Pular para o conteúdo principal

(fdp): Primeiras Impressões "Juiz x Juiz"


Por Fábio Lins

Série e futebol. Duas das coisas que mais amo em minha vida. A mistura então seria perfeita. Só que não.

Até que encontrei coisas boas, na nova série original da HBO Brasil, mas num todo, (fdp) não passa de mais uma produção "meia boa" das inúmeras que vemos por aí. A premissa é excelente para quem gosta de futebol e acompanha o desenvolvimento da arbitragem brasileira, porém, a produção é péssima.

Nunca vi no mundo um filme ou série expondo o meio futebolístico sem cair no ridículo. Quem acompanha o futebol, vê claramente as falhas na produção. Fica notório que ali estão encenando e muito. Claro que tudo não passa mesmo de encenação, mas, tem que haver o mínimo de concordância com o nicho que estão desenvolvendo, mas não. É completamente evasivo. É a minha maior reclamação em termos de produções nacionais. É um "me engana que eu gosto" infinito. Joga isso na nossa cara, chamamo-nos de idiotas, ou no caso, fdp.

O comentarista é o narrador da TV são completamente ridículos. "Profissionais" como esses, não existem na TV esportiva brasileira. Nem serviu para fazer graça, ao contrário da cena inicial, onde fizeram uma boa sátira dos programas esportivos, que em sua maioria, são programas muito mais comerciais. Alô Milton Neves! 


O lado bom de (fdp), foi mostrarem o cotidiano de um árbitro de futebol. É uma "profissão" ingrata. Eles não têm um trabalho regulamentado, vivem uma vida profissional dupla, são pouco remunerados, devido ao tamanho de suas responsabilidades e além do mais, têm que ser completamente honestos em um país desonesto.

"Juiz x Juiz", exemplificou muito bem o país corrupto que vivemos: você pode ser o mais honesto possível, mas se for árbitro de futebol, só isso não basta. Gostei muito do árbitro Juarez Gomes da Silva, personagem principal da série, manter a sua honestidade, mesmo, agindo sobre uma gigantesca pressão. Interessante exaltarem que a orientação educacional inferior não rotula a honestidade e não faz o caráter de ninguém. O juiz ladrão dessa vez, foi o doutorado, que passou por cima de um pai de família honesto, por simplesmente, estar exercendo seu bom trabalho. Claro que deu a vantagem para Juarez em primeira instância, já para ter uma vantagem posterior. Esse sim é um fdp.

Contudo e infelizmente, (fdp) peca na produção, típicos problemas da produção nacional, cujo, muitos telespectadores nacionais deixam passar batido ou fazem vistas grossas. Quem está acostumado com uma boa produção internacional, não conseguirá assisti-la.

Apesar da boa premissa, paro no piloto, infelizmente.

Ps: A HBO Brasil disponibilizou em seu site, o episódio piloto da série. Para assisti-lo por lá, clique AQUI

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O que chega em Agosto na Netflix

Trailer:

Títulos destacados do mês de agosto

Séries:

Atypical: Temporada 1: No auge dos seus 18 anos e com autismo, Sam embarca em uma jornada divertida e dolorosa de autodescoberta em busca de amor e independencia. Série original Netflix, estreia dia 11 de agosto.
Marvel - Os Defensores: Temporada 1: Assim como os Vingadores, estes quatro super-heróis da Marvel se unem para defender o planeta Terra e lutar contra o crime. Série original Netflix, estreia dia 18 de agosto.

Disjointed: Parte 1: Ruth (Kathy Bates) realizou seu sonho abrindo uma loja de cannabis medicinal, tudo de acordo com a lei. Agora, ela pode fumar um baseado quando bem entender - basicamente sempre. Série original Netflix, estreia dia 25 de agosto.

Wet Hot American Summer: Ten Years Later: Bem-vindos à reunião de 10 anos do acampamento Firewood! Estrelada pelo elenco original do filme cult e novos atores e atrizes, a série de 8 episódios mostra como está a turma do acampamento, dez anos depois. Série original Netflix, es…

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.