The Killing – 2x06 – Openings


Digo que foi um episódio muito bom, não vou dizer que foi ótimo, porque a série ainda está introduzindo seus suspeitos e novas pistas. Esse processo de introdução é demorado, principalmente em uma série como esta, se fosse apresentado tudo de uma vez, iria parecer forçado.

O episódio teve uma carga de tensão/pressão psicológica grande, em relação à Linden. A coitada tem que lidar com o fim, pelo menos temporário de seu casório, a luta pelo direito da guarda de seu filho e o caso da menina Larsen, que antes de morrer aprontou muito e deixou todos estes pepinos pra ela descascar.

Tenho minhas suspeitas em relação a algumas atitudes da personagem, ela fica cega por suas emoções e isso leva a ter certeza de algo que na verdade é mentira, por exemplo, Richmond, ela tinha certeza de que ele havia matado Rosie, até que chegou a outra conclusão depois de uma investigação mais a fundo. Esse envolvimento de Linden com o caso Rosie pode trazer complicações no futuro, colocando em dúvida sua capacidade de exercer a profissão. Interessante saber é que esta não é a primeira vez que isso acontece.

Pistas novas foram apresentadas, e agora temos um mistério pra responder, quem é o pai de Rosie, tenho absoluta certeza de que não é o mesmo que o de Jasper. Esse figurão fez de tudo pra não sujar seu nome, e até manipulou seu filho pra limpar sua barra. Aquela mulher que trabalha no cassino com certeza sabe de alguma coisa, tem medo de se comprometer, se ela estivesse limpa, liberaria o terreno pra Linden e Holder.

Tivemos menos da família, não aguentava mais Terry chorando pelos cantos e lamentando, as crianças perguntando sobre a mãe e Stan bulinando Terry pelos corredores da casa. Claro, tem um papel fundamental na série, mas às vezes é bom dar um tempo. Mitch se ferrou, queria superar Rosie e acabou sendo roubada, ela está fazendo tudo errado, acho que já é hora de voltar pra casa. Se a garota tiver roubado um cartão de crédito, Linden poderá rastrear e encontrá-la.

Quem será David, nome escrito na carta dentro da misteriosa caixinha de Rosie. Aposto minhas fichas que é seu pai. Nem gosto falar no núcleo mais chato da temporada. Richmond e sua gang, que agora está completa mais uma vez, não entendi, porque Gwen foi pra D.C e depois voltou pra Seattle, fazia mais sentido ela pedir demissão por um tempo.

Final do episódio foi tenso, quem será que estava observando Linden, será a mesma pessoa do início da temporada?! Quem invadiu o quarto dela e colocou aquele desenho na geladeira?! Ficam dúvidas pairando sobre nossas cabeças, e em breve espero respostas para todas. Não descarto, nem largo minha teoria de conspiração política ou vingança de família(s).

OBS1: Cena inicial me deixou com muitas teorias. Sim, elas envolvem a prestativa Titia Terry.

OBS2: Legal ver Holder se preocupando com Linden, as conversas que ele tenta puxar são meio forçadas, mas as perguntas têm seu fundo de verdade.

OBS3: Rosie estava passando por um momento ruim em sua vida, o que será que Alexi quis dizer com "Ela salvou sua vida!".

Tecnologia do Blogger.