Alphas S02E06 - Alphaville



Por Cinthia Mendonça

 Olá meu povo!!!! Review de Alphas começando em 1, 2, 3...wait for it...now!!!! hahahahha!!!


O episódio de hoje começou sem muitos dramas e/ou acontecimentos marcantes, mas não pude deixar de notar a Dani Rosen trair a confiança não só de seu pai, mas também a de Hicks, com quem ela mantém um affair.

Apesar de o tempo passar e de estarmos um pouco mais perto, ainda não sabemos qual são os planos de Parish, e o fato de ela estar envolvida com ele a esse ponto, é algo curioso e estranho. Por outro lado, adorei a aparição de Skylar, eu gostei muito dessa personagem quando esta apareceu na primeira temporada. Mas a melhor parte desse começo, foi Gary indignado em estar “no mato”. Hahahahhaah!!! Tenho que concordar com ele: “it’s bored!” perdoem-me os que curtem! O acampamento Alpha foi algo bem legal e bemr explorado nesse episódio. Uma mini cidade, no meio do nada, com uma concentração de Alphas fugitivos do governo, onde vivem com liberdade e paz. Tudo muito legal até começarem a acontecer coisas devido à permanência do grupo do Dr. Rosen, a mando de Parish. Aquele aparelho de foto estimulação e no mínimo esquisito e sabendo disso, mais chegamos perto de entender a formação do grupo de Parish e seus planos para a guerra entre Alphas x Humanos. Além, é claro, de Gary descobrir os sinais que a Natureza emite. Sim meu povo, vivemos em um mundo individualizado, mas estamos todos conectados. #Fato.


A potencialização das habilidades, que o instrumento promove, é insana. Aquele bad Alpha colocando fogo em tudo, com suas mãos cheias de faíscas, me surpreendeu. Agora me digam, quem aqui AMA as entradas triunfais de Parish nos episódios? Eu as adoro! Ele sempre dar um “ar” de sofisticação e de inteligência a essas pequenas amostras de sua presença. Um homem simples, mas que tem presença marcante e sabe o que obter das pessoas, como quer e quando quer. Possivelmente Skylar irá com ele, eu iria. Hahahahahh!!! É isso meu povo! Alphas tá melhorando a cada episódio, mas continua sim, com algumas falhas de roteiro e se eles não começarem a falar sobre a obra de Parish, corremos o risco de Alphas ser igual a Lost, cansativo no final.

 Enjoy it!

 Ponto alto do episódio: A pequena participação e Parish.

 Ponto baixo do episódio: Kat não ter aparecido. Não existe lógica em introduzir uma personagem, se logo depois, a intenção não é de explorá-la.
Tecnologia do Blogger.