O Final da 1ª Temporada de Revenge


Série é assim: Acima de tudo, há inúmeros interesses comerciais envolvidos e muitas vezes, eles interferem diretamente no andamento da história. Serie tem que render, principalmente quando está dando lucro. Uma curiosidade que assolava-me durante toda a temporada de Revenge, era como os produtores iriam fechar a história da temporada, pois, a base era toda na premissa da série. 

Parecia Revenge não teria futuro e a série só conseguiria uma temporada. Num certo momento de seu season finale, tudo (quase) estava satisfatoriamente resolvido. Nada espetacular, mas resolvido. Acredito que se a série fosse cancelada, eles terminariam ali mesmo, acrescentando algumas coisinhas e "todos" viveriam felizes para sempre. Ems conseguindo sua vingança sem passar por cima dos critérios ensinados por seu pai; Ems e Jack se entendendo, com Ems contando toda a verdade; a família Grayson sendo destruída sem sangue derramado, levando cada um o fim que merece,... mas o mais difícil de uma série não é chegar ao topo, mas manter-se lá. 

A trama foi orquestrada muito bem por Ems e Nolan. Eles conseguiram jogar aos poucos, um Grayson contra o outro, destruindo uma família da pior forma possível e dolorosa. Daniel foi usado e muito bem usado por Ems e Conrad tornou-se o vilão da história, pois, fazia de tudo (errado) para "proteger" sua família. Por outro lado, Victoria - tida como A vilã da série - terminou quase sendo uma heroína. Gostei muito dos últimos acontecimentos da série, mas não gostei dos cliffhangers deixados. 

E nem estou empolgado. Tudo vai depender de como irão amarrar as pontas deixadas soltas nesse season finale, quando a série voltar. O reaparecimento da mãe de Ems tem que ser tão bom quanto à vingança estabelecida. O caso David Clarke ainda assola Ems e com certeza, ela ainda tentará limpar o nome de seu pai.


Revenge é tida como "série-novela". Eu adoro série, mas odeio novela.  Muitas vezes os personagens passam por reviravoltas melodramáticas o tempo todo, mas em Revenge, a trama não caía em repetição, fator pelo qual, fez-me acompanhar a série. Mas, porém, contudo, todavia, os clifhangers ilustraram a parte novela e não a parte série.  

O desânimo maior é que vamos acompanhar no-va-men-te Ems e Jack nesse dramalhão todo. Não gostei da volta da Amanda Fake naquele momento. Poxa, adorei o reatamento emocionante em cima da morte de do cão Sammy, até emocionei-me, pra depois vierem com isso? Pensava que Jack seria um ótimo aliado para Ems e Nolan, na batalha contra os Graysons, acrescentado de uma conspiração ainda maior revelada no final. Ems já tem coisa de mais para resolver na próxima temporada. Como disse, série é assim mesmo, tem que render, mas também, tem que ter resoluções e novos dramas. 

Você deve estar achando que eu odiei a série ou odiei o season finale. Pelo contrário. Gostei de toda a temporada, mas esperava ter gostado ainda mais. Tinha como gostar mais. Gostei mas não amei. Queria amar. 


Segundo entrevista dos produtores, eles tem intenção de esclarecer rapidamente as principais dúvidas levantadas no season finale e ainda criar outras. Essa notícia dá-me esperança de que a série irá sair do lugar, desenvolvendo excelentes plots, daqueles que acompanhamos na temporada de estreia. Contudo, a minha volta vai depender confirmação de Madeleine Stowe (Victoria) na próxima temporada.

Se Victoria realmente morreu (não acredito) naquele desastre manipulado por Conrad eu infelizmente largarei a série porque sem Madeleine Stowe, não tem Revenge.

Compartilhe!

  • Compartilhe no Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Scroll to top