Pular para o conteúdo principal

Bones: "The Partners In The Divorce" S08E02



Olá, queridos leitores! Como estão passando? Com o ferro, imagino. Depois dessa piada, escutei a abertura da Praça é Nossa tocando de fundo. Mas enfim, vamos falar de coisa boa, vamos falar desse segundo episódio de Bones.

É, não era frango, nem porco e nem carne. Quer dizer, era carne, mas humana e imagino que não era isso que eles estavam procurando. O episódio começou de forma bem irônica com aqueles dois sem teto discutindo sobre investir ou não no mercado imobiliário.
Enfim, vamos ao caso da semana: Um bem sucedido advogado de divórcios é encontrado morto debaixo de uma ponte pegando fogo. Seu nome Richard Bartlett. Bom, durante o caso descobrimos que o escritório do advogado estava em construção e ao longo deste descobrimos que a cena do crime tinha sido o escritório devido à quantidade de sangue no local, mas não tinha sido dentro deste. Inicialmente, tudo indica que o homem tinha sido morto por um golpe dado com uma caneta no pescoço, mas futuramente, Finn analisando os ossos percebe diversas fraturas que indicam que ele foi jogado de algum lugar alto e bastante íngreme. Quando reconstruída a cena do crime, Brennan faz uma ótima referência a cultura pop relacionada ao Coiote, momento marcante este. Mas então, ela e o Finn são capazes de determinar como teria sido e descobrem que o advogado foi jogado do duto de entulho, sendo esta a causa de sua morte. De todos os suspeitos que passaram por eles, realmente cheguei a acreditar que teria sido a esposa, principalmente depois de Sweets dizer que ela tinha desaparecido para sua amante, Margot Sandoval (Alexandra Holden), e admito ter rido bastante com o cozinheiro se vingando de Richard de uma forma bem inusitada. Acredito que ninguém irá comer hambúrguer da mesma forma depois desse episódio. Por fim, os assassinos tinham sido o casal Gavin e Melanie Carmichael. Quando descoberto o acelerante usado para queimar o corpo, um solvente inflamável usado por arquitetos, óbvio que tinha sido eles. Concordo com a Brennan, não entendo como esses dois chegaram a se casar.

Bom, problemas no paraíso: Brennan está diferente, passou três meses vivendo por conta própria, fazendo alguns bicos aqui e ali, na teoria aprendeu a cozinhar e acaba trazendo essas mudanças para dentro de sua casa. Booth não está acostumado com isso, como ele mesmo disse, ele perdeu a ela e a filha durante esse tempo, isto é algo que nunca será recuperado. Logo no começo do episódio, vemos que os dois estão fora de sincronia, inclusive, mais para frente, chegam a ter uma briga enquanto estão indo analisar o duto de entulho. Admito que adorei essa briga e dei altas risadas, típica tragicomédia. O ponto é que como o próprio Booth disse, ela não está mais “lá fora”, ela está aqui e ele faz parte da vida dela, eles são uma família e claro, devido a tudo isto, ele está se sentindo excluído. Compreendo ambos os lados, primeiro, a Brennan tem essa dificuldade de entender certas emoções, certas atitudes passionais e todos sabem disso; Segundo, o Booth é passional, não adianta, essa é a típica forma como alguém como ele reagiria. Concluo que é por esta e muitas outras razões que eles são perfeitos um para o outro, ele “ensina” a Brennan a enxergar dessa forma passional, a ter esse equilíbrio e ela o mesmo com ele em relação a racionalizar. Enfim, a questão agora é eles trabalharem isso, o que eu tenho certeza que conseguirão, pois ela tomou uma atitude que me surpreendeu bastante, a atitude de procurar o Sweets para compreender melhor o que está acontecendo com ela mesma.
Tenho certeza de que eles irão resolver isso, afinal, eles se amam e tem mudado bastante um pelo outro, para que nada afete esse maravilhoso relacionamento que eles vem construindo por tanto tempo.

Nota¹: É impressão minha ou a Emily Deschanel está mais linda do que nunca? Babei demais nesse episódio.
Nota²: Espero do fundo de meu coração que ela o peça em casamento.
Nota³: Só queria dizer que adoro a Angela e o Hodgins. Mesmo que dessa vez não tenha tido tanta interação entre os dois.

Então, espero que tenham gostado do episódio e da review. Até a próxima!
That’s all folks!

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…