True Blood 5x08 "Somebody That I Used To Know"



Sem querer me repetir, mas... esta aí é a minha cara depois deste episódio.

É porque não dá para dizer se o que está diante dos meus olhos é bom ou ruim. É brilhante ou desastroso. É exagero comum ou é exagero exagerado. True Blood conseguiu a proeza de se fazer misteriosa.

Digo que não sei o que pensar porque loucuras sempre fizeram, ou melhor, foram 100% do roteiro da série. Reviravoltas absurdas, personagens com segredos obscuros, e por aí vai. Vide, por exemplo, Bill. Não é a primeira vez que nos surpreendemos com suas atitudes. Para começar, ele se aproximou de Sookie a mando da rainha Sophie Anne e, lá na frente, se virou contra deus e o mundo para defender sua fadinha. Ao entrar para a Autoridade também, ele estava conspirando com Nan. Ou seja, Bill é um mestre conspirador, astuto e camaleão. Em qualquer situação ele se infiltra.

Por isto, acredito que sua "evolução", outra das reviravoltas de True Blood, é mais uma armação para que depois ele destrua a nova Autoridade. A nova e insana Autoridade.

Reconheço que este golpe de poder está mais para cômico que "realista". Porque tomaram uma gota do sangue de Lilith, e viram uma mulher pelada enquanto alucinavam, todos os membros se tornaram sanguinistas. Onde está a racionalidade nisso? Eles não apenas adotaram a nova filosofia vampiresca, como passaram a apoiar o doido lá a comer bebês, e agora planejam a destruição dos integralistas. Tão rápido? Ninguém vai contestar nada mesmo depois que o efeito alucinógeno acabou?

Só o pobre do Eric que caiu em si de verdade, mas infelizmente de nada adiantou. Bill se enrolou em sua evolução, e Nora, bem... Nora nem tem mais parafusos na cabeça. A única coisa que a doida sabe falar é que "eles estão no caminho certo" e "é isso que deus quer". Virou uma vitrola estragada. E como se o repeteco não bastasse, a criatura ainda insulta Godric. É claro que queremos Nora morta já. Eric, pode enfiar uma estaca nela.

Falando em estaca, que droga aquele plot do Hoyt. Já desisti com True Blood teimando em não matar este personagem inútil, mas agora aguentar ataque de raivinha só porque foi chutado? E ainda por cima fazer de conta que Jessica corria risco de vida? Até parece que TB vai ser louca de matar a ruiva. Espero infinitamente que aquela arma apontada na cara de Hoyt dispare uma bala na cabeça dele. Já deu de dor de corno.

Mas teve personagem inútil que pelo menos fez rir. Sam e Luna, ou Sam e Sam, quase chegaram ao cúmulo do ridículo com as declarações de amor dele para ele mesmo. Não teve como não rir de Sam  rebolando aquela bunda branca e dando gritinhos estéricos. Mesmo assim, a série bem que podia parar de mostrar o traseiro do homem. Porque ele já mostrou demais e acabou a graça...

Só não acabou a graça, CLARO, do traseiro de Alcide. Gente, que derrière! Que cena de sexo! De todas que TB já teve, e sei que foram muitas, esta foi a melhor. Não que a gente ligue para Alcide ser ou não líder da matilha, a gente quer é vê-lo fazendo *brincadeirinhas* com a nova namorada. Sorry, Deb, e sorry, Sookie. A fila do lobo já andou.

Porém o melhor momento de "Somebody That I Used to Know" ficou por conta de Lafa. Outra vez, outra surpresa, mas esta até que era esperada. Quando Arlene foi pedir a ajuda dele, já deu para imaginar que a "farsa" acabaria se tornando verdade, só não deu para imaginar que seria tão bom de ver. Nelsan Ellis provou diversas vezes que sua atuação é excelente. Seu personagem passou por todas as situações possíveis, de possuído por um demônio até ter sua boca costurada. Mas vê-lo fingindo ser médium e, em seguida, sendo médium mesmo, superou mais ainda seu rol de boas performances. Espero que a série explore mais este lado dele, que agora resolveu cobrar pelos contatos de terceiro grau.

Quem ganharia dinheiro também com estes "contatos" seria Sookie. A fada vai além do terceiro, quarto ou quinto grau. Ela consegue entrar no corpo de um vampiro, ou seja, no corpo de um morto. Foi legal a cena das outras fadas ajudando ela e Jason a saberem mais sobre o assassinato dos pai, mas, sinceramente, Sookie já teve coisa melhor para fazer.

Que este novo vampiro assassino, Warlow, promete... sim, promete... exatamente como True Blood sempre promete muita coisa. Mas Sookie longe de Bill e Eric não é a mesma coisa. Nem aquela conversa de querer ser normal convenceu. Se fosse para ser normal... a hora não seria agora, Sookie. Melhor dizendo, a hora seria nunca.

Com este oitavo episódio, TB entra em sua reta final. Logo, vemos algumas resoluções aqui e ali, ou tentativas de resoluções aqui e ali. Pelo menos ela já começou a tentar fechar seus plots, coisa que nas temporadas anteriores mal acontecia na Season Finale. Vamos ver se agora a série aprendeu a ser diferente e vai finalizar de verdade o que iniciou, ou se ela continuará sendo aquela que nós já conhecemos.


Observações:

- Não temos interesse em Tara humana, nem em Tara vampira, mas TB quer nos enfiar uma Tara vampira brigando com a patricinha do colegial. Só falta Tara começar um "romance" com a coleguinha. Só falta isso.

- Terry e Patrick têm um veredicto a cumprir. Seria tão bom se os dois puxassem o gatilho de uma vez, né?
Tecnologia do Blogger.