Bones: "The Future in the Past" S08E01



Olá, queridos leitores! Como estão passando? Depois de uma temporada com apenas treze episódios e, finalmente, Booth e Brennan ficando juntos + Christine, estamos de volta. Honestamente, senti muita falta de série, do meu casal favorito, dos squints, da interação entre eles, da Christine, dos casos, dos maravilhosos episódios em si.

Iniciamos o episódio com um salto temporal de três meses, vemos os squints fazendo de tudo para provar a inocência de Brennan, enquanto esta está fugindo com seu pai. Ela, fazendo suas pesquisas, encontra o corpo da conselheira do ensino médio do serial killer que vem tentando culpa-la por seus assassinatos, Pelant. Bom, eu nem posso dizer as palavras que usei para me referir a ele aqui, vocês não imaginam o nível da raiva. Enfim, nesse meio tempo, descobrimos que Angela tem se comunicado com Brennan e também do esquema de flores usado pelas duas. Booth encontra Brennan e temos uma cena de reencontro maravilhosa, com ela jogando o marido no chão com um golpe.
Angela consegue limpar a ficha de Caroline fazendo com que ela volte ao caso. O progresso continua quando Sweets – com seus poderes psicológicos , descobre que Pelant alterou a carta de recomendação da conselheira para a faculdade, pela forma de sua escrita. O encontro de Hodgins e Pelant nos proporciona uma outra descoberta, o terceiro lado do rapaz, o lado em que ele exibe querer que um dos squints (ou Booth) o mate. E é por esta razão que Sweets consegue determinar o porquê da pirâmide feita por Ethan, o que faz com que Angela descubra o significado daquilo tudo. Um tipo de código usado por ele para colocar Brennan na filmagem. As descobertas não param por aí, com Brennan examinando o corpo, ela consegue determinar a arma utilizada no assassinato da conselheira, e esta os leva até Pelant.
Óbvio que o serial killer foi preso, mas ele deu um jeito de não ficar por muito tempo na prisão. Apagou sua identidade e agora clama ser um egípcio chamado Bassam Alfayat, fazendo com que os egípcios o levem de volta para "seu país".

O grande ‘X’ da questão foi a cena final do Agente Flynn pegando a flor que Pelant deu para Brennan. Estaria ele envolvido nessa conspiração?

Os roteiristas criaram um dos maiores vilões de toda a série, A Coveira, e eu, particularmente, não esperava que eles fossem capazes de conseguir atingir este nível de novo, mas eles conseguiram. Pelant é realmente um vilão incrível e ao nível de Temperance Brennan. Ele consegue fazer com que eu o suporte cada vez menos a cada episódio. E realmente existem pessoas como Pelant por aí, pessoas que para o mundo gostam de mostrar essa máscara de santo, inocente, e fazem de tudo para manter-se assim perante estas. Entretanto, na verdade, a pessoa é o oposto disso, é essa personalidade escondida. Mas enfim, excelente trabalho dos roteiristas e de toda a equipe de Bones.

Nota¹: Na hora em que a Cam decidiu mandar por e-mail as informações, imaginei que aquilo era uma forma de fazer com que Pelant fosse preso por hackear.
Nota²: O tapa que ele levou da Brennan foi pouco, ela deveria ter feito pior.
Nota³: Se eu já não gostava dele antes, imagina o quanto eu passei a não suporta-lo depois que interrompeu aquela cena linda de Booth e Brennan na máquina de lavar.

Max disse e eu cito: “Mas esse Pelant precisaria mesmo morrer, Booth.” Ele não vai parar até que alguém o pare.

Enfim, aguardo vocês no próximo episódio. Espero que tenham gostado da review.
That’s all folks!
Tecnologia do Blogger.