Pular para o conteúdo principal

The Killing – 2x08 – Off the Reservation


Sempre que assisto um episódio foda, fico tremendo de emoção, uma tremida que se da pela tensão e posso dizer isso aconteceu neste. Não foi o evento da temporada e eu sabia que Holder não iria morrer, mas Linden não sabia e suas expectativas foram transferidas pra quem estava acompanhado, poucas séries conseguem fazer isso com perfeição. Foi tudo ótimo, um episódio que não tinha muito foco na investigação de Rosie, mas que mesmo assim fez por merecer meus elogios.

Como sempre, continuamos este capítulo do mesmo ponto do anterior, Linden abalada pelo espancamento de Holder, não podia dar em outra, com ou sem ajuda ela iria à reserva buscar seu companheiro, foi bem legal ver este lado muito mais preocupada da personagem, porque geralmente ela não expressa emoções. Até o plot de seu filho se tornou emocionante, despedidas não são fáceis, ainda mais para Linden que sempre foi solitária.

Richmond e sua gang nunca param, não tem hora para tramoia. Qualquer momento eles tem uma nova ideia, uma situação armada e mesmo assim eu ainda odeio esse núcleo da série, acho que ninguém quer saber deles. Devo confessar que não me importei de presenciar as cenas, foram suportáveis, mas acho que se Richmond não tiver uma ligação com o crime deveriam considerar seriamente em tirá-lo da série. Pode ser que ele vá ajudar a desmascarar seu oponente que na verdade tem muitas coisas a esconder, dentre elas o envolvimento no crime de Rosie.

Vimos mais da família de Holder, que são apenas duas pessoas, sua irmã ignorante e mal educada e seu sobrinho, eventos ruins sempre servem e irão servir para aproximar os familiares, mesmo que tenha uma pedra no caminho da relação. Fiquei tão decepcionado quanto Stan, aquela golpista, queria mexer com as emoções de um pai sofredor para ganhar dinheiro, durante toda a cena eu até me emocionei com ela falando de Rosie, então você escuta, “Mas por uma pequena quantia!”, aquele olhar emocionado se transforma em raiva e decepção.

Sinceramente, não sinto a menor falta de Mitch e Terry na série, curiosidade sempre existe, mas nada que não possa aguentar. As crianças tiveram seu momento na primeira temporada e no início desta, agora que as coisas estão ficando sérias (hora de se retirarem). A reserva é um lugar que prefiro nem comentar, misterioso e onde até as crianças me dão medo, apenas isto.

Eu sabia que no final Linden ia acabar cedendo para o pai de Jack, o garoto estava de certa forma sofrendo, sem nenhuma base obviamente escolar, familiar e emocional nunca tinha sua mãe por perto, apenas os momentos ao celular, mas isso não é o bastante e ela finamente percebeu isso.

OBS1: Melhor cena do episódio: Linden se despedindo de seu filho.

OBS2: As expressões de Linden foram ótimas, a atriz está de parabéns, conseguiu expressar preocupação, ódio, dor com suas feições.

Postagens mais visitadas deste blog

Entendendo Game Of Thrones

Game of Thrones é uma série que acaba se tornando bem difícil de explicar, e isso ocorre justamente por causa da complexidade dos personagens, que são muitos, e pela quantidade de subtramas existentes. Então, meu objetivo com esse texto é fazer com que uma pessoa que nunca viu ou que não tenha entendido muito a premissa da série, entenda de forma clara qual a principal narrativa. Nesse texto não vou entrar em detalhes sobre os personagens e subtramas (senão você ficaria horas aqui lendo), apenas vou tentar mostrar a direção e o que a série propõe.
Como todos sabem, a série Game Of Thrones (produzida pela HBO) é a adaptação dos livros de fantasia épica escritos por George R.R. Martin, que são chamados de As crônicas de gelo e fogo. Já se passaram a 1° e 2° temporada, adaptando o primeiro (A guerra dos tronos) e o segundo (A fúria dos reis) livro, respectivamente. E nesse domingo é a estreia da terceira temporada, que irá adaptar a primeira parte do terceiro livro (A tormenta das espadas…

O Fim de Sons of Anarchy

"Papa's Goods" 7x13 [Series Finale] (Com spoilers)
Quando a morte é a última e única saída.
E Jax encontrou na morte a solução para tudo, mas Sons of Anarchy continuará viva, até em breve criarem um remake, ou até mesmo, continuar com a série, pois margem de sobra deixaram pra isso.
O fim de Sons of Anarchy tratou de mostrar o fim de Jax Teller, aquele se tornou protagonista da série, mas nem sempre foi assim. As primeiras temporadas eram comandadas por Clay, que revesava o papel principal com Jax, mas nem de longe as ações que ambos exerciam eram o mais importante da série.
Sons se destacou pelo conjunto de personagens e por ações em conjunto, alinhado às situações nada pacíficas da família Teller. Portanto, com o fim de Jax Teller, a série termina, mas, diferente da maioria das séries, o enredo sobreviveria "tranquilamente" sem Jax.
Ademais, a saída para "resolver" tudo foi a morte. Jax "morreu", mas foi para o "outro mundo" de a…

Agenda de Séries

Agenda de séries:

Fique por dentro das séries que vão ao ar no dia nos Estados Unidos com essa super agenda.  Dúvidas, críticas elogios... Caso haja algum erro na agenda, mencione-o nos comentários.

TOP 5 Séries Melhores que Game of Thrones

— Vikings: "Gosto de Game of Thrones porque tem muita luta medieval, sangue..."

As lutas medievais de Vikings são muito mais intensas, extremamente constantes na série. A série também vem de uma adaptação, só que dá história da humanidade, quando exploradores, guerreiros, comerciantes e piratas nórdicos invadiram, exploraram e colonizaram grandes áreas da Europa e das ilhas do Atlântico Norte a partir do final do século VIII. A série também é muito mais viciante, sem a morosidade de diálogos vistos na série da HBO.

— Banshee:  "Gosto de Game of Thrones porque tem muitas cenas de sexo e nudez"

As cenas de sexo de Banshee são extremamente mais explícitas. Nudez é cotidiano na série, inclusive nudez frontal. E a nudez de Banshee não são como em Game of Thrones, que praticamente mostra a nudez de prostitutas, personagens secundários. Em Banshee os atores principais estão nessas cenas. Banshee também ganha no quesito violência, sangue, ação, além de ter roteiro original.

— …

O Fim da Saga Red John em "The Mentalist"

Por Jaqueline Pigatto
Chegou ao fim uma das maiores sagas dos seriados da atualidade. Patrick Jane finalmente colocou as mãos em Red John, o serial killer que matou sua esposa e filha. A série, que teve início há 6 anos, sempre focou na busca do protagonista por vingança, com Red John sempre alguns passos à frente, criando mais perguntas para as poucas respostas que conseguíamos, praticamente entrando na mente de Jane e roubando uma memória feliz, até conseguindo sua lista de suspeitos, revelada ao final da quinta temporada.
A partir dali sabíamos que o momento tão esperado chegaria. A produção confirmou: vamos descobrir nessa temporada quem é Red John. Os 7 suspeitos da lista eram personagens que frequentemente passavam pela série, em sua maioria policiais ou ligados ao governo. Pessoas de poder e influência. Mas poucos fãs acreditavam que realmente seria um daqueles. Sempre teve a teoria de que o Red John seria o próprio Patrick Jane. O bizarro Brett Partridge era uma das principais…