Ryan Murphy - Passado, Presente e Futuro


Estamos de volta com a coluna "Passado, Presente e Futuro"! Após começarmos com J.J.Abrams e Steven Spilberg, chegou a vez de falarmos de uma das pessoas mais amadas e odiadas no mundo das séries. Estou falando de Ryan Murphy, conhecido como a pessoa por trás de Glee e carinhosamente chamado pelos fãs de "titio Murphy". Contudo, sua carreira na TV e no cinema é vasta, mas vamos destacar aqui, seus principais trabalhos na TV. Ryan Murphy é jornalista, roteirista, diretor e produtor de cinema e televisão, além de escolher as canções que tocam durante os episódios de Glee.


Passado:

Poucos comentam, mas Ryan Murphy começou a sua carreira na TV em 1999 criando e escrevendo a série "Popular", conhecida no Brasil como "Popularidade", estrelada por Leslie Bibb e Carly Pope. A série foi cancelada pela extinta WB no final da 2ª temporada devido a baixa audiência, principalmente após ser deslocada para as noites de sexta, porém é considerada pelos críticos a série que deu "origem" a Glee.

Em 2003, Murphy emplacou "Nip/Tuck", um polêmico drama exibido pelo canal a cabo FX, onde cada episódio envolvia os procedimentos bizarros em pacientes, abordando o lado obscuro das cirurgias plásticas. Dessa vez, a série rendeu bem mais do que a sua série de estreia. Nip/Tuck chegou à 6ª temporada, com o episódio 100. A série foi um sucesso, bem aceita pela crítica, recebendo inúmeras indicações e levantando a estatueta do Golden Globe e do Emmy.


Presente:

Pouco antes do cancelamento de Nip/Tuck, Ryan Murphy criou a amada e odiada "Glee", seu maior sucesso até o momento. Tudo que eu disser sobre Glee, seria meio que "chover no molhado" pois, até quem "não assiste" a série, critica-a veementemente e sabe tudo sobre ela. Só posso dizer que indo para a sua 4ª temporada, o musical comédia-drama estudantil voltou à velha forma. Sua temporada passada lembrou o ótimo início da série, talvez até, superando-o, pois, Murphy acrescentou plots dramáticos, enriquecendo ainda mais a série. Claro que a série tem problemas técnicos visíveis, mas costumo dizer que Glee é aquela série que te faz bem. Feita para ser acompanhada sem estress ao som de uma boa trilha sonora.

Pegando carona do sucesso de Glee, Murphy trouxe-nos "The Glee Project" - um reality musical que leva os vencedores à participações especiais em Glee. A princípio, soava como um grande caça-níquel, e que acabou se confirmando. Algum problema com isso? Eu não tenho, desde que os quarenta e poucos minutos do meu tempo sejam bem gastos assistindo a série. TPG é uma mistura de reality musical, com bastidores da produção de Glee. Informações sobre o reality tem aos montes aqui no blog, mas vale a pena destacar que, independente do programa ter o objetivo lucrativo, ele é primeiramente e principalmente interativo. Pra quem gosta de Glee é um prato cheio e pra quem não gosta, também é.

Mudando literalmente da "água para o vinho", Murphy emplaca "American Horror Story", mais uma vez uma série polêmica e mais uma vez, no FX. American Horror Story pode ser considerada uma minissérie, pois, a cada temporada, muda-se elenco, personagens e trama principal, restando apenas a premissa, baseada em histórias americana de terror. A ideia inicial sempre foi essa. Mudar tudo e todos na temporada seguinte. Muitos dos atores contratados na primeira temporada só aceitaram o trabalho devido a isso, provando para nós que a ideia das mudanças mencionadas eram previstas, apesar do anúncio ocorrer no final da temporada da série. Renovada para a 2ª temporada, Murphy tem a responsabilidade de manter a excelente qualidade mostrada na temporada de estreia.


Futuro:

"The New Normal" é a próxima série de Ryan Murphy. A premissa parece limitada, mas pelos exemplos mencionados nesse post, ainda é cedo para afirmar se vai ou não flopar. A comédia será sobre um casal gay que sonha em ter um filho, investindo em uma moça para ser a barriga de aluguel. O trio principal será composto pelos atores Justin Bartha, Bebe Wood e Ellen Barkin. Com estreia marcada para  o dia 13 de agosto, a NBC liberou um trailer em seu último upfront, já dando a chance para nós já começarmos a julgá-la.

       

Pra finalizar, gostaria de destacar algo indiscutível. A personalidade de Ryan Murphy. Tudo pode ser relacionado a ele, mas Ryan Murphy mostra a cada trabalho ser dono de um grande coração. Isso fica muito evidenciado em The Glee Project, série que ele praticamente faz parte do elenco, mas também, devido as últimas atitudes confirmadas em Glee. Murphy parece ser uma pessoa humilde, apesar de ser exigente e perfeccionista. Seu cargo exige isso, mas, pelas emoções transparecidas na primeira temporada de The Glee Project, ele subiu e muito no meu conceito, mostrando que merece todo o prêmio obtido por suas séries.


Atualização 31 de Julho: 
  • Ryan Murphy será condecorado na próxima edição do Emmy 2012. Uma de suas séries, American Horror Story, é uma das lideres de indicações da premiação desse ano, porém, Murphy receberá um Emmy em particular.Foi selecionado pelos membros da Academia a indivíduos que ultrapassam os limites das fronteiras culturais para tocar as vidas das pessoas, devido seu trabalho em Glee, onde foi responsável por trazer de volta o gênero musical à tv. A premiação acontece no dia 24 de setembro.
  • Ryan Murphy finalmente aderiu o twitter (@MrRPMurphy) e quem fez as honras da casa foi a estrela de Glee, Lea Michele (@msleamichelee). Murphy abriu sua conta já presenteando aos fãs de duas de suas séries. Postou imagens dos bastidores da 2ª temporada de American Horror Strory e da 4ª temporada de Glee.

Tecnologia do Blogger.