Pular para o conteúdo principal

Gossip Girl - O Upper East Side está de volta (por 11 episódios)


Felizmente que a tão aguardada última temporada de Gossip Girl está mais perto do que nunca. E sublinho felizmente. Fazendo uma retrospetiva das últimas cinco temporadas, não consigo ter uma opinião unanime. Se no início encarei esta série como uma lufada de ar fresco - com ritmo, bem produzida, com um elenco interessante e jovem, num bom sentido, atualmente vejo-a como uma série meio perdida entre uma sucessão de infantilidades e irrealismos e uma má capa de qualquer revista ou jornal mais sensacionalista.

Nunca fui particular fã do gênero de séries de Sexo e a Cidade, One Tree Hill e por aí. Portanto, seria de esperar, e eu própria também o esperava, que gg fosse daquelas séries que veria o piloto e rapidamente descartá-la-ia do meu "menu". Contudo, isso não aconteceu. Foi cativando, um guilty pleasure que não tenho nenhum embaraço em divulgar. Existia uma dose equilibrada de drama, humor e reviravoltas inesperadas. Um bom retrato sociológico de uma elite tão distante para a maioria. Havia! Havia um Chuck e uma Blair que me cativavam e uma Serena que me dava vontade de dar bofetadas. Havia! Havia um encanto, qual espécie de conto da Disney, em redor do Upper East Side .Havia! Já não há mais. Ou muito pouco. Na minha opinião, a última temporada, principalmente, foi uma sombra de tudo o que gg poderia ser. As histórias estão repetitivas, pouco credíveis, um arrastar sem fim de episódios que alguém já deveria ter coragem de botar um fim (vejamos a morte/não morte do Bass Sénior). Pessoalmente, não aguento mais o vai não vai de Chuck e Blair; a passividade de Dan começa a mexer com o meu sistema nervoso (um ponto a favor aqui para o último episódio que deixa antever um Dan renovado para a última temporada. Aleluia!). E o Nate? Bem o Nate é um deleite para vista. Ponto! De destacar as personagens secundárias que têm feito um trabalho louvável. Lily (Bass/ Van der Woodsen/Humphrey) está melhor do que nunca. O papel de víbora protetora de uma herança de infindáveis dólares fica-lhe muito bem. Cyrus e Eleonor estão com uma dinâmica muito engraçada e Dorota está magnifica como sempre, outra coisa não seria de esperar da personagem mais fantástica da série.


A questão é - falta saber quem a verdadeira Gossip Girl! E não há como fugir. A série está construída em torno disto e cada vez mais existe uma necessidade eminente de ver O mistério esclarecido. Os argumentistas já não estão a aguentar a série, por muito que custo aos fãs mais acérrimos. Penso que é preferível uma série acabar em grande do que se deixar arrastar num sem fim de episódios sem sentido. E aí saúdo, muitíssimo, a decisão de serem produzidos somente 11 episódios para a última temporada. Estes 11  episódios podem ser tudo o que gg precisa para acabar em grande e fazer desta uma das mais épicas séries do gênero. Pessoalmente, sempre fui uma apoiante das temporadas com menos episódios  - tornam a série mais rica, não cria  monotonia e ajuda a manter a qualidade sempre alta. E isto é o que falta atualmente a gg. O trailer já divulgado deixa antever isso mesmo. Existe um ritmo diferente; existe um Dan a ser bofeteado e odiado (o que nunca deveria ter deixado de ser); existe uma Serena ( ou direi Sabrina ?! ),  louca prestes a casar(!!) e um Chuck e Blair aparentemente no Paraíso. Quanto a Nate - aborrecido como sempre. Um papel que lhe assenta bem. Um feliz regressar às origens, tudo o indica.


Estou confiante que Gossip Girl terá uma interessante final season e espero-o sinceramente. Gostaria de a recordar,  carinhosamente, enquanto guilty pleasure e não enquanto fracasso.
Um último desejo - adoraria ver a Jenny, e já agora a Vanessa, regressar. Aquela garota tinha potencial e o gangue de Blair e Cia. bem que precisa de uma liçãozinha. Mas aguardemos, o futuro de Gossip Girl ainda está em aberto. 

( e sim, o Dan cortou, finalmente, o cabelo. Já não era sem tempo)


A estreia da 6ª temporada está agendada para dia 8 de Outubro e será produzida, novamente, pela CW.

Trailer:

            


por Ana Sustelo

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O que chega em Agosto na Netflix

Trailer:

Títulos destacados do mês de agosto

Séries:

Atypical: Temporada 1: No auge dos seus 18 anos e com autismo, Sam embarca em uma jornada divertida e dolorosa de autodescoberta em busca de amor e independencia. Série original Netflix, estreia dia 11 de agosto.
Marvel - Os Defensores: Temporada 1: Assim como os Vingadores, estes quatro super-heróis da Marvel se unem para defender o planeta Terra e lutar contra o crime. Série original Netflix, estreia dia 18 de agosto.

Disjointed: Parte 1: Ruth (Kathy Bates) realizou seu sonho abrindo uma loja de cannabis medicinal, tudo de acordo com a lei. Agora, ela pode fumar um baseado quando bem entender - basicamente sempre. Série original Netflix, estreia dia 25 de agosto.

Wet Hot American Summer: Ten Years Later: Bem-vindos à reunião de 10 anos do acampamento Firewood! Estrelada pelo elenco original do filme cult e novos atores e atrizes, a série de 8 episódios mostra como está a turma do acampamento, dez anos depois. Série original Netflix, es…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.