O Fim da 9ª temporada de Two and a Half Men


A minha experiência como espectador de Two and a Half Men teve início, meio e fim nessa temporada.

Motivado pela curiosidade de assistir Two and a Half Men devido a saída de Charlie Sheen e pela inserção de Ashton Kutcher na série, comecei a assistir a nona temporada da série sem ao menos ter assistido um episódio sequer.

Durante a temporada, cheguei a gostar da série, rasgando alguns elogios às piadas impostas, mas principalmente à  Jon Cryer.

Após 24 episódios (UFA!), a única boa lembrança que terei dessa fase da série é relacionada a Jon Cryer. Ele realmente roubou o que restava da série. Apesar de muitas vezes cair na mesmice, com piadas sem graça e muito mal escritas, o ator deu um show. Não é atoa que esse ano concorrerá como ator principal no Emmy, e não como coadjuvante de anos anteriores. 

Mas o restante, eu jogo no lixo. Nada acrescentou. Existe comédias de "quinta" atualmente que são melhores e mais engraçadas de assistir. Você fica ali dando um "arram" ou uma risadinha forçada nessa história sem pé nem cabeça. Se não fosse a minha "regra" de assistir início, meio e fim, não conseguiria passar da metade da temporada. 

Apesar de ser comédia, a série vinha mantendo uma historinha aqui e outra ali relevante, mas jogou tudo por água abaixo, com um erro grave de continuidade, quando deixaram de encerrar o vai e volta de Alan na casa de Walden com um season finale baseado em Jake, relembrando seu passado na série. Alan foi desmascarado e continuou na casa. Como assim? Boring. Very boring.

Talvez eu não tenha moral para falar da série assim, mas pelo que assisti, foi um desastre. Até o momento em que tudo era novo para mim, cheguei a gostar, mas depois, caiu em uma mesmice profunda e intragável e isso, em apenas uma temporada. Imagino a raiva de quem sempre assistiu a série e deparou-se com isso.

Se Charlie Sheen fez falta, não poderei dizer, mas acredito que pior que isso não seria. A temporada fez um desserviço aos novos espectadores que resolveram acompanhar a série. Curiosidade para saber o seu passado há, mas a vontade é zero, infelizmente.     
Tecnologia do Blogger.