Falling Skies - 2x02 - Shall We Gather at the River




Apesar de todos os furos/defeitos contidos no seriado, algo - que ainda não sei - ainda vem me atraindo no seriado - talvez a temática. Talvez minha frustração eterna com a refilmagem de V - achando que Falling Skies pudesse superá-lo com essa, também, mistura de The Walking Dead - não tem como não comparar certas fórmulas.

Tom não confia em si mesmo após ter deixado a nave, tanto que recusa liderar missões da 2nd Mass. Ele tem certeza, apenas não sabe do que se trata, que fizeram algo em sua cabeça. Ele pede a Hal, seu filho, que o detenha (até matá-lo?) caso ele cause algum dano ao grupo. Nesse momento, ele perde o controle e entra em colapso nervoso sangrando pelos olhos. Fizeram alguma coisa com ele, não é, aliens? Eu nunca fiquei tão agoniado com algo em Falling Skies. Um parasita que move-se como uma  lacraia dentro do olho que poderia ser um dispositivo de rastreamento - e faz todo sentido, Capitão. E até é verdade. Mas porque os alienígenas não atacaram ainda, não é, Doutora?

Agora faz sentido os aliens terem liberado Tom. Deixá-lo retornar para a 2nd Mass e abrir caminho para que destruam vários humanos de uma Mechada só. Mas Tom não está disposto a permitir isso, tanto que exigem que não o tratem como uma não-ameaça para o grupo. Ben acaba dizendo a ele que o segredo para impedir que os aliens o controle é a raiva por terem "me transformado em uma aberração"; os resquícios de harness continuam se espalhando por suas costas. Transformação cada vez mais próxima?

O segundo episódio da premiére trata, basicamente, dos esforços da Resistência em tentar passar por um rio para que não sejam destruídos pela quantidade de Mechs e Skitters que se aproximam daquela área. Cenas que mostram o trabalho em equipe da 2nd Mass para reconstruir uma ponte que é a única esperança de chegarem ao outro lado do rio, onde há uma floresta que pode existir outros perigos.  Ben se voluntaria para verificar por ser o mais indicado para tal tarefa, afinal, ele tem executado missões perigosas durante os três meses que se passaram desde a entrada de seu pai na nave alienígena.
Retirando a criatura alienígena alojada em Tom. Agonia.

Ao chegar à Floresta Proibida, Harry se depara com Vold... Ops, Ben se depara com destroços de espaço-naves, e ainda encontra uma daquelas criaturas (harness - digam-me como ficou a tradução na TNT Br) que os aliens usam para controlar e transformar um humano em Skitter; pior que isso  foi ter encontrado uma base rodeada por Mechs. A 2ndMass acaba destruindo a base e inicia o deslocamento para o outro lado do rio, porém, não antes de receber um ataque via Skitters/Mechs - esse foi o maior ponto de ação da segunda temporada até agora. 


Pope revolta-se com a permanência de Tom no grupo enquanto todos o defendem. Nada mais que justo, essa resistência de Pope, não? E se fosse ele? Já teria sido excomungado do grupo. Porém, no caso de Tom, vem toda aquela questão familiar e de afinidade com o grupo. Não é sempre assim?  Mas quais seriam as consequências de manter Tom no grupo? O roteiro nos faz esperar que podem ser desastrosas.

A 2ndMass continua perdendo guerrilheiros, embora os objetivos estejam seguindo em frente. Ao que tudo indica, estarão acampados em um aeroporto onde, aparentemente, não existe atividade alienígena.

Por ser um seriado curto, espero que os episódios continuem exatamente como  o segundo episódio dessa season premiére dupla; sem enrolações; causando sensações no telespectador. Creio que a temporada começou a partir de agora. Vamos aguardar o próximo review.


Adicionais:

- Ninguém acreditou que Tom iria morrer com a explosão da ponte, espero;

- Tecnologia orgânica sensacional - fiquei arrepiado e agoniado com aquela criaturinha;

- Sensação de que Ben anda escondendo coisas do grupo. Todos sabem que ele se comunica por ondas de rádio, mas negou ter escutado qualquer coisa na floresta;

- Matt teme ao pai e o evita durante o episódio acreditando que ele possa ter sido modificado pelos aliens, mas, ainda assim, ajuda-o a se soltar para lutar contra os Skitters e Mechs. Inclusive, Matt aprendeu bem a atirar. Criança-prodígio;

- Hal parece ter esquecido de Karen, não é, mesmo?

- "Não importa o que fizeram com você; eles não podem te mudar por dentro.", Ben. Sei.

- "Sujeira misturada com suor te deixa à prova d'água." Genial.

- Destaque para TNT escrito nas caixas de explosivos...
Tecnologia do Blogger.