, mas acredito que vale a pena dar uma olhada pelas páginas e tentar descobrir quais os rumos que a série vai tomar.

E vocês? Gostaram da nova trama de suspense/terror ou não?

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O que chega em Agosto na Netflix

Trailer:

Títulos destacados do mês de agosto

Séries:

Atypical: Temporada 1: No auge dos seus 18 anos e com autismo, Sam embarca em uma jornada divertida e dolorosa de autodescoberta em busca de amor e independencia. Série original Netflix, estreia dia 11 de agosto.
Marvel - Os Defensores: Temporada 1: Assim como os Vingadores, estes quatro super-heróis da Marvel se unem para defender o planeta Terra e lutar contra o crime. Série original Netflix, estreia dia 18 de agosto.

Disjointed: Parte 1: Ruth (Kathy Bates) realizou seu sonho abrindo uma loja de cannabis medicinal, tudo de acordo com a lei. Agora, ela pode fumar um baseado quando bem entender - basicamente sempre. Série original Netflix, estreia dia 25 de agosto.

Wet Hot American Summer: Ten Years Later: Bem-vindos à reunião de 10 anos do acampamento Firewood! Estrelada pelo elenco original do filme cult e novos atores e atrizes, a série de 8 episódios mostra como está a turma do acampamento, dez anos depois. Série original Netflix, es…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.