Glee "Choke" 3x18



Mais uma vez, Glee expondo com propriedade o lado humano.

A cada 2 minutos, cinco mulheres são vítimas de agressão no Brasil. Mas essa barbaridade é infelizmente comum em todo mundo. Foi a principal lição dada no episódio da semana de Glee, onde Ryan Murphy mas uma vez tentou abrir os olhos dos espectadores para um problema que assola toda a humanidade. A agressão às mulheres. A agredida no caso, foi a professora Beiste. O problema acontece aonde menos se espera. Beiste é fisicamente muito forte, tem aquele jeitão masculino, mas isso não impediu a ela de ser agredida. Contudo, Beiste não entrou para as estatísticas, pois, não denunciou seu namorado. Sempre rejeitada pela sociedade, a professora além de não denunciá-lo, deu-o uma segunda chance. O problema é que quando isso começa a acontecer na vida conjugal de um casal, a chance de voltar a acontecer é muito grande e muitas vezes com consequências bem piores. Espero que não aconteça mais com Beiste, mas isso é pouco provável.

Srta Porta, Asiática de Filme de terror, Mini Oprah, Rojo Caliente e Salsa Caliente foram pegas fazendo piadinhas com o fato e acabaram sendo repreendidas pelos professores, impondo o assunto como base para a semana no Glee Club. O tema gerou belas canções e com letras bem fortes, exemplificando e muitas vezes, dando sugestões para as pessoas que passam por esse problema. No final, as meninas apelidadas em questão fizeram uma bela homenagem como pedido de desculpas e tudo certo.


Enquanto isso, Rachel e Kurt fazem um teste para a Academia de Artes Dramáticas de New York. Kurt estava ansiosíssimo e querendo fazer o que nunca tinha feito, enquanto Rachel, calma, tranquila e pensando em apenas ser o que sempre foi, mas... deu tudo errado para Rachel. Ela simplesmente travou ao executar seu maior sucesso. A canção que já teria cantado milhares de vezes. Enquanto Kurt arrancava brilho nos olhos da representante da academia - interpretada pela convidada especial Whoopi Goldberg, Rachel derrapava feio. Sua chance de entrar na academia praticamente estinguem-se. Terminou o episódio apresentando belissimamente a canção que pensara em escolher para a representante, mas só serviu para despejar litros de suas lágrimas. Pensava e torcia para que a representante estivesse escondida na escuridão da plateia, assistindo essa apresentação e talvez assim, poderia dar uma nova chance para Rachel. Infelizmente, foi só a minha imaginação.

Por outro lado, um jovem perdido em Glee, parece ter encontrado seu caminho. O caminho da honestidade. Puck sempre foi o aluno que passava a lábia (literalmente) em todos para conseguir favores, mas dessa vez, se deu mal. Teve que estudar Geografia mesmo, para que pudesse ser aprovado. Pois bem. Puck estudou, teve força dos amigos, motivou-se da decadência de seu pai, mas,... não conseguiu obter uma boa nota, porém, isso não quis dizer que saiu-se derrotado. Pelo contrário. Seus olhos se abriram para o seu futuro e a partir desse episódio, terá mais responsabilidade com seus atos. Muito bem, Mr Puck. 

Buscando nos dar uma lição de moral, ilustrada com belíssimas canções, Glee mais uma vez dá-nos a certeza de que a série não busca apenas o lucro e entretenimento, apesar de que isso é o maior objetivo da série.

Nota: 8/10
Tecnologia do Blogger.