Pular para o conteúdo principal

The Glee Project 2x09/2x10 - Romanticality/Actability


Tentei dar uns dias de intervalo para ver e minha "raiva" passava mas não adiantou muito. Por estes motivos não vou delongar muito esta review.
De um modo geral ficou impossível pro Ryan e sua trupe decidirem quem sairia e quem ficaria em ambos episódios. No Romanticality, o convidado foi Darren Criss de forma muito justa. De forma muito justa também Blake ganhou o dever de casa. Amei a escolha da música We Found Love. Amei a participação de Iqbal Theba, adoro ele. A maioria dos participantes teve dificuldade no estúdio e na gravação do vídeo, Michael e Lily se conectaram muito bem. Blake e Ali, um pouco menos. Quando eu vi o vídeo separadamente pela primeira vez, achei Aylin e Shanna boas. Principalmente a Shanna, achei que ela se entregou mesmo no papel. Vi que na gravação do vídeo elas tiveram dificuldades.
Este foi o Bottom 3 mais insano que já vi na vida. Os três melhores na berlinda: Shanna, Aylin e Blake. Completamente injusto, na minha opinião. Os três são excelentes, eram potenciais vencedores do programa e alguém iria pra casa por motivos pequenos e menos graves do que outros. O que estou querendo dizer é: Shanna foi uma vez para o Bottom 3 e foi eliminada. Lily foi 4, e não foi. Não estou dizendo que Lily merecia sair, muito menos Michael como Shanna foi infeliz em dizer. Mas chega um momento em que o programa fica de fato injusto. Pessoas como Michael, Ali e Lily que erraram ao longo do programa todo, ficaram. Shanna com um erro no final, foi eliminada. Como eu disse antes, também não entendo porque chamam para o programa pessoas como Lindsay e Shanna. Com voz parecida com a da Lea, do mesmo estilo dela. Tenho para mim que o Ryan não irá colocar ninguém em Glee que irá disputar (ou tentar disputar) com a Lea alguma coisa.
Depois de achar um absurdo a eliminação da Shanna, tive que lidar com o absurdo do episódio Actability. Não vou economizar críticas.
Em primeiro lugar: Dianna Agron? Sério mesmo? Eu AMO a Dianna, a considero uma excelente pessoa. Ela é linda, de um enorme carisma e simpatia, um doce. Mas boa atriz, já é de mais. Ela é ruim para regular, em Glee. Eu assisti Eu Sou o Número Quatro e ela é de fato uma atriz mediana. Mas sua personagem em Glee é tão ___________ que sua atuação é igualmente  ___________. Péssima escolha, para o tema.
Gostei da dinâmica do dever de casa, de improvisação dos sentimentos. De forma justa também o Michael ganhou. É facilmente perceptível como o Michael cresceu no programa neste episódio.
A idéia para o clipe foi magnífica, amei o resultado. Porém para chegar até lá foi um pouco complicado. Lily teve um pouco de dificuldades. Ali não conseguiu se destacar. Foi muito difícil para Aylin ter que usar roupa de mulçumana. Mas Blake e Michael simplesmente arrebentaram tudo. Foram magníficos, não tinha como colocar defeito. Tinha certeza que os dois estariam na final.
Mas o Robert anuncia a bomba, que ele chamou de presente: os cinco iriam apresentar para o Ryan e para todos os escritores de Glee. Achei justo e injusto ao mesmo tempo. E lá foram, todos apresentaram, foram magníficos. Ali Adler disse que não viu em Blake um motivo para ele estar em Glee, uma razão para ela escrever para ele e amou o Michael. Ali (a participante) conquistou todo mundo. A maioria gostou de Michael também. Aylin claramente estava garantida na final pelo fato de ser muçulmana e Ryan quer trabalhar em cima disso. Para mim, ela ganhou o programa. É excelente atriz, cantora, tem excelentes performances e ainda tem um "bônus" que é o Ryan querer escrever sobre ela.
Veio o Ryan com uma invenção de eliminar mais de uma pessoa. Eu estava segura de que justiça seria feita, apesar de que para mim qualquer eliminação ali seria injusta.
Foram embora: Lily e Michael. Lily, injusto porém justo. O que eles alegaram é que ela é um pouco difícil de trabalhar com. Michael... não consigo entender. Lá se vai o segundo participante mais querido do programa.
Na verdade, se colocarmos para os dois, Lily e Michael, o mesmo critério e analisarmos para os dois o programa inteiro, mereceram ser eliminados. Porém aí, Ali também teria que ser. Desculpa, mas ela não canta bem, só para começar. Assim como Ali cresceu, Lily e Michael também. Ele arrebentou neste último episódio, nos últimos. Analisando friamente os 5, a única que dava para achar uma brecha por causa deste último episódio foi a Lily. Eliminação injusta de Michael, na minha opinião.

Parabéns aos três finalistas: Ali, Aylin e Blake. Para mim, Aylin leva. Menos de uma semana para descobrirmos!



por Klowy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

Netflix Divulga TOP 10 Séries mais vistas por super maratonistas

PREPARAR, APONTAR, ASSISTIR: MAIS DE 8 MILHÕES DE ASSINANTES QUEREM SER OS PRIMEIROS  NA MARATONA DE SÉRIES DA NETFLIX
Um novo tipo de aficionado surgiu com a Netflix, e eles estão correndo para serem os primeiros a terminar séries como Stranger Things, House of Cards, Fuller House e outras . Assistir a uma série inteira antes de todo mundo virou um novo símbolo de status.
A Netflix mudou a forma como o mundo se relaciona com séries  - espectadores podem assistir quando, onde, como quiserem e, principalmente, em qualquer ritmo. Ao fazer isso, a Netflix viu o surgimento de um novo tipo de fã: o super maratonista. Completando em um dia o que os outros levam semanas, os super maratonistas se empenham para serem os primeiros a terminar uma série, assistindo a uma temporada inteira nas primeiras 24 horas após o lançamento. 

No total, 8,4 milhões de assinantes da Netflix se tornaram super maratonistas, e a única coisa mais rápida do que o ritmo em que eles assistem a séries é o ritmo de cresc…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…