Pular para o conteúdo principal

True Blood: 5x03 "Whatever I Am, You Made Me"



"Let me walk the world with you, Mr. Northman... or watch me die.

True Blood segue acertando e dando destaque a Pam, uma das melhores e mais interessantes personagens. Neste episódio vimos o início de sua jornada com Eric e como ela foi transformada. Confesso que me impressionou demais aquele Eric nobre, cheio de códigos de honra e sabedoria para compartilhar, natureza até aqui sempre associada a Bill. 

Bill, aliás, era um jovem vampiro sem rédeas quando conheceu Mr. Northman. Junto com sua insana criadora, tudo o que os dois queriam era, usando as palavras de Roman, "comer, trepar e matar". Ainda por cima, quando William é pego no flagra por um vampiro bem mais velho, as presinhas ameaçam partir para a briga, mesmo sabendo que sairiam dela esmagadas. Ô passado que condena, viu. 

No entanto, um relacionamento que começa com o pé esquerdo não necessariamente tem que ficar mal a vida toda. Os dois rosnaram bastante ao se verem pela primeira vez, mas hoje até compartilham o amor pela mesma mulher e pegam a mesma chanceler da Autoridade... não há nada mais BFF que isso. A chanceler em questão é Salome que, como dissemos na review passada, é a mulher que pediu a cabeça do profeta João Batista numa bandeja. 

Longe de ser apenas uma mulher fatal, Salome teve o imenso, árduo e exigente trabalho de levar os dois para a cama a serviço da Autoridade. Enquanto fazia sabe-se lá o que com os corpinhos deles, a irresistível sedutora averiguava se suas “vítimas” eram do Movimento Sanguinista, o grande temor de Roman. 

Além de interrogadora de métodos inovadores, ela também é a mentora de Nora, sendo este o motivo pelo qual ela sofria tanto ao ver a irmã de Eric sendo penalizada. Acontece que Nora confessou acreditar “que os vampiros foram feitos a imagem de Deus, que o populismo é uma abominação, e que Lilith se erguerá do Sangue e arrancará as malditas cabeças blasfemas dos chancelers e dançará em seus estercos”. Só que como essa confissão veio depois da vida de Eric ser ameaçada, fica complicado saber se é verdade ou mentira. 

Salome, no entanto, parece suspeita quanto a isso. Sendo ela a mentora de Nora, ela não teria percebido algo de errado com sua aprendiz? E mais: em sua conversa com Roman, ela sugeriu que era hora dele mudar um pouco sua postura, pois “sua rejeição da bíblia de vampiro, seu foco sobre a integração sobre tudo, separou vampiros de todo lugar”. Discurso muitíssimo suspeito, especialmente vindo da rainha da dissimilação, que pode muito bem se aproveitar de sua proximidade com o Guardião para persuadi-lo sem que ele nem veja. 

Ainda dentro da Autoridade, o novo recruta para o posto de Nan Flanangan é ninguém menos que Newlin. Isso explica ele ter ido na TV falar mil maravilhas a favor dos vampiros e de ele ter tanta certeza que Bill não é mais rei. Mas o melhor mesmo foi ver Roman dando um chega-pra-lá no bebê vampiro que, mal saiu das fraldas, e já se achava no direito de esnobar os humanos. Bem feito!

Falando em bebê vampiro, Tara até que merecia elogios como vampira recém-transformada. Apesar dela ter perdido metade do cérebro com o tiro de Debbie, ela está sendo uma vampira com princípios, que se recusa a sair atacando desconhecidos ou amigos. O problema é que esta consciência impede-a de enxergar uma vida normal, ou pelo menos uma vida, nesta nova condição. E enquanto isso, Sookie e Lafa saem correndo desesperados atrás dela, cada vez mais arrependidos de terem-na submetido a algo que ela despreza.

Tamanha confusão levou Sookie a revelar para Alcide o destino que teve Debbie. A essa altura, não tinha mais o que inventar, não fazia sentido ela evitá-lo tanto justamente quando Russel is coming. Alcide não deve somente acobertá-la como também impedir que os pais (especialmente o pai) da falecida namorada chegue na fadinha. Mas isso vai dar trabalho, viu. O gênio do senhor Gordon Pelt é do mesmo estilo estourado do da filha.

Andy segue com sua investigação do sumiço da loba e já foi interrogar Sookie... ainda bem que a espertinha leu os pensamentos do xerife e descobriu que sua maior preocupação era a foto (traumatizante) de seu traseiro no Facebook. Pelo menos este "infortúnio" deu um pontapé no namoro dele e de Holy... não que isso nos interesse... mas aqueles dois já tiveram azar demais na vida, coitados. É hora de terem um pouquinho de amor.

Quem está precisando demais de amor é Hoyt. O pobre rapaz chutado taca um delineador nos olhos, veste a jaqueta que Jessica deixou para trás, e vai no Fantagsia... pronto para ser comido - e comido vivo. Ninguém define melhor a palavra desespero.

Nesse meio tempo, Jason tem uma crise de identidade e fala não para uma Jessica praticamente nua. Sim, Jason disse NÃO, não quero, obrigado. Aparentemente, o garanhão de Bon Temps percebeu o "grande vazio" dentro de si depois de reencontrar (e re-pegar) sua antiga professora e primeira mulher. Menino Jason perdeu a virgindade muito novinho e diz que não aproveitou muita coisa da vida, motivo pelo qual ele agora será "amigo" da ruiva mais linda de True Blood. Vai entender.

E já que estamos falando da ruiva, o que foi aquilo dela sair correndo disparadamente atrás de um homem cheiroso? Contando que ele queria roupa para "16 irmãs" e tinha um cheiro de "algodão doce, pão que saiu do forno e sexo", certamente deve ter fadinhas soltas em Bon Temps. E isso deve deixar a vampiraiada louca.

O título do episódio, Whatever I Am, You Made Me, pode se referir a Jason e sua professora, a Tara e Pam, mas, especialmente, a Pam e Eric. A forma como ela conheceu Eric, como ela o obrigou a transformá-la, a ter com ela um "compromisso maior que qualquer casamento, mais profundo que qualquer laço humano", é tudo o que ela tem e o que ela é. Ela está sofrendo tanto que até durante o sono ela chora. É também deste vínculo tão profundo que deve vir seu ódio por Sookie, principalmente quando ela vê seu criador preferir e cuidar da fada justamente quando era com ela quando se conheceram.

Ainda assim, não é muito inteligente da parte dela atacar Sookie. Não só porque a fadinha agora sabe usar seus feixes de luz, mas também porque Eric não aprova nadinha disso. E nem adianta ficar culpando a moça pelo sumiço do criador não. Até porque, enquanto isso, ele está se divertindo com sua mais nova aquisição tecnológica: o iEstaca, que só com um clique enfia uma estaca de madeira em seu coração. Ele não poderia estar se divertindo mais do que isso, Pam. Acalme-se que logo, logo ele cansa da brincadeira e volta. 


Observações:

- Salome é suspeita demais para mim. E ainda somando o fato de ela ser traumatizada com sua família, que era mais selvagem que os vampiros... está aí um prato cheio para odiar os humanos e vê-los só como comidinha.

- Alguém precisa falar para Salome que dizer "quero ser sua amiga" e tirar a roupa em seguida são ações contraditórias!

- Terry viajou e não tem data de volta. Vá com Deus e fique por lá.

- A "herança" de Jesus para Lafa queria colocar alvejante na comida do Merlotte's. Não acho que tinha esse ingrediente na receita...

True Quote:

Pam: Um vampiro com honra. Não é uma contradição?
Eric: Não mais do que uma puta inteligente. E aqui estamos.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

Especial: TOP 5 séries que você não deve assistir com a sua mãe

Olá, leitores! Hoje não é um dia qualquer, não é um simples domingo onde você, caro leitor, comerá um pedaço de pizza do sábado à noite no almoço, porque hoje é o dia das mulheres da vida de cada um de vocês, das mulheres que consideram sagradas. Hoje é dia das mães! O Viciado Em Série não poderia deixar de prestar sua homenagem, contudo, decidido a fazer algo diferente do bom e velho “TOP 5/10 Mães de Séries/Filmes”, segue o "TOP 5 Séries Que Você Não Deve Assistir Com a Sua Mãe".
5º Lugar - Game of Thrones

Uma série da HBO para maiores de 18 anos cheia de nudez, cenas de sexo, incesto, orgias, guerras, violência de todos os tipos, entre outras situações embaraçosas. Game of Thrones, definitivamente, não é o tipo de série para você assistir ao lado da sua querida e sagrada mãe, afinal, qual filho não fica constrangido diante uma cena de sexo em um filme aleatório sendo assistido junto dela? Agora imagina uma cena dessas entre dois irmãos... Pois é, MELHOR NÃO! 
4º Lugar – Tr…